Aposentados: Dilma e Marina elogiam decisão; Serra não comenta

O reajuste de 7,7% nas aposentadorias foi recebido com aprovação e silêncio pelos candidatos à Presidência.

 

Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PV) elogiaram o presidente Lula por sancionar o aumento. O oposicionista José Serra (PSDB) se recusou a comentar a decisão.

 

Em Paris, Dilma afirmou que Lula juntou estabilidade e equilíbrio fiscal, ao vetar o fim do fator previdenciário.
“É característica dele. Primeiro, um olhar na estabilidade ao não aprovar integralmente a questão do fator previdenciário, que mudaria completamente a questão dos gastos”, disse a petista. “Agora, pelo que vi, ele vai também fazer cortes.”

 

Ela afirmou que o aliado tomou uma decisão “ponderada e correta”, mesmo contrariando a recomendação da equipe econômica.
“Quem define no governo, e sempre foi assim, é o presidente. Esse é o papel do presidente”, defendeu Dilma.

 

Marina, que passou o dia em São Paulo sem compromissos públicos, disse em nota que Lula tomou a decisão “mais correta” ao sancionar o aumento e vetar o fim do fator previdenciário.
“Era necessário começar a recompor o valor da aposentadoria para aqueles que dedicaram seu esforço para o país”, afirmou a senadora.

 

A candidata defendeu ainda que a equipe econômica seja “responsável” ao fazer os cortes de gastos exigidos para conceder o aumento.
“Precisamos fazer as escolhas certas entre o que se deve gastar justamente e decidir com sabedoria cortar os gastos menos necessários.”

No Rio, onde assistiu à estreia do Brasil na Copa do Mundo ao lado de aliados, Serra se recusou a comentar o reajuste: “Não vou falar de nenhum assunto fora futebol, tá bom?”.

No início de maio, ele disse que apoiaria qualquer decisão que o governo tomasse sobre o assunto.

 

 

Fonte: Folha de S.Paulo

+ sobre o tema

STF começa a julgar nesta terça (18) supostos mandantes da morte de Marielle

O Supremo Tribunal Federal (STF) inicia, na tarde desta...

PL antiaborto viola padrões internacionais e ameaça vida, diz perita da ONU

O PL antiaborto viola padrões internacionais de direitos humanos...

Prefeitura de São José dos Campos retira obra sobre mulheres cientistas das escolas

A prefeitura de São José dos Campos (SP) recolheu...

A direita parlamentar parece ter perdido sua bússola moral

Com o objetivo de adular a extrema direita e...

para lembrar

Mano Brown comenta sobre a diminuição da “Maioridade Penal”

No último dia 10/09 foi realizado um debate sobre...

Elogio à intolerância: o que a mídia tem a ver com isso?

Já foram muitas as análises e os comentários...

Violência, intolerância e a falsa cordialidade dos brasileiros

A escritora e antropóloga Lilia Schwarcz fala sobre a...

‘A dor da discriminação ainda é sentida nos EUA’, diz Obama

Fonte: G1 - Presidente americano discursou nessa quinta-feira (16). Obama disse...

Janja defende direito ao aborto legal, diz que projeto é ‘absurdo’ e afirma que Congresso deve garantir acesso ao SUS

A primeira-dama Rosângela da Silva, a Janja, afirmou que do projeto de lei (PL) 1904, que quer colocar um teto de 22 semanas no acesso ao...

Saiba quem são os deputados que propuseram o PL da Gravidez Infantil  

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (12), a tramitação em regime de urgência do projeto de lei que equipara aborto acima de 22 semanas...

Com PL do aborto, instituições temem mais casos de gravidez em meninas

Entre 1º de janeiro e 13 de maio deste ano, foram feitas 7.887 denúncias de estupro de vulnerável ao serviço Disque Direitos Humanos (Disque...
-+=