Assista “Oliveira Oliveira sou eu e você”, novo clipe de Rafa Rafuagi

Trata-se da música-tema da “Exposição Palmares não é só um, são milhares”, onde Rafa Rafuagi é um dos Curadores, em homenagem a Oliveira Silveira e o Cinquentenário do 20 de novembro, dia da Consciência Negra. O Rap foi produzido por Jay Gueto da Gueto Anonimato, com produção audiovisual de Gabriel Job da Granja Fillms. A exposição está no Museu Antropológico do Rio Grande do Sul aberta gratuitamente, até 30 de maio de 2022.

“É a possibilidade de se levar a história negra para dentro do museu antropológico é um movimento de conquista e de inspiração a outros espaços. Uma grande oportunidade das escolas visitarem e conhecerem mais sobre a história das periferias gaúchas e do movimento negro do RS”

Partindo da instituição do 20 de Novembro como data da Consciência Negra, a exposição contextualiza o engajamento dos movimentos negros nacionais no panorama regional como os debates travados por décadas no período pós-abolição, a criação da imprensa negra e os primeiros coletivos e lideranças que influenciaram o campo reflexivo em que o Grupo Palmares atuou nos anos 1970. Visando as aspirações compartilhadas do coletivo de Porto Alegre com grupos ativistas de todo o país e a produção crítica no campo da memória, a mostra apresenta a proposição da data de Zumbi dos Palmares em seu contexto de luta e afirmação da consciência e do protagonismo negro.

A exposição se dedica, também, às ações de resistência de diversas organizações, como os Clubes Sociais Negros e as Comunidades Quilombolas, além de propor outro olhar para os acontecimentos que marcam as trajetórias negras no Estado, na perspectiva de suas relações com o tradicionalismo gaúcho. Finalmente, convida o público a conhecer as novas gerações e suas proposições afrofuturistas nas formas de lidar com as memórias negras e suas propostas para o futuro.

Permeando os sete grandes módulos em que a exposição é dividida, há o poeta, professor e pesquisador gaúcho Oliveira Silveira (1941-2009), figura com destacada liderança e atuação no Grupo Palmares.

A curadoria é de agentes e pesquisadores negras e negros, de notório saber e reconhecido trabalho nas temáticas afins. A concepção expográfica ficou a cargo de Rodrigo Shalako.

Mostra: Palmares não é um só, são milhares: 50 anos do 20 de Novembro
Quando: até 30 de maio de 2022
Onde: Memorial do Rio Grande do Sul, rua Sete de Setembro, 1.020 (na praça da Alfândega), Porto Alegre
Visitação: de terça a domingo, das 10h às 18h
Agendamento de grupos: (51) 3224-7159

+ sobre o tema

Prêmio da Música Brasileira

O Theatro Municipal do Rio de Janeiro sediou anteontem...

EUA aprovam produção de 1ª pílula para prevenir transmissão do HIV

Truvada, do laboratório Gilead Sciences, foi autorizado por agência...

Pensamento Insanos: Lá vem o sol – make iluminada

E o que podemos fazer para dar um ânimo...

para lembrar

Morre o Maestro Estevão Maya-Maya aos 78 anos

O maestro, cantor, compositor, escritor e professor Estevão Maya-Maya morreu na...

‘Muitos brancos esquecem a raiz negra do rock’, diz Will Cahoun, do Living Colour

“Devo prestar homenagem a uma das minhas artistas mais...

Dani Nega lança a música Sai Boy

Dani Nega lança a música "Sai Boy" acompanhada de...
spot_imgspot_img

Quem é Linda Martell, citada em “Cowboy Carter”, novo álbum de Beyoncé?

O esperado novo álbum de Beyoncé contém uma música que leva o nome de uma mulher que parece ter sido a inspiração para o projeto. “Act...

Beyoncé revela que Stevie Wonder tocou gaita em uma das faixas de seu novo disco ‘Cowboy Carter’; ouça

Beyoncé revelou que Stevie Wonder tocou gaita em "Jolene", uma das faixas do seu novo disco "Cowboy Carter". A informação foi dada pela própria cantora durante o...

Beyoncé diz que seu novo disco nasceu de experiência de rejeição no country

Beyoncé divulgou nesta terça-feira (19) a capa do seu novo disco "Cowboy Carter", o segundo capítulo de uma coleção que começou com "Renaissance", de...
-+=