quinta-feira, abril 22, 2021

Tag: COVID-19

Stephany Rejani, 20 anos, moradora da periferia de São Paulo, conciliava estudos com o trabalho, mas deixou de ir à escola por causa da pandemia de covid-19 (FOTO: TONI PIRES)

“Não estudo nada há um ano. Fico em casa limpando e cozinhando”

A rotina atual de Stephany Rejani é bem diferente do que era há um ano. Antes da pandemia de covid-19, esta paulistana, de 20 anos e semblante adolescente, conciliava as aulas do ensino médio com os afazeres domésticos. Mas desde que o Governo paulista fechou as escolas públicas ela largou totalmente os estudos para se dedicar exclusivamente ao lar. “Não estudo nada há um ano. Fico em casa o dia todo limpando e cozinhando. Enquanto minha mãe trabalha, cuido do meu irmão, de 12 anos, e do meu filho, de 3”, conta Rejani, moradora do Jardim Lapena, um bairro periférico da Zona Leste de São Paulo. A crise sanitária a empurrou a cumprir um papel que historicamente coube às mulheres: o de dona de casa. Rejani não está sozinha. Como ela, milhares de meninas e adolescentes pobres das periferias do Brasil foram obrigadas a deixar seus estudos, e seus sonhos, para se dedicarem ao trabalho ...

Leia mais
Foto: Divulgação/ DHESCA

Violações ao direito à alimentação escolar durante a pandemia são objeto de relatório

A Plataforma Dhesca Brasil disponibiliza o relatório da missão sobre Violações ao Direito à Alimentação Escolar na Pandemia de Covid-19: Casos do Estado do Rio de Janeiro e do Município de Remanso (Bahia). Realizada ao longo do segundo semestre de 2020, a missão trouxe à tona violações ao Direito à Alimentação e à Nutrição Adequadas (Dhana) no contexto da distribuição de cestas de alimentos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) na pandemia. Entre as violações, foi identificado o atendimento não universal, a má qualidade dos alimentos, a irregularidade na distribuição das cestas, a falta de participação social, a ausência de prestação de contas e a interrupção da compra de alimentos da agricultura familiar. Essas violações acontecem no momento em que Brasil enfrenta a maior situação de fome das últimas décadas. O recém lançado Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia da Covid-19, realizado em dezembro de 2020, ...

Leia mais
Getty Images/iStockphoto

Na pandemia, 13,6% dos brasileiros acima de 18 anos já ficaram um dia sem refeição

Levantamento divulgado pelo Food for Justice – Power, Politics and Food Inequality in a Bieconomy, da Universidade Livre de Berlim, em parceria com pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e da Universidade de Brasília (UNB), mostra que 13,6% dos brasileiros com mais de 18% passaram ao menos um dia sem refeição, entre os meses de agosto e outubro de 2020. A pesquisa que foi feita com 2 mil pessoas, entre novembro e dezembro de 2020, mostra que a insegurança alimentar - que atingia 36,7% das famílias brasileiras em 2018 - chegou a 59,4% dos domicílios. Ainda de acordo com o estudo, 6 em cada 10 residências brasileiras tiveram dificuldade para organizar, ao menos, três refeições diárias. Os pesquisadores perguntaram se, entre os meses de agosto e outubro, algum dos entrevistados havia comido menos nas refeições porque não havia dinheiro para comprar comida, 24,4% afirmaram que sim. Ao todo, 125 milhões de ...

Leia mais
Anielle Franco (Foto: Bléia Campos)

Mães e gestantes negras na pandemia de covid-19: O desafio está ainda maior

As últimas semanas têm sido especialmente difíceis para conseguir dar conta de toda a demanda do trabalho e da maternidade. Além dos desafios que ficam restritos à minha casa e núcleo familiar, ainda tem os trazidos pela pandemia de covid-19, que se misturam intimamente com quem sou e como vivo minha vida. Na última semana li uma notícia sobre uma puérpera de Manaus que veio a óbito apenas 27 dias depois de ter dado à luz, em decorrência não da covid-19, mas da falta de ética e preparo de uma médica. Jucicleia, jovem mãe de 30 anos, morreu após sua médica considerar adequada a utilização de um tratamento experimental com hidroxicloroquina, - defendido pelo presidente Bolsonaro - sem o devido consentimento e nem a devida explicação dos riscos que ele representava. O resultado? Mais uma família destruída pela pandemia, mas principalmente, pelo negacionismo e negligência de quem deveria trabalhar para ...

