sexta-feira, janeiro 27, 2023
InícioÁreas de AtuaçãoDireitos HumanosAnistia faz protesto em frente ao Comitê Rio-2016 contra violação de direitos...

Anistia faz protesto em frente ao Comitê Rio-2016 contra violação de direitos humanos

Organização protocolou petição com mais de 120 mil assinaturas pedindo ações contra mortes durante os Jogos

Por LUÍS GUILHERME JULIÃO, do O Globo 

A Anistia Internacional fez um ato para pressionar as autoridades da Olimpíada e os governos estadual e federal a prevenirem atos de violação de direitos humanos pelas forças de segurança durante os Jogos Olímpicos. A ação foi realizada em frente à sede do Comitê Rio-2016, no Estácio, na Zona Norte do Rio, na manhã desta quarta-feira. Em seguida, os manifestantes protocolaram, na recepção do Rio-2016, uma petição com pelo menos 120 mil assinaturas de pessoas de 15 países diferentes pedindo atenção às violações durante as competições, e deixaram uma coroa de flores no local em homenagem aos mortos pela polícia Rio de Janeiro.

A manifestação foi acompanhada por repórteres da mídia internacional que estavam no local para cobertura da Olimpíada. O Rio-2016 fica próximo ao centro de mídia dos Jogos, que concentra boa parte da imprensa que cobrirá as competições.

— A gente espera passar essa mensagem de que o mundo está de olho no Brasil e não é só para ver o lado bom do Brasil e do Rio de Janeiro, mas também para ver as violações de direitos humanos que estão acontecendo e para exigir que haja justiça — disse Renata Neder, pesquisadora e assessora de direitos humanos da Anistia Internacional.

A organização chama atenção para dados do Instituto de Segurança Pública (ISP) que mostram que apenas no mês de maio, 40 pessoas foram mortas pela polícia no Rio, aumento de 135% em relação ao mesmo período do ano passado.

A Anistia estendeu, na calçada em frente ao prédio do RIo-2016, 40 sacos cobertos com pano preto representando essas mortes.

 

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench