quarta-feira, julho 6, 2022
InícioÁfrica e sua diásporaBoko Haram rapta mulher do vice-primeiro-ministro dos Camarões

Boko Haram rapta mulher do vice-primeiro-ministro dos Camarões

Os Camarões e outros países da África Ocidental têm aumentado as operações de defesa face às ações do grupo terrorista, depois do rapto de mais de 200 raparigas nigerianas há cerca de três meses.

O grupo radical islamita Boko Haram sequestrou a mulher do vice-primeiro-ministro dos Camarões e a líder religiosa Seini Lamine, este domingo. Os confrontos fizeram pelo menos três vítimas mortais.

O rapto aconteceu na cidade de Kolofata, no norte do país, durante um ataque  à casa do vice-primeiro-ministro. O objetivo de capturar o político não foi concretizado, uma vez que Amadou Ali se encontrava numa cerimónia do Ramadão. Mas levaram a mulher deste e alguns meios de comunicação locais estão a avançar que o irmão do membro do Governo foi morto durante o ataque.

“Confirmo que a residência do vice-primeiro-ministro dos Camarões, Amadou Ali, em Kolofata, foi alvo de um ataque por parte dos militantes extremistas Boko Haram”, afirmou uma porta-voz do Governo dos Camarões, Issa Tchiroma, citada pela Reuters. “Infelizmente, levam a mulher de Amadou Ali. Também houve um ataque à residência de Lamine, que resultou no seu sequestro”, especificou a porta-voz, acrescentando que pelo menos três pessoas foram mortas no decorrer dos confrontos.

Na última quinta-feira, morreram dois soldados dos Camarões, numa tentativa de defender uma vila dos tiroteios das milícias.

Os Camarões e outros países da África Ocidental têm aumentado as operações de defesa face às ações do Boko Haram, depois do rapto de mais de 200 raparigas nigerianas há cerca de três meses.

O grupo terrorista já fez milhares de vítimas, incluindo mais de 2000 civis mortos este ano.

Fonte:Expresso

 

Artigos Relacionados
-+=