quarta-feira, dezembro 7, 2022
InícioÁfrica e sua diásporaAutores do ‘meme do caixão’ gravam vídeo em defesa da quarentena

Autores do ‘meme do caixão’ gravam vídeo em defesa da quarentena

Fonte: Hypeness

O chamado ‘meme do caixão’ ganhou as redes sociais como uma espécie de alerta aos que ainda subestimam os efeitos destrutivos da pandemia do novo coronavírus. Um grupo dos, vamos dizer assim, carregadores de caixão, mandou uma mensagem pedindo para que as pessoas permaneçam em casa.

Benjamin Aidoo, líder do grupo, aparece ao lado dos parceiros vestindo branco e, claro, com um caixão como parte da composição do cenário. “Fique em casa”, diz ele ao lado dos amigos, todos mascarados, como manda a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Em Poços de Caldas, Minas Gerais, um outdoor foi instalado nas ruas da cidade para tentar manter o máximo de pessoas possível dentro de casa. “Fique em casa ou dance com a gente”, diz o anúncio feito pela empresa de mídia Boxdoor.

Embora seja um meme, os vídeos são reais e fazem parte da cultura de Gana. Por lá, é comum que velórios e enterros sejam realizados com música e dança. Segundo eles, a prática enche de alegria a alma dos que se foram.

“Quando o cliente vem até nós, perguntamos: ‘Você quer algo solene ou um pouco mais de teatro? Ou talvez uma coreografia?’”, disse Benjamin Aidoo, chefe dos carregadores de caixão, à BBC.

O Hypeness deu detalhes sobre essa tradição ganense. Além da cantoria, muita gente pede para ser enterrada em caixões estilizados. São modelos de todos os tipos – desde caixões no formato de garrafa de Coca-Cola, até exemplares desenhados em homenagem aos animais.

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench