Audiência em quilombo da Bahia dimensiona violência

Salvador, 14 de agosto de 2009

 

COBERTURA

 

 

 

Luiza Bairros, Luiz Alberto e Edson Santos em quilombo baiano (Foto: Naiara Leite)

 

Audiência Pública em São Francisco do Paraguaçu

tem presença de Ministro, Deputado e Secretária

 

Os conflitos e denúncias decorrentes da situação do Quilombo de São Francisco do Paraguaçu (Cachoeira/BA) motivaram a realização de uma Audiência Pública com a presença do Ministro Edson Santos, titular da Secretaria Especial de Promoção da Igualdade (SEPPIR), do Deputado Federal Luiz Alberto (PT/BA) e de Luiza Bairros, Secretária de Promoção da Igualdade do Estado da Bahia (SEPROMI).

 

O evento aconteceu nessa quinta-feira (12), na sede da Associação dos Remanescentes do Quilombo do Paraguaçu e também recebeu representantes de outras comunidades quilombolas da região. A audiência deu maior dimensão à gravidade dos conflitos que envolvem os quilombos baianos e os grandes fazendeiros.

 

Em relatos, a comunidade de São Francisco destacou o medo estimulado pelas ameaças que vem sofrendo. “Nós vivemos pressão e ameaça todos os dias, temos medo de perder mais uma pessoa aqui, eu fui ameaçado mais uma vez por uma fazendeira, precisamos de ajuda. Minha filha está deprimida, minha mulher foi maltratada, desde dezembro não durmo direito”, afirma Crispim dos Santos, conhecido como Rabicó.

 

Ao discursar, o Deputado Federal Luiz Alberto (PT/BA) apontou a necessidade de maior agilidade na tramitação dos processos das comunidades quilombolas: “é preciso que as autoridades garantam segurança para a comunidade, e urgência nos processos de titulação das comunidades quilombolas, esse caso aqui é de morte anunciada”.

 

O Ministro Edson Santos reafirmou o interesse dos governos estadual e federal em garantir celeridade no processo. O titular da SEPPIR havia participado, no início da manhã, de uma reunião em que estavam presentes o Governador da Bahia, Jaques Wagner e secretária Luiza Bairros (SEPROMI) em que a situação dos quilombolas havia sido colocada em pauta.

 

Mais informações:
Assessoria de Comunicação
Deputado Federal Luiz Alberto (PT/BA)
Brasília: Daniela Luciana (DRT/BA 1998)
61 3215-5954 / 61 8179-9316 – [email protected]
Salvador: Naiara Leite (DRT/BA 2823)
71 2223-9149 / 71 8229-8159

+ sobre o tema

Fundo Rotativo Solidário beneficiará empreendedores do Fórum da Economia do Negro de Fortaleza (CE)

Por: Karol Assunção   Adital – Empreendedores/as da capital cearense organizados...

Raça e Cor – Eu visto esta camisa! Raça, cor e etnia no SUS

O Projeto Identidade trata da questão de direitos humanos,...

para lembrar

spot_imgspot_img

Quilombolas de Marambaia lutam por melhorias nos serviços públicos

Mesmo após a titulação, a comunidade quilombola da Ilha da Marambaia, em Mangaratiba, no Rio de Janeiro, visitada pelo presidente Luiz Inácio Lula da...

Morre o escritor Nêgo Bispo, referência da luta quilombola

A Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Quilombolas, Conaq, confirmou a morte, neste domingo, 03, do escritor e ativista Antônio Bispo dos Santos, conhecido...

Quilombolas vão à COP28 cobrar justiça climática

Comunidades tradicionais do Brasil estão presentes na COP28, conferência do clima da ONU que começou na quinta-feira (30), em Dubai, nos Emirados Árabes. Apesar disso,...
-+=