Leia mais
Ana Fontes, criadora do Instituto Rede Mulher Empreendedora e da iniciativa "Heróis Usam Máscaras", que distribuiu 12 milhões de máscaras na pandemia - Foto: Renato Stockler

‘Recuperação econômica passa por investir em mulheres e estado não olha para elas’, diz finalista do Prêmio Empreendedor Social

À frente de uma rede de 750 mil empreendedoras brasileiras, a alagoana Ana Fontes criou um projeto modelo de política pública no país. "Heróis Usam Máscaras" gerou renda justa para 6.500 costureiras, distribuiu 12 milhões de máscaras, fortaleceu ONGs e movimentou pequenas economias locais. Fundadora da Rede e do Instituto Rede Mulher Empreendedora (IRME), Ana representa o Brasil no W20, braço da ONU que trata de igualdade de gênero nas 20 maiores economias. “No mundo inteiro se fala que a recuperação econômica passa por investir em mulheres e nosso estado não está olhando para elas”, diz. Para além do aspecto econômico, dar autonomia financeira e autoestima contribuem para tirar mulheres de círculos de violência. Por isso, na pandemia, o IRME fechou parceria com o Ministério Público de São Paulo para acolhê-las em seus programas. A finalista do Prêmio Empreendedor Social do Ano, que vai à votação popular na Escolha do Leitor, ...

Leia mais
Sem tomar a segunda dose da vacina contra a covid-19, a proteção fica incompleta (Foto: GETTY IMAGES)

Vacinação contra Covid na cidade de SP entre quem tem 70 anos ou mais é menor na periferia

As pessoas com 70 anos ou mais nos distritos mais pobres foram, proporcionalmente, menos vacinados contra a Covid até o momento na cidade de São Paulo. É nessas áreas que a mortalidade pela doença é maior e, por isso, mais urgente a imunização. Levantamento feito pela Folha considerou a proporção de imunizados nessa faixa etária em relação a essa mesma população em cada distrito da capital até o último dia 29. Nos 10 distritos com mais mortes de idosos por Covid, todos com IDH (índice de desenvolvimento humano) dos mais baixos do município, foram vacinados com a primeira dose, em média, 58% dos residentes nessas faixa etária. São locais como São Miguel e Guaianases, no extremo leste da capital. A cada mil idosos que moram nesses distritos, 33 morreram de Covid. Já nos 10 distritos com menor mortalidade, dos quais 8 têm IDH muito alto (acima de 0,8), 75% dos ...

Leia mais
Fachada da UPA Campo Limpo, zona Sul de São Paulo (Foto: Edson Hatakeyama)

102 mortos em março: o colapso de uma UPA administrada pelo Einstein em SP 

Foi ao lado de dez pacientes espremidos em uma sala pequena, sem ventilação e água, que dona Aureny de Almeida dos Santos, 57, viu um homem da sua idade morrer a seu lado. Era o primeiro de outros tantos óbitos que ela afirma ter visto ao longo daquele sábado enquanto suportava, sem leito, as dores e calafrios provocados pelos sintomas da covid-19. Aquela era a quarta vez que dona Aureny tentava ser atendida na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Campo Limpo, zona sul de São Paulo, administrada pela Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Hospital Albert Einstein, OS (organização social), e eleita pela prefeitura referência para tratar covid-19 na região. Na unidade, 102 pessoas morreram apenas em março esperando por um leito, segundo uma fonte que trabalha na UPA e que pediu para não ser identificada. A prefeitura e o Einstein não comentaram esse número. Em nota, a Secretaria Municipal da Saúde ...

Leia mais
Getty Images

A saúde mental de trabalhadoras após um ano de pandemia

Regina Candido, 47, sempre sonhou em ser enfermeira. Após anos trabalhando como atendente em supermercados, profissionalizou-se por meio de cursos técnicos e, aos 40 anos, realizou o sonho da graduação em enfermagem. Hoje, é pós-graduada em urgência de UTI e trauma. O primeiro cargo na profissão, no entanto, veio em meio à pandemia, para trabalhar diretamente com pacientes infectados pela COVID-19. “Apesar de toda a tristeza gerada pela doença, algumas portas foram abertas, porque a demanda é grande diante do número de pessoas com COVID-19 e superlotamento de hospitais”, diz. Linha de frente do combate à doença no país, ao lado de mais de 2 milhões de enfermeiros, sendo 85% composto por mulheres,  segundo o Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), Regina mora em Perus, extremo noroeste da capital paulista, e todos os dias gasta ao menos 3h atravessando a cidade de trem e metrô para cuidar de outras pessoas. “Minha maior ...

