Ataque de Ciro leva PT a suspender negociação em São Paulo

O PT de São Paulo suspendeu ontem as negociações que mantinha com oito partidos em favor da candidatura de Ciro Gomes (PSB) ao governo estadual. A suspensão foi provocada pela declaração de Ciro, em entrevista à Folha de São Paulo, de que o PT paulista é um desastre. De acordo com Edinho Silva, presidente do diretório estadual petista, o partido só voltará a falar com Ciro se ele se retratar. Em caso contrário, lançará a candidatura do senador Aloizio Mercadante à sucessão estadual.

Ciro disse à Folha que “o PT é um desastre, lá em São Paulo especialmente. Por tudo o que aconteceu. Estou falando do desastre de confiabilidade, de confiança da população. (…) Os principais quadros do partido, justa ou injustamente, entraram num problema. Não é brincadeira não, rapaz. José Dirceu, Genoino, Mercadante, Marta, João Paulo. Não é brinquedo não”, afirmou.

Edinho Silva reagiu:
”Os ataques gratuitos do deputado ao PT paulista geram um problema no centro do campo partidário. O mesmo PT paulista atacado por Ciro, sem nenhum motivo, construiu unidade em torno de seu nome para a disputa em São Paulo. As lideranças citadas por Ciro estavam unidas em torno de sua candidatura no estado. Penso que o diálogo só pode ser mantido se existir um esclarecimento público, que imediatamente, restabeleça a relação de respeito e confiança. A construção de um processo vitorioso na disputa de projeto político pressupõe a arte de juntar forças e não de espalhar”.

De acordo com o presidente do PT paulista, o diálogo com Ciro foi comprometido.

“A declaração interrompe um processo de construção que estávamos fazendo. Nosso diálogo com Ciro dependerá do seu posicionamento público, se haverá ou não uma retratação em relação à entrevista publicada”, afirmou Edinho Silva lembrando que o PT ofereceu apoio e lealdade ao deputado e “não pode ser atacado desta maneira. Foi um ataque frontal ao partido”.

Fonte: Brasilia Confidencial

+ sobre o tema

Que escriba sou eu?

Tenho uma amiga que afirma que a gente só prova...

Em carta a Dilma, MPL lembra de índios e pede diálogo com movimentos sociais

Convidado para reunião com a presidenta, Passe Livre pediu...

Movimento negro cobra auxílio emergencial de R$ 600 e vacina para todos pelo SUS

Nesta quinta feira (18), a Coalizão Negra por Direitos,...

para lembrar

LITERATURA: 5º FAN 2009

OMO-OBA: HISTÓRIAS DE PRINCESAS Kiusam Oliveira OS NOVES...

Chomsky: “Crescimento da extrema-direita é consequência do neoliberalismo”

Em seminário realizado em SP, filosófo estadunidense alerta: a...

Sakamoto – Mesmo com proteção, ativista diz que será assassinada

Leonardo Sakamoto A repórter Ana Aranha foi ao Sul...

Produção de Madonna cancela encontro com AfroReggae, diz coordenador

Fonte: Folha OnLine-O coordenador da ONG AfroReggae, José Júnior,...

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe fim à saída temporária de presos em datas comemorativas. O líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT-BA),...

Morre o político Luiz Alberto, sem ver o PT priorizar o combate ao racismo

Morreu na manhã desta quarta (13) o ex-deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), 70. Ele teve um infarto. Passou mal na madrugada e chegou a ser...

Equidade só na rampa

Quando o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, perguntou "quem indica o procurador-geral da República? (...) O povo, através do seu...
-+=