Após estupro e pedido de aborto negado, menina de 10 anos dá à luz

Após estupro e pedido de aborto negado, menina de 10 anos dá à luz. A menina não sabe que teve um bebê. O recém-nascido foi levado para adoção

Após estupro e pedido de aborto negado

Por Rafaela Lima Do Metro Poles

Após estupro e pedido de aborto negado, menina de 10 anos dá à luz

Uma indiana de 10 anos, que teria sido estuprada por seu tio e engravidado dele, deu à luz uma menina nesta quinta-feira (17/8). No mês passado, após familiares entrarem na justiça para pedir a interrupção da gravidez, ela foi informada de que era muito jovem para realizar um aborto. Segundo o juiz que decidiu o caso, o procedimento não era “uma opção” porque ela é nova e a gravidez está em estágio avançado.

De acordo com a agência de notícias Press Trust of India, a menina não sabe que teve um bebê. Os pais disseram para a pequena que ela teve uma pedra no estômago e que, por isso, precisou fazer uma cirurgia para retirá-la. O recém-nascido foi levado para adoção.

A menina só contou para a mãe sobre o abuso sexual depois que foi levada ao hospital se queixando de dores de estômago e descobriu a gravidez. Ela disse que tinha sido abusada seis vezes pelo tio quando visitou sua casa na Índia.

Especialistas explicam que na Índia as mulheres não podem fazer o procedimento depois de 20 semanas de gestação, a menos que a vida da mãe esteja ameaçada ou o feto tenha alguma doença genética. Oito médicos teriam examinado a menina e decidiram que ela deveria dar à luz porque “o feto é viável e pode sobreviver mesmo que nasça agora”, disse um dos especialistas à rede CBS.

+ sobre o tema

Um governo contra as mulheres

Três horas antes de as denúncias de assédio sexual...

Senado aprova pena de até 30 anos para crime de estupro coletivo

Colocado em votação após caso de jovem no Rio...

Brasil e EUA fracassaram em abolir escravidão, afirma Angela Davis

Brasil e Estados Unidos ainda são assombrados pelo fracasso...

SPM realiza a 1ª Oficina do Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça

"A construção coletiva por meio do estabelecimento de parecerias,...

para lembrar

Família real britânica terá seu primeiro casamento gay

Primo da rainha Elizabeth II será conduzido no altar pela...

Sobre meninas e lobos – por Dulci Lima

Essa noite tive pesadelos. Velhos fantasmas voltaram para me...

Rompendo com a conspiração do silêncio

Importante mesmo é a clareza do invólucro. É um...
spot_imgspot_img

Casa Sueli Carneiro abre as portas ao público e apresenta o III Festival Casa Sueli Carneiro, pela primeira vez em formato presencial

RETIRE SEU INGRESSO A Casa Sueli Carneiro, fundada em dezembro de 2020 e atuando em formato on-line desde abril de 2021, é uma entidade criada...

Aborto legal: falhas na rede de apoio penalizam meninas e mulheres

As desigualdades sociais no Brasil podem explicar a razão para que meninas e mulheres busquem apoio para o aborto legal também após 22 semanas...

Referência do feminismo negro, Patricia Hill Collins vem ao Brasil para conferência, curso e lançamento de livro

Referência do feminismo negro, a socióloga estadunidense Patricia Hill Collins participa, nesta quarta-feira (19), de um evento em Salvador, na Universidade do Estado da Bahia (Uneb)....
-+=