Canoas: Incra dá título oficial ao quilombo Chácara das Rosas

Fonte: Diário de Canoas –

Canoas – As 24 famílias descendentes de Manoel Barbosa, negro que lutou na Guerra do Paraguai, e que residem no quilombo Chácara das Rosas, no bairro Marechal Rondon, receberam ontem a titularidade oficial da área de 3.619 metros quadrados. Com programação especial, valorizando a cultura quilombola, a solenidade foi prestigiada pelo presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, Rolf Hackbart, e pelo prefeito Jairo Jorge, entre outras autoridades.

“Esta comunidade é o Planeta da alegria, esperança, paz, cultura e da cidadania. Viva o Chácara das Rosas e as conquistas que estamos realizando hoje”, desabafou o prefeito Jairo Jorge, último orador, minutos após assinar o documento, com o presidente do Incra, e a presidente da Associação Quilombola Chácara dos Rosas, Isabel Cristina Genelício. Para o presidente do Incra, a titulação é um passo decisivo para diversos outros avanços e conquistas para a comunidade. “A titulação é a carteira de identidade da terra. Sem ela, não se realiza a conquista de outras políticas”, declara.

REAÇÃO – Moradora no local há 20 anos, Rosângela Lourenço estava contente pela conquista. ‘‘Muda bastante. A gente era discriminado. Agora passa a ter o respeito da cidade’’, comenta. Nos últimos seis meses, ela integra as aulas de bordado, oferecidas através do Movimento Ação por Canoas (Maca). ‘‘Estamos levando nossos trabalhos para o Capão do Corvo e lojas de Canoas e Porto Alegre’’, revelou, orgulhosa. Outras atividades desenvolvidas no quilombo são oficinas de hip hop e capoeira, além de escola de samba própria. Com a exposição de quadros, artesanato e alimentos, eles apresentaram elementos da cultura negra de matriz africana. Parte do acervo de 130 livros, jornais e revistas da biblioteca itinerante Biblioafro também foi levado ao local.

O 3º Grito dos Excluídos de Canoas reuniu centenas de pessoas em caminhada da praça da Sé até o quilombo Chácara das Rosas, ambos locais no bairro Marechal Rondon. Com faixas e carro de som, representantes de minorias, de sindicatos e de movimentos sociais pediram vida digna para todos.

Ontem o prefeito anunciou ainda que a comunidade será beneficiada com 24 unidades habitacionais pelo programa Minha Casa, Minha Vida. Os moradores foram previamente inscritos e estão automaticamente contemplados. O projeto, pioneiro no Brasil para um quilombo, é uma parceria com a Caixa.

Matéria original

+ sobre o tema

Thiaguinho tem tipo de tuberculose comum entre jovens, diz médico

Doença é adquirida pelo ar e atinge membrana ao...

Ellis Marsalis Jr., pianista e lenda do jazz, morre aos 85 anos vítima do coronavírus

Americano é patriarca de família de músicos, entre eles...

Cantor do Racionais MC’s, Mano Brown apresenta show de soul e musica black

Há 25 anos à frente dos Racionais MC's, o...

Mercedes quer Hamilton como sucessor de Schumi, diz jornal

Segundo o 'Bild', piloto inglês é bem visto pelos...

para lembrar

O Monumento Nelson Mandela

Artista sul-africano Marco Cianfanelli construiu um monumento para reconhecer...

Jogador nigeriano expulso de campo, é ameaçado de morte

Por: Robson Lessa | France Presse Atenção redobrada com...

Jamaica

A Jamaica tem uma cultura riquíssima. O...
spot_imgspot_img

Cientistas revelam mistério por trás dos antiquíssimos baobás, as árvores da vida

Cientistas afirmam ter resolvido o mistério em torno da origem dos antigos baobás. De acordo com análises de DNA, as árvores teriam surgido pela primeira...

iAMO lança seu programa de residência artística audiovisual durante Festival de Cannes

O Instituto Audiovisual Mulheres de Odun (iAMO), presidido pela cineasta Viviane Ferreira, anuncia na sexta-feira, 17 de maio, o lançamento do seu Programa de...

‘Está começando a segunda parte do inferno’, diz líder quilombola do RS

"Está começando a segunda parte do inferno", com esta frase, Jamaica Machado, líder do Quilombo dos Machado, de Porto Alegre, resumiu, com certo desânimo, a nova...
-+=