quarta-feira, agosto 5, 2020

    Tag: eleição

    Photo: Arthur Nobre

    Voto no primeiro turno não foi “Nordeste vs. o resto do Brasil”

    por Raquel Rolnik e Aluizio Marino no Blog Raquel Rolnik Photo: Arthur Nobre Ao contrário do que vem sendo propagado em muitas análises e circulado pelas redes de Whatsapp, o voto do primeiro turno para a eleição presidencial não se expressou como uma divisão simplificada entre a região Nordeste e o resto do Brasil. Mapa 1 - imagem: Raquel Rolnik A visualização dos votos por Estados (Mapa 1) , imagem a partir da qual esta interpretação foi construída, simplifica a divisão territorial dos votos no país. Nela, uma mancha vermelha concentrada no Nordeste – à exceção do Ceará – mostra um reduto que resiste a um mar de verdes, que se espalham pelo restante do país. Mas não foi exatamente esta a realidade das urnas . Em uma eleição onde uma leitura simplificada e reducionista acerca da complexidade da crise que o país atravessa tem dado o tom ...

    Leia mais
    Douglas Belchior - Divulgação

    “A política não é lugar para preto vagabundo feito você”

    Por Douglas Belchior Douglas Belchior - Divulgação Tenho plena consciência de que represento uma exceção. Ainda que miscigenado (fosse a pele retinta, bem sei que a vida reservaria ainda mais dificuldades), como homem negro, estudei. Alcancei o banco de uma universidade reconhecida, a PUC-SP, onde me formei em História e alcei o desvalorizado, mas nem por isso menos nobre, status de professor. Trabalhador da rede pública estadual de São Paulo, nada convidativo financeiramente, mas ainda assim, digno. Conciliar profissão a militância política foi uma opção consciente – outro privilégio para poucos. Trabalho, ganho a vida e pago minhas contas fazendo o que amo: educação, logo, política. A vida que escolhi me levou a pessoas incríveis: lideres políticos, intelectuais, atletas e artistas. Me levou a lugares impensáveis: salas acarpetadas de governos, viagens para debates, palestras e atividades políticas das mais diversas em quase todos os estados brasileiros ...

    Leia mais
    Foto- Reprodução:Instagram

    Madonna e Cher se posicionam contra Bolsonaro: “#EleNão’

    Madonna e Cher se posicionaram contra o candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL), nesta sexta-feira, na internet. A cantora pop citou a palavra "liberdade", acompanhada da hashtag "Ele não", criada pelo coletivo de Mulheres Contra Jair Bolsonaro, e #EndFascism ("Fim do fascismo"). no Extra Globo Foto- Reprodução:Instagram Além da hashtag, Madonna citou as frases: "Ele não vai nos desvalorizar" e "Ele não vai nos calar". A campanha rejeita a candidatura de Bolsonaro, com histórico de declarações contra integrantes da comunidade LGBTQ, contra negros e de propostas contra o direito das mulheres. Madonna, que é mãe de duas crianças negras, compartilhou em seus stories do Instagram uma imagem criada pela conta de um fã, Aldo Diaz, e compartilhada por ele há 12 dias. Cher, por sua vez, retuitou uma mensagem de seu fã-clube brasileiro e escreveu: "Triste que o Brasil está enfrentando o seu próprio ...

    Leia mais
    Arte- André Zanardo

    Ele Não Porque Eu Sou Negro

    Qualquer um que se preste a ler e estudar, com um mínimo de seriedade, a história da população negra no Brasil jamais afirmaria que não há racismo no Brasil e muito menos que os portugueses jamais pisaram no continente africano. Pensamentos estes expressados por aquele que não se deve dizer o nome, ou “o coiso” se preferirem. por Gabriel Alex Pinto de Oliveira no Justificando Arte- André Zanardo Pois é, em qualquer livro de história aceito no sistema de ensino brasileiro, a escravidão é posta, ainda que brevemente, como um fator importante na constituição do país. Assim, qualquer criança de esteja no oitavo ano saberá, ou pelo menos deveria saber, que pessoas da etnia negra já foram consideradas como mercadoria no Brasil hápouco mais de 130 anos. Agora, para fugir do lugar comum e mergulhar mais fundo naquilo em que não vemos nos livros rasos que ...

    Leia mais
    blank

    Frustração com baixos salários e falta de verba para Educação leva professores a disputarem eleições nos EUA

    Ao longo de sete anos em sala de aula, a professora Carri Hicks se acostumou a condições comuns em escolas públicas em diversos Estados americanos: queda de investimento, baixos salários, aumento no número de estudantes por turma, falta de material escolar e fuga de profissionais qualificados. Por Alessandra Corrêa Do BBC A professora Carri Hicks, que ensina Matemática e Ciências para alunos do quarto ano do ensino fundamental, concorre a uma cadeira no Senado estadual em Oklahoma (DIVULGAÇÃO/FRIENDS OF CARRI HICKS 2018) Frustrada com a falta de soluções por parte de políticos tradicionais, Hicks decidiu enfrentar o problema por conta própria e se candidatou pelo Partido Democrata a uma cadeira no Senado estadual em Oklahoma. Ela faz parte de uma onda de professores que estão disputando cargos públicos pela primeira vez nas eleições legislativas de 6 de novembro, impulsionados pelo que consideram indiferença de legisladores diante da deterioração da educação ...

    Leia mais
    Foto: Artur Igrecias/Divulgação RedeTV!

    Por que há predominância de jornalistas brancos em debates eleitorais?

    A maioria dos jornalistas que participaram dos debates presidenciáveis são brancos, de acordo com levantamento feito pelo Alma Preta sobre o perfil racial dos repórteres a participar dos diálogos dos debates organizados pela Rede Band e Rede TV!, o programa “Central das Eleições”, da Globonews, e o Roda Viva, da TV Cultura. Apenas no último, ainda que também em número pequeno, houve a presença de jornalistas negros. Texto / Pedro Borges - Pesquisa / Thalyta Martina no Yahoo! Foto: Artur Igrecias/Divulgação RedeTV! O programa da Band, exibido em 9 de agosto, contou com participações de três jornalistas e um mediador, todos homens brancos. Em 17 de agosto, no debate organizado pela Rede TV!, houve a participação de um homem branco na mediação e de duas mulheres brancas enquanto entrevistadoras. O programa “Central das Eleições”, da Globonews, tem presenças de 12 jornalistas, que já sabatinaram Álvaro Dias (Podemos), ...

    Leia mais
    blank

    Por que pobre vota em rico?

    Para ela, só existe uma explicação para esse fenômeno brasileiro: disforia de classe. Veja se você é um disfórico classista. por Ana Roxo no Nocaute Porque pobre vota em rico? Vamos elaborar alguns conceitos a partir disso. O primeiro conceito que eu gostaria de jogar na roda, criado por mim mesma, é o conceito de disforia de classe. Se você não sabe o que é disforia, é um termo emprestado da discussão de identidade de gênero, e disforia literalmente significa: sensação vaga, subjetiva e indeterminada de mal-estar. Quando a gente está falando de disforia de gênero é uma sensação vaga, subjetiva de mal-estar com o gênero que você nasceu, com o seu corpo, não sei, não quero entrar nessa discussão, é muito complexa. O que seria então disforia de classe, é um nome bonito pro bom e velho “come mortadela e arrota peru”, não, mortadela não pode falar mais, “come ...

    Leia mais
    blank

    Indígenas são eleitos no Norte, Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste

    Várias etnias ganham representação nas Câmaras e até em prefeituras; entre os eleitos estão vereadores Terena, no MS, da região onde há mais violência Da Carta Capital  Por Alceu Luís Castilho Eles existem. O Acre elegeu o primeiro prefeito indígena de sua história, o professor Isaac Pyânko (PMDB), em Marechal Thaumaturgo. Ele é do povo Ashaninka, do Rio Amônia, no Alto Juruá. O município soma-se a São Gabriel da Cachoeira (AM) e São João das Missões (MG) entre os que conseguiram emplacar indígenas na prefeitura. Isaac se soma a dezenas de vereadores eleitos em várias Unidades da Federação, do Ceará ao Mato Grosso do Sul. Uma simples olhada para as fotos dos eleitos mostra uma diversidade pouco vista no universo – majoritariamente branco – dos demais eleitos no Brasil. De Olho nos Ruralistas fez um levantamento preliminar dos candidatos indígenas eleitos. (Se o leitor tiver mais nomes, favor enviar.) Eles estão filiados a ...

    Leia mais
    Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania

    “A política não é lugar pra preto vagabundo feito você!”

    Tenho plena consciência de que represento uma exceção. Ainda que miscigenado (fosse a pele retinta, bem sei que a vida reservaria ainda mais dificuldades), como homem negro, estudei. Alcancei o banco de uma universidade reconhecida, a PUC-SP, onde me formei em História e alcei o desvalorizado, mas nem por isso menos nobre, status de professor. Trabalhador da rede pública estadual de São Paulo, nada convidativo financeiramente, mas ainda assim, digno. por Douglas Belchior no Carta Capital Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania Facebook de Douglas Belchior Conciliar profissão a militância política foi uma opção consciente – outro privilégio para poucos. Trabalho, ganho a vida e pago minhas contas fazendo o que amo: educação, logo, política. A vida que escolhi me levou a pessoas incríveis: lideres políticos, intelectuais, atletas e artistas. Me levou a lugares impensáveis: salas acarpetadas de governos, viagens para debates, palestras e atividades políticas das mais diversas ...

    Leia mais
    blank

    Imagem de Mahmundi foi parar em campanha de ACM Neto sem autorização

    Cantora disse que se sentiu lesada, já que a imagem faz parte da capa do seu disco. “O trabalho artístico que eu faço é avesso a isso, e aí acordei com o ACM Neto me chamando de Cláudia!”, disse em entrevista ao BuzzFeed Brasil. Por Susana Cristalli, e Tatiana Farah, do Buzzfeed A cantora carioca Mahmundi ficou bem surpresa quando viu a imagem à esquerda, print de um gif usado na campanha eleitoral de ACM Neto para prefeito de Salvador. A imagem é a silhueta da cantora, que está na capa do seu último disco, com as cores alteradas e a frase “o prefeito de Cláudia”. A cantora, que se chama na verdade Marcela Vale, não sabia que a equipe de ACM Neto havia usado a sua foto na campanha. “Eu recebi essa imagem de amigos que trabalham com propaganda eleitoral, e quando vi tomei um susto porque é a ...

    Leia mais
    blank

    Quando chegam as obras, é sinal de que estão chegando as eleições

    Ano de eleição municipal e a situação se repete em várias cidades do Brasil: de olho nas urnas, nossos queridos políticos lançam ou apressam obras para possíveis mudanças na vida do cidadão. O problema é que o famoso oba-oba com o dinheiro público começou. Se aproximando da corrida eleitoral, foram retomadas algumas obras importantes para a favela Marcílio Dias, no complexo da Maré. As obras são bem-vindas, mas suas intenções, não. Por Walmyr Junior, do Jornal do Brasil  Há muitos anos reivindicamos a pavimentação da Avenida Lobo Junior e a criação de uma calçada ou ciclovia colada ao muro do Ambulatório Naval. Além disso, era uma antiga pauta da comunidade a instalação de uma academia da 3ª idade, ao lado da área poliesportiva da favela. Porém, só nessa ultima semana fomos atendidos com as obras. Ainda bem que fomos né?! Academia da Terceira Idade Porém, a prática de concentrar a ...

    Leia mais
    Em decisão inédita, transexual tem direito de concorrer a deputada estadual com nome feminino

    Em decisão inédita, transexual tem direito de concorrer a deputada estadual com nome feminino

    Santinho da candidata Renata Tenório: transexual, ela vai concorrer a vaga de deputada estadual com nome de mulher RIO — A candidata a deputada estadual pelo PSB do Rio, Renata Guedes Neto, conseguiu nesta sexta-feira uma decisão inédita no Tribunal Regional Eleitoral do Rio. Transexual, ela obteve o direito de se candidatar como Renata Tenório e constar como candidata — no feminino. Com a vitória, ela garantiu o nome e também o coeficiente mínimo de 30% necessários para a sigla cumprir a porcentagem de mulheres pleiteando o cargo eleitoral. A decisão se refere a um parecer do Ministério Público Eleitoral, que pedia a desaprovação da candidatura, sob a alegação de que o Demonstrativo de Regularidade dos Atos Partidários (DRAP), que incluía Renata como candidata do gênero feminino, estaria errado por não estar no masculino. Mas a relatora do processo no TRE, a juíza Ana Tereza Basílio, rejeitou a interpretação que ...

