Anitta e Valesca são convidadas por Romário para debater funk no Senado

Nego do Borel e MC Marcinho também foram convidados

Do Poder360

O senador Romário (PSB-RJ) convidou as cantoras Anitta e Valesca Popozuda e os funkeiros Nego do Borel e MC Marcinho para participar de uma audiência pública sobre o projeto que pede a criminalização do funk. A proposta é de autoria popular, assinada por 1 empresário paulista.

A CDH (Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa) do Senado aprovou o requerimento de audiência. Ainda não há data para o debate. Além dos artistas, antropólogos que estudam o funk serão convidados.

Romário já se manifestou contrário à criminalização do estilo musical: “Como carioca nato e eterno funkeiro, faço questão de defender essa bandeira”, declarou o senador.

O projeto chegou à comissão após receber quase 22 mil assinaturas. Conforme o autor, os bailes funk “são somente um recrutamento organizado nas redes sociais por e para atender criminosos, estupradores e pedófilos a prática de crime contra a criança e o menor adolescentes (sic)”.

A cantora Anitta –que vem investindo em carreira internacional– criticou a proposta nas redes sociais:

(com informações da Agência Senado)

+ sobre o tema

Um balanço da justiça com as próprias manchetes – Por Saul Leblon

Celso de Mello x mídia: ressaca de um...

Obama precisa se justificar perante o Congresso sobre ação militar na Líbia

A Casa Branca enviou, nesta quarta-feira, um dossiê de...

O duplo desafio de Obama

- Fonte: O Estado de São Paulo - Conforme...

para lembrar

Mino Carta e a Herança da Casa Grande

Não quero que os ricos chorem, dizia o líder...

Pesquisa Sensus aponta empate entre Serra e Dilma

Pesquisa Sensus encomendada pelo Sintrapav (Sindicato dos Trabalhadores...

Serra prometeu à Chevron mudar regras do pré-sal

Wikileaks revela que José Serra, então pré-candidato do PSDB...

Nas eleições, se não acredita, eu vou sonhar pra você ver

Por: FÁTIMA OLIVEIRA Tá no sangue. Nas eleições acabo como...

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe fim à saída temporária de presos em datas comemorativas. O líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT-BA),...

Morre o político Luiz Alberto, sem ver o PT priorizar o combate ao racismo

Morreu na manhã desta quarta (13) o ex-deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), 70. Ele teve um infarto. Passou mal na madrugada e chegou a ser...

Equidade só na rampa

Quando o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, perguntou "quem indica o procurador-geral da República? (...) O povo, através do seu...
-+=