Bilionário ameaça parar com doações se Papa continuar a pedir apoio aos mais pobres

O bilionário Kenneth Langone, fundador da Home Depot, empresa varejista norte-americana de produtos para casa, enviou um aviso ao Papa Francisco durante uma entrevista no canal CNBC: pessoas “como ele” estão se sentindo ofendidas com as mensagens do Vaticano em apoio aos mais pobres.

No Msn

Para completar, disse que se o Pontífice continuasse a fazer declarações contra o capitalismo, ele iria parar com as doações que realiza.

Em um discurso realizado no Brasil em julho, o Papa Francisco pediu para “aqueles que têm posse de grandes recursos” não pararem de lutar por um mundo mais justo e solidário. “Ninguém deve se manter insensível em relação à desigualdade que enfrentamos”, afirmou Francisco.

+ sobre o tema

Menos de 1% dos municípios do Brasil tem só mulheres na disputa pela prefeitura

Em 39 cidades brasileiras, os eleitores já sabem que...

Prostituição e direito à saúde

Alexandre Padilha errou. Realizar campanhas de saúde pública é...

10 desenhos infantis inteligentes e que promovem a igualdade

Helena tem um ano e oito meses, um bebê,...

para lembrar

Sérgio Martins – Zumbi dos Palmares e outros negros.

Por: Sergio Martins     Zumbi dos Palmares, hoje herói nacional, representa um...

‘Demos mole’, diz fundador do PV sobre Rede de Marina Silva

  Alfredo Sirkis lamenta rejeição à criação do...

De pegada carbônica, filosofia slow food e ecogastronomia

Há muita gente insatisfeita com o tipo de vida...

Tucanos se complicam após lançamento de livro sobre esquema de corrupção no governo FHC

 A situação nacional do maior partido da direita brasileira,...

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe fim à saída temporária de presos em datas comemorativas. O líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT-BA),...

Morre o político Luiz Alberto, sem ver o PT priorizar o combate ao racismo

Morreu na manhã desta quarta (13) o ex-deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), 70. Ele teve um infarto. Passou mal na madrugada e chegou a ser...

Equidade só na rampa

Quando o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, perguntou "quem indica o procurador-geral da República? (...) O povo, através do seu...
-+=