Leia mais
Pandemia deixar famílias brasileiras endividadas (Foto: Pixabay | ABr)

FGV: uma em cada quatro famílias tem dívida em atraso, a maior parte por causa da pandemia

Números do FGV Ibre (Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas) apontaram que uma em cada quatro famílias brasileiras possui alguém com dívidas em atraso. Mais da metade dos inadimplentes afirmam que o problema está relacionado à pandemia, com perda de emprego ou redução de salário. A pesquisa foi realizada de 1º a 24 de março, com 1.644 consumidores. As informações foram publicadas De acordo com o levantamento, 26% dos entrevistados vivem em lares em que há pelo menos uma pessoa com dívidas em atraso. O percentual é de 44% para famílias com renda de até R$ 2.100 e diminui para 10% nas residências com renda de mais de R$ 9.600 Para 54% das famílias com dívidas em atraso, a inadimplência aconteceu nos últimos seis meses por causa da pandemia. O percentual aumenta para 79% na primeira faixa de renda e cai para 33% na de maior poder aquisitivo. ...

Leia mais
Vacinação completou dois meses em São Paulo | Magno Borges/Agência Mural

São Paulo vacinou 3 vezes mais pessoas identificadas como brancas do que negras

A vacinação contra a Covid-19 na população começou há pouco mais de dois meses na cidade de São Paulo. Desde 5 de fevereiro, 1,5 milhão de moradores receberam, pelo menos, a primeira dose da vacina. A campanha, que é dividida por grupos prioritários, foi iniciada por profissionais da saúde e depois com pessoas de 90 anos ou mais, e reduzida gradativamente até chegar à população com 68 anos de idade – a partir do último dia 26 de março. Embora a cor/raça do vacinado nem sempre seja um critério anotado no momento da vacinação (57% dos que receberam a vacina não tinham informação a esse respeito), dados obtidos pela Lagom Data, a pedido da Agência Mural, mostram que, até o dia 10 de abril, a capital paulista tinha vacinado três vezes mais brancos do que negros. Entre 5 de fevereiro e 10 de abril, considerando aqueles que tiveram a cor/raça ...

Leia mais
Sem tomar a segunda dose da vacina contra a covid-19, a proteção fica incompleta (Foto: GETTY IMAGES)

Covid-19: os riscos de não tomar a segunda dose da vacina

Num café da manhã com jornalistas realizado na última terça-feira (13/04) em Brasília, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que mais de 1,5 milhão de brasileiros não voltaram aos postos de saúde para receber a segunda dose da vacina contra a covid-19. De acordo com o Ministério da Saúde, São Paulo é o estado com o pior índice, com mais de 343 mil atrasados. Na sequência, aparecem Bahia (148 mil) e Rio de Janeiro (143 mil). Queiroga disse que pretende reforçar as campanhas para que todos completem o esquema vacinal. Para isso, vai contar com o apoio do Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Conass). A informação do ministro foi complementada pela coordenadora do Programa Nacional de Imunizações (PNI), Francieli Fantinato. A especialista pediu que todos aqueles que tomaram a primeira dose e já esperaram o intervalo mínimo necessário retornem até o local de vacinação mais próximo para completar ...

Leia mais
Anielle Franco (Foto: Bléia Campos)

Educação e saúde: Será que é a hora de reabrir nossas escolas?

Esta semana, no Rio de Janeiro, fomos surpreendidas com a notícia que as escolas serão reabertas neste que é o pior momento da pandemia no Brasil. Após uma forte disputa, o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro decidiu que mesmo o Rio de Janeiro registrando pessoas morrendo à espera de leitos de UTI, nós, professores e alunos, devemos retornar à sala de aula. O cenário onde a justiça toma tal decisão não poderia ser pior. A determinação aconteceu na mesma semana em que pela primeira vez na história do país, o número de mortes ultrapassou o número de nascimentos na região sudeste, foram 13.998 nascimentos contra 15.967 óbitos no mesmo período. Nessa mesma semana, batemos mais um recorde de mortes, com mais de 4 mil óbitos por covid-19 em 24 horas e com a vacinação só agora chegando a 10% da população tendo tomado a primeira dose, e menos ...

Leia mais
Foto: Getty Images

O Congresso vai atrasar a sua vacina

São duas notícias em uma: para a exígua minoria branca e empresária, as vacinas contra a Covid-19 devem chegar antes da hora. Antes da sua dose, inclusive, mesmo que você faça parte de um grupo com maior risco de contrair ou desenvolver a forma grave da Covid-19. E esta é a segunda notícia: a sua vacina vai atrasar porque empresários e parlamentares decidiram aprovar um projeto de lei que praticamente acaba com todas as condicionalidades para a aquisição e administração de vacinas pela iniciativa privada. Eles se agarram aos detalhes incluídos de última hora no texto do PL 948/2020 para rechaçar a pecha de furões. Mas não se engane: na prática, integrantes da elite branca brasileira —aqueles mesmos que se opõem a medidas de isolamento, ignoram a máscara, abraçam tratamentos ineficazes, são contra o auxílio emergencial e apoiam um governo absolutamente eficaz em sua política de ​morte— acabam de aplicar ...

Leia mais
Foto: Sérgio Lima/Poder360

Barroso, do STF, manda Senado instalar CPI da Covid, em revés para Bolsonaro

O ministro Luís Roberto Barroso, do STF (Supremo Tribunal Federal), mandou o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), instalar uma CPI da pandemia da Covid-19. Em sua decisão, Barroso afirmou que estão presentes os requisitos necessários para a abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito, incluindo a assinatura favorável de mais de um terço dos senadores, e que o chefe do Senado não pode se omitir em relação a isso. Além do potencial de agravar a crise política e da insatisfação do presidente Jair Bolsonaro, a determinação do ministro do STF retomou a discussão —acalorada nos últimos meses— sobre a disputa por protagonismo e a interferência entre Poderes. Em entrevista à CNN Brasil, Bolsonaro disse que "não há dúvida de que há uma interferência do Supremo em todos os Poderes". O presidente questionou ainda se, como há pedidos de impeachment de ministros do STF parados no Senado, não seria também oportuno analisá-los. Já Pacheco afirmou que ...

Leia mais
Ismael Ivo (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

Ismael Ivo, bailarino e coreógrafo, morre aos 66 anos após diagnóstico de Covid-19

O bailarino e coreógrafo Ismael Ivo morreu na noite desta quinta-feira (8), aos 66 anos, por complicações da Covid-19, informou sua assessoria. Ele estava internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Ismael Ivo se notabilizou após atuar por mais de três décadas na Europa. Em 2017, assumiu a direção do Balé da Cidade de São Paulo. A assessoria informou que o artista estava internado havia um mês e chegou a ser intubado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). Ainda de acordo com a assessoria, Ivo melhorou e foi para um quarto. Mas o quadro piorou na última madrugada. Até a última atualização desta reportagem, por volta de 6h50, ainda informações sobre o sepultamento do corpo do bailarino. A cerimônia será restrita a amigos próximos e familiares. De origem humilde, nascido na Vila Ema, Zona Leste de São Paulo, Ismael Ivo foi criado apenas pela mãe, empregada doméstica, que morreu em ...

Leia mais
Foto: Siphiwe Sibeko

A Luta Contra o Racismo e as Fake News Sobre as Vacinas para a Covid-19

O mês de março marca mais um triste recorde para o Brasil em relação ao número de mortos e infectados pela Covid-19. Ao longo de toda a pandemia, a população negra, da cidade e do campo, tem sido desproporcionalmente afetada pelo SARS-CoV-2, sua taxa de mortalidade é, pelo menos, duas vezes maior que a da população em geral, configurando um verdadeiro massacre entre os grupos mais vulnerabilizados do país.  No dia 21 de março de 1960, na cidade de Johanesburgo, na África do Sul, cerca de 20 mil cidadãos negros, mobilizados pelo Congresso Pan Africano, protestavam pacificamente contra a chamada “Lei do Passe”, que os obrigava a portar cartões de identificação indicando os locais por onde podiam circular. Pesadas penalidades eram aplicadas a quem não apresentasse o documento ou circulasse por áreas limitadas para brancos. Vigorava, então, o odioso regime racista do Apartheid, em que uma minoria branca dominava com ...

Leia mais
Cemitério da Vila Formosa, em São Paulo (Imagem: Nelson Almeida/AFP)

Templos abertos: Fundamentalismo ignora 4.000 mortes em nome dos ‘costumes’

O fundamentalismo reformado (de igrejas calvinistas) e (neo)pentecostal estão longe de qualquer semelhança da mensagem de Jesus. Seu cuidado com as pessoas está cada vez mais comprometido com qualquer coisa —inclusive com a morte— desde que preserve o que consideram ser a "pauta dos costumes" deles. É impossível pensar no ponto que o Brasil chegou nas últimas semanas letais da pandemia sem que se leve a sério as implicações da base religiosa-teológica que esses grupos têm proporcionado. Já não há mais fé nem sensibilidade religiosa. Eles são os fornecedores da "consciência tranquila" de quem governa um país em que o número de mortes só aumenta diariamente. O STF (Supremo Tribunal Federal) julga hoje (7) se libera ou não a realização de missas e cultos presenciais em meio ao agravamento da pandemia de covid-19 no país. O julgamento acontece após decisão do ministro Kassio Nunes Marques, cuja liminar permite a abertura dos templos. ...

Leia mais
Foto: Agência Pública

Quase 117 milhões de brasileiros não se alimentam como deveriam, aponta pesquisa

A pandemia tem muitos reflexos e um dos mais cruéis aqui no nosso país é a fome. Segundo um novo estudo, que traz uma série de dados preocupantes, quase 117 milhões de brasileiros não se alimentam como deveriam, com qualidade e em quantidade suficiente. Destes, 19 milhões não tem nem o que comer. A fome no Brasil também tem cara e tem cor: mulheres da periferia, chefes de família, negras, com pouco estudo. A pesquisa, feita em 128 municípios, mostra que a pandemia acelerou um processo que o país já estava enfrentando desde 2015. No Norte e Nordeste estão os maiores percentuais de perda de emprego, redução de rendimento familiar e corte de despesas. Quase quase 60% dos entrevistados dessas regiões contaram com auxilio emergencial. A nova rodada do benefício começa a ser paga na próxima terça-feira (6) para quem já está cadastrado no aplicativo da Caixa ou no Cadastro ...

Leia mais
Manuela Hermes de Lima (Arquivo Pessoal)

Manuela Hermes de Lima: O Envelhecer e o Racismo no Brasil

“Quando você me vir caminhando, tropeçando, não analise e entenda errado. Porque cansaço não é igual à preguiça e nem todo adeus é uma partida. Continuo a mesma pessoa que era antes, com um pouco menos de cabelo e um queixo menor, muito menos pulmões e muito menos fôlego, mas ainda tenho sorte de poder inspirar”.  Maya Angelou, Sobre Envelhecer, Poesia Completa.   Há um ano a Organização Mundial da Saúde declarava a pandemia, alertando sobre os perigos da propagação do vírus SARC-Cov-2 e sua letalidade, enumerando os grupos considerados como de risco, assim compreendidas pessoas idosas e àquelas com comorbidades. Algumas terminologias são utilizadas para fazer referência às pessoas com mais de 60 anos, categorizadas e incluídas no rol de pessoas idosas. Em razão do termo pejorativo e até dos estereótipos construídos em torno de expressões como velho/a, melhor idade, terceira idade, adotaremos a expressão pessoa idosa no presente artigo. No Brasil ...

Leia mais
Banco de Imagens Pixabay

‘A Covid é só mais uma das pandemias que enfrentamos’, diz líder de Paraisópolis que trabalhou ao lado do Pastor do Funk

As vielas de Paraisópolis são testemunhas das mais diversas histórias. Na Três Corações, Igor Alexsander fazia atendimentos a jovens e intermediava conflitos durante a noite do baile funk. Na viela Conceição, Renata Alves produziu comerciais e novelas que circularam o país tendo a favela como cenário. A relação de Igor e Renata com as ruas e a comunidade de Paraisópolis foi fundamental para mitigar os efeitos da pandemia na segunda maior favela de São Paulo. Igor, 26, nasceu na Paraíba. Teve uma infância curta. Aos 11, conheceu as drogas e o crime organizado. O pai, taxista, passava a madrugada trabalhando. Aos 16, saiu de casa e deixou Campina Grande. Morou na rua, passou fome e conflitos pessoais, até que a missão de uma igreja evangélica o levou a Paraisópolis, em 2017. Igor Alexsandre, o Pastor do Funk, coordenou as casas de acolhimento em Paraisópolis (Foto: Arquivo ...

Leia mais
Página 1 de 23 1 2 23

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist