CEARÁ: IX Semana Paulo Freire

 

A Semana Paulo Freire chega a sua nona edição repleta de palestras, mini-cursos e uma nova exposição no Museu do Ceará. Durante cinco dias os participantes vão acompanhar e integrar discussões sobre movimento negro, influências africanas, a memória nacional e os modos de lembrar o patrimônio. Integrante da Semana Nacional da Consciência Negra, a Semana – cujo nome lembra o importante filósofo e educador brasileiro – vai trazer, entre os convidados, Márcia Chuva da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Na sexta-feira (19), a professora apresenta o estudo realizado em Cachoeira, na Bahia. “A questão afrodescendente é muito marcante nesta cidade”, pontua. Segundo a acadêmica, é interessante ver como os modos de cultivo, extração e produção estão ligados aos costumes africanos. No mesmo dia, Márcia Chuva irá ministrar oficina e lançar Os arquitetos da memória: sociogênese das práticas de preservação do patrimônio cultural no Brasil (anos 1930–1940). O livro lembra os 20 anos do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Além das discussões, amanhã (16) também será inaugurada a exposição Uma leitura da imagem estadonovista: Norte e Nordeste na batalha da borracha, sob curadoria da professora Maria Liege. Baseado na tese de doutorado da acadêmica, o trabalho percorre através de imagens a marcha para a Amazônia brasileira realizada pelos nordestinos. De acordo com Maria Liege, o sonho de encontrar o “Eldorado” era alimentado pelas fotografias retratando um lugar perfeito, bem estruturado e com oportunidades. “Esses homens foram seduzidos pela terra”, conta. Entretanto, o manejo dos seringais tornou-se quase tão exaustivo quando a seca nordestina.

SERVIÇO

IX SEMANA PAULO FREIRE

Período: De amanhã (16) até sábado (20).

Local: Museu do Ceará (Rua São Paulo, 51 – Centro).

Inscrição e outras infor.: (85) 3101 2607/3101 2610

Exposição: Uma leitura da imagem estadonovista: norte e nordeste na batalha da borracha (1940-1945), com curadoria de Maria Liege.

Visitação: A partir de amanhã (16) até a primeira semana de dezembro também no Museu do Ceará.

Acesso: Entrada franca.

Outras informações: 3101 2609.

Fonte: O Povo Online

+ sobre o tema

Emicida: “Sou um soldado do rap”

 YUMBER VERA ROJAS A nova estrela do hip hop brasileiro...

52 anos de Star Trek, série que mudou o mundo com ficção científica de primeira

Em 8 de setembro de 2016, comemoramos o cinquentenário de Star...

Lázaro Ramos: ‘Mostrar afeto por nossos traços é uma mensagem muito forte’

Caso eu me arriscasse a escrever uma biografia de...

para lembrar

Quenianos poderão processar Reino Unido por torturas coloniais

Por Estelle Shirbon   LONDRES, 5 Out (Reuters) - Três idosos...

Nova rainha de bateria da Portela, Sheron Menezes visita barracão da escola

Sheron Menezes já começou a viver seus dias de rainha...

Rihanna respeita a cultura local e faz show toda coberta em Abu Dhabi

A cantora Rihanna se apresentou em Abu Dhabi, nos...

O desafio de ser uma bailarina negra em uma única foto

Todas as bailarinas se comprometem com os rituais das...
spot_imgspot_img

Tony Tornado relembra a genialidade (e o gênio difícil) do amigo Tim Maia, homenageado pelo Prêmio da Música Brasileira

Na ausência do homenageado Tim Maia (1942-1998), ninguém melhor para representá-lo na festa do Prêmio da Música Brasileira — cuja edição 2024 acontece nesta quarta-feira (12),...

Flávia Souza, titular do Fórum de Mulheres do Hip Hop, estreia na direção de espetáculo infantil antirracista 

Após mais de vinte anos de carreira, com diversos prêmios e monções no teatro, dança e música, a multiartista e ativista cultural, Flávia Souza estreia na...

Violência contra territórios negros é tema de seminário com movimentos sociais em Salvador

Diante da escalada de violência que atinge comunidades negras e empobrecidas da capital e no interior da Bahia, movimentos sociais, entidades e territórios populares...
-+=