Após quase 48 horas de determinação do STJ, TJ ainda não cumpriu decisão e porteiro preso por falhas em investigações segue na cadeia

Enviado por / FonteDo G1

Negro, Paulo Alberto da Silva Costa é alvo de 70 inquéritos por crimes em cinco cidades do RJ, os quais já originaram 11 condenações, sendo 4 delas com o trânsito em julgado. Em todos esses casos, a autoria do crime foi comprovada exclusivamente por reconhecimento feito por foto.

Quase 48 horas após o Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinar a soltura imediata do porteiro Paulo Roberto da Silva Costa, preso após falhas nas investigações da Polícia Civil do RJ, o Tribunal de Justiça do Rio ainda não cumpriu a determinação e o homem segue no Complexo de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste.

A Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) informou que ainda não recebeu o alvará de soltura para que Paulo deixe a penitenciária.

Negro, Paulo Alberto é réu por vários crimes e está preso desde 2020. Ele foi preso em casa, após ser revistado por policiais que faziam uma operação na região.

Ele é alvo de 70 inquéritos por crimes em cinco cidades do RJ, os quais já originaram 11 condenações, sendo 4 delas com o trânsito em julgado.

Em todos esses casos, a autoria do crime foi comprovada exclusivamente por reconhecimento feito por foto pelas vítimas em datas posteriores aos crimes. A Polícia Civil do RJ não produziu outros indícios que pudessem incriminá-lo.

Durante o julgamento, os ministros apontaram um caso claro de racismo em todo o processo conduzido pela Polícia Civil, Ministério Público e Justiça do Rio. Eles destacaram e criticaram a inclusão da foto de Paulo no álbum de suspeitos da Polícia Civil.

+ sobre o tema

Senado discute participação mínima de mulheres em conselhos de empresas públicas

Brasília – Senadores, representantes de empresas privadas e especialistas...

Pepe Mujica e Lucía Topolansky, uma história de amor

Primavera de 1973. Ela não se chamava Ana, mas...

Uma perspectiva feminista negra para os direitos humanos

A historiografia dos Direitos Humanos é marcada por uma...

Mestranda brasileira é idealizadora de exposição em New York que protagonizará mulheres negras brasileiras

Sandra Regina Barbosa Soares Coleman, mais conhecida como Sandra...

para lembrar

Deputados aprovam criação em SP de vagão exclusivo para mulheres

Projeto vai agora para sanção do governador Geraldo Alckmin...

Mulher, negra e migrante: conheça a experiência de latino-americanas no Brasil

O desejo de melhorar a vida financeira da família,...

Primeira mulher a receber transplante de útero está grávida

Gravidez apresenta riscos, mas estado de saúde da mãe...

Em livro, a potente voz das mulheres negras

Filósofas, catadoras, psicólogas, domésticas, deputadas. Textos, que abarcam 250...
spot_imgspot_img

Grupos LGBT do Peru criticam decreto que classifica transexualidade como doença

A comunidade LGBTQIA+ no Peru criticou um decreto do Ministério da Saúde do país sul-americano que qualifica a transexualidade e outras categorias de identidade de gênero...

TSE realiza primeira sessão na história com duas ministras negras

O TSE realizou nesta quinta (9) a primeira sessão de sua história com participação de duas ministras negras e a quarta com mais ministras...

Em reunião com a ministra das Mulheres, movimentos denunciam casos de estupros e violência em abrigos para atingidos pelas enchentes no RS

Movimentos feministas participaram de uma reunião emergencial com a ministra da Mulher, Cida Gonçalves, no final da tarde desta terça-feira (7), de forma online....
-+=