    Leia mais
    Eleições Europeias na perspectiva de afrodescendentes em Portugal

    Eleições Europeias na perspectiva de afrodescendentes em Portugal

    Carla Fernandes Entre 22 e 25 de Maio os diferentes Estados-membros da União Europeia recolhem os votos dos seus cidadãos para escolherem os 751 deputados que os representarão no Parlamento Europeu. A Rádio AfroLis conversou com alguns cidadãos portugueses de origem africana antes das urnas se abrirem. O que pode um eurodeputado fazer por nós? “O que pode um eurodeputado, em Bruxelas, fazer por nós?”, perguntava Maria Barbosa, uma jovem portuguesa afrodescendente que é a número dois da lista de um dos 16 partidos portugueses que se candidatam a lugares no Parlamento Europeu. Maria Barbosa colocou esta questão no seu discurso no dia do arranque da campanha para as europeias do Partido Democrático do Atlântico (PDA). A jovem de 27 anos é professora de educação moral, religiosa e católica na escola da Apelação, na periferia de Lisboa, onde vivem muitos afrodescententes. “Infelizmente, a Apelação tem vindo a ser conhecida por questões ...

    Leia mais
    dilma.pagina

    Leia íntegra do primeiro pronunciamento da presidente eleita Dilma Rousseff

    PRONUNCIAMENTO DE 31 DE OUTUBRO DE 2010 Minhas amigas e meus amigos de todo o Brasil, É imensa a minha alegria de estar aqui. Recebi hoje de milhões de brasileiras e brasileiros a missão mais importante de minha vida. Este fato, para além de minha pessoa, é uma demonstração do avanço democrático do nosso país: pela primeira vez uma mulher presidirá o Brasil. Já registro portanto aqui meu primeiro compromisso após a eleição: honrar as mulheres brasileiras, para que este fato, até hoje inédito, se transforme num evento natural. E que ele possa se repetir e se ampliar nas empresas, nas instituições civis, nas entidades representativas de toda nossa sociedade. A igualdade de oportunidades para homens e mulheres é um principio essencial da democracia. Gostaria muito que os pais e mães de meninas olhassem hoje nos olhos delas, e lhes dissessem: SIM, a mulher pode! Minha alegria é ainda maior ...

    Leia mais
    dilma_filhos

    A Cor do mapa

    Por: Marcos Coimbra   Enquanto proliferam explicações e opiniões a respeito da vitória de Dilma, é preciso estar atentos aos fatos. Sem eles, ficam somente as impressões e as versões. Algumas sequer nascem da interpretação de alguém, com a qual se pode concordar ou discordar. São as mais perigosas, pois não estão claramente marcadas com um sinal de autoria. Por não tê-lo, terminam parecendo verdades naturais, como se fossem apenas "dados de realidade". Tome-se o modo como a mídia costuma apresentar os resultados da eleição, sempre através de mapas. Todos os veículos os usam, colorindo os estados onde Dilma ganhou de uma cor e aqueles onde Serra se saiu melhor de outra. Não por acaso, pintam os primeiros de vermelho e os outros de azul. Vistos sem maior reflexão, esses mapas mostram um retrato enganoso da eleição. Pior, podem induzir a uma impressão equivocada e a versões incorretas sobre a ...

    Leia mais
    marina-twitter

    Pelo twitter, Marina Silva parabeniza a nova presidente do Brasil

    Por: Ticiani Aguiar   Após a divulgação oficial do resultado eleitoral, a senadora Marina Silva (PV-AC), candidata no primeiro turno à sucessão presidencial, parabenizou Dilma Rousseff pela vitória. "Quero parabenizar a ministra Dilma duas vezes. Por sua eleição como presidente e por ser a primeira mulher eleita para o cargo na República. Esta eleição é uma festa de democracia. Ela possibilita a escolha daqueles que vão dirigir os rumos do país", escreve. A senadora destacou ainda que a Dilma era a candidata de uma parte dos brasileiros, mas, a partir de agora, é a presidente eleita para todos nos próximos quatro anos. Para finalizar, Marina, que é missionária da Assembleia de Deus, desejou força e sabedoria a Dilma. "Que Deus lhe dê força e sabedoria para conduzir nosso belo país", completou. A expectativa é de que, ainda hoje, Marina conceda uma entrevista coletiva, em Brasília, para comentar o resultado da ...

    Leia mais
    dilma_vence_grande_site_ae

    Dilma vence e é eleita a primeira mulher presidente do Brasil

      A candidata do PT, Dilma Rousseff, venceu a disputa pela Presidência da República, sendo eleita a primeira mulher presidente do Brasil. A petista derrotou o adversário José Serra (PSDB) no segundo turno das eleições, neste domingo (31), de acordo com os dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).   Conheça a trajetória da 1ª mulher eleita presidente do Brasil Aos 62 anos, a mineira chega à Presidência após ser escolhida por Luiz Inácio Lula da Silva para sucedê-lo; isso depois de ter enfrentado a ditadura militar, comandado o principal ministério do governo Lula (a Casa Civil); vencido um câncer no sistema linfático e se tornado avó pela primeira vez, ainda no primeiro turno das eleições. Até então desconhecida pelo eleitorado, pois nunca havia disputado uma eleição, Dilma passou a liderar a corrida pela sucessão presidencial no final do primeiro semestre deste ano, sendo beneficiada pela aprovação recorde do governo atual. ...

    Leia mais
    vitoria_dilma_presidente

    Discurso da vitória de Dilma Rousseff

    Minhas amigas e meus amigos de todo o Brasil, É imensa a minha alegria de estar aqui. Recebi hoje de milhões de brasileiras e brasileiros a missão mais importante de minha vida. Este fato, para além de minha pessoa, é uma demonstração do avanço democrático do nosso país: pela primeira vez uma mulher presidirá o Brasil. Já registro portanto aqui meu primeiro compromisso após a eleição: honrar as mulheres brasileiras, para que este fato, até hoje inédito, se transforme num evento natural. E que ele possa se repetir e se ampliar nas empresas, nas instituições civis, nas entidades representativas de toda nossa sociedade. A igualdade de oportunidades para homens e mulheres é um principio essencial da democracia. Gostaria muito que os pais e mães de meninas olhassem hoje nos olhos delas, e lhes dissessem: sim, a mulher pode!Minha alegria é ainda maior pelo fato de que a presença de uma mulher ...

    Leia mais
    sensus-30-10

    CNT/Sensus: Dilma tem 50,3% e Serra, 37,6%

    Pesquisa CNT/Sensus divulgada na véspera do segundo turno confirma o favoritismo da candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, sobre o tucano José Serra. De acordo com o levantamento, realizado entre os dias 28 e 29 de outubro, a presidencivel petista possui 50,3% das intenções de voto, contra 37,6% de Serra. A diferença entre eles, portanto, é de 12,7 pontos percentuais. Na pesquisa anterior, feita entre os dias 23 e 25 deste mês, a petista tinha 51,9% contra 36,7% do tucano. A ex-ministra da Casa Civil soma 57,2% dos votos válidos (desconsiderados os votos nulos, em branco e os eleitores indecisos), enquanto o tucano chega a 42,8%. Na pesquisa espontânea, quando os nomes dos candidatos não apresentados aos entrevistados, Dilma também lidera, com 48,9% a 37%. A pesquisa ouviu 2.000 eleitores em 136 municípios e foi registrada sob o número 37919/2010. A margem de erro é de 2,2 ...

    Leia mais
    Página 1 de 27 1 2 27

    Últimas Postagens

    blank

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist