Banco Afro atinge 30 mil clientes com salto após declaração de sócia do Nubank

Enviado por / FonteO Globo, por Rennan Setti

O Banco Afro, fintech de impacto social voltada para o público negro, cresceu de mil para 30 mil o número de contas cadastradas em apenas quatro meses. O principal impulso veio da insatisfação de consumidores com declaração de sócia do Nubank.

Em outubro, Cristina Junqueira, cofundadora da maior fintech brasileira, afirmou que tem dificuldades em contratar negros para posições de liderança por falta dos requisitos técnicos, acrescentando que o banco digital “não pode nivelar por baixo”. Cristina se desculpou pela declaração, que foi classificada de racista por movimentos sociais, mas o Nubank foi alvo de campanhas de boicote. 

Com sede em Brasília, o Banco Afro surgiu em 2018 a partir do Grupo Afro Empreendedor, um coletivo de empresas, com o objetivo de ampliar a bancarização das classes C, D e E e fortalecer o chamado “black money”. A fintech oferece conta digital, crédito, microcrédito e meios de pagamento.

A fintech, comandada pelo CEO Diego Reis, vai lançar esta semana uma ação social em que novos correntistas poderão, após processo de análise, ser beneficiados por um auxílio de R$ 600, arrecadados a partir de doações. 

Leia também: 

+ sobre o tema

Saiba quem são os deputados que propuseram o PL da Gravidez Infantil  

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (12), a...

Com PL do aborto, instituições temem mais casos de gravidez em meninas

Entre 1º de janeiro e 13 de maio deste...

‘Criança não é mãe’: manifestantes em todo o Brasil protestam contra PL da Gravidez Infantil

Diversas cidades do país receberam na noite desta quinta-feira...

para lembrar

O dia em que vendi coxinhas na manifestação

meu vizinho comprou um food truck e deixou na...

‘O Futuro Roubado’ é um livro científico que dói na cidadania

Há anos, desde que o li, se tiver de...

O homem de camisa vermelha – Por Cidinha da Silva

O vermelho inundava a cidade. Festa de Santa Bárbara....

É sórdido condenar vítima de estupro por aborto

É sórdido e apequena a política o Projeto de Lei que ameaça condenar por homicídio meninas, jovens e mulheres que interromperem gestações, ainda que...

Geledés repudia decisão da Câmara sobre aborto

Geledés – Instituto da Mulher Negra vem a público manifestar sua indignação e repúdio à decisão da Câmara dos Deputados, aprovada nesta terça-feira, 12,...

Mulheres vão às ruas contra PL que equipara aborto a homicídio; confira locais dos atos

Mulheres vão às ruas de diversas partes do país em protesto contra o avanço, na Câmara dos Deputados, do projeto de lei que equipara...
-+=