Atletas que cometerem crimes de racismo devem ser proibidos de jogar, defende secretário baiano

O Secretário de Relações Internacionais do governo da Bahia, Fernando Schmidt, defendeu nesta terça-feira (22), em reunião no Itamaraty, que os países ibero-americanos apresentem à Federação Internacional de Futebol (Fifa) uma proposta de aumento das penalidades aos jogadores que cometerem crimes de racismo nos jogos das Copas de 2013 e 2014. Para ele, o atleta seria suspenso e proibido de jogar nas copas das Confederações e no Mundial de 2014. Atualmente, o atleta recebe apenas uma multa.

“Devemos aproveitar a mobilização e a visibilidade do tema dos jogos e dos afrodescendentes na íbero-américa para executar políticas públicas, programas e ações voltadas ao combate do racismo, à discriminação e à construção da igualdade”, defendeu Schmidt.

Até o próximo dia 30, os países ibero-americanos terão que apresentar sugestões para impulsionar a criação das medidas ao programa de apoio às políticas públicas aprovadas na AFRO XXI, realizada em novembro de 2011, em Salvador, destinadas a acabar com as desigualdades de oportunidades e a discriminação na íbero-américa.

 

Fonte: Bahia Notícias

+ sobre o tema

Tribunal da ONU condena primeira mulher por genocídio em Ruanda

Pauline Nyiramasuhuko, de 65 anos, ex-ministra de Ruanda, foi...

Chuchu com camarão, prato genuinamente brasileiro criado por africanos no século 16

A origem africana de várias comidas típicas brasileiras. A...

Em meio às obras do Metrô, grupos se mobilizam pela memória do Bixiga

Na última sexta-feira, 12, a Câmara Municipal de São...

Gil, 45 anos depois do AI-5 e prisão: ‘foram momentos de agonia’

Neste dezembro de 2013, os 45 anos do AI-5....

para lembrar

Lewis Hamilton receberá título de cidadão honorário em Brasília, diz Câmara

O piloto de Fórmula 1 Lewis Hamilton vai receber o título de...

Ídolo português, Eusébio alerta Brasil

Maior ídolo da história do futebol português, o...

Covid-19: Dois casos confirmados na Guiné-Bissau

Os dois infectados são um cidadão indiano, homem de...
spot_imgspot_img

Violência contra territórios negros é tema de seminário com movimentos sociais em Salvador

Diante da escalada de violência que atinge comunidades negras e empobrecidas da capital e no interior da Bahia, movimentos sociais, entidades e territórios populares...

Tony Tornado relembra a genialidade (e o gênio difícil) do amigo Tim Maia, homenageado pelo Prêmio da Música Brasileira

Na ausência do homenageado Tim Maia (1942-1998), ninguém melhor para representá-lo na festa do Prêmio da Música Brasileira — cuja edição 2024 acontece nesta quarta-feira (12),...

Flávia Souza, titular do Fórum de Mulheres do Hip Hop, estreia na direção de espetáculo infantil antirracista 

Após mais de vinte anos de carreira, com diversos prêmios e monções no teatro, dança e música, a multiartista e ativista cultural, Flávia Souza estreia na...
-+=