Comissão analisa 105 processos que envolvem atos de discriminação por raça ou cor em São Paulo

Casos são avaliados por mediadores de conflitos e denunciado pode ser advertido ou multado. Denúncias podem ser feitas pela internet.

Por G1 

Artesã Esperança Santana vive na comunidade remanescente de quilombo Sapatu, em Eldorado — Foto- Divulgação:Secretaria de Justiça

No dia em que a abolição da escravatura completa 131 anos, a Comissão Especial de Discriminação Racial da Secretaria da Justiça informou nesta segunda-feira (13) que estão em andamento 105 processos que envolvem atos de discriminação por raça ou cor no estado de São Paulo.
Segundo a secretaria, os processos são avaliados por mediadores de solução de conflitos. Se não houver acordo entre as partes, o denunciado pode ser advertido ou multado. É possível denunciar atos de discriminação racial pelo site da secretaria.

No dia 25 de março, Fernanda Vicentina da Silva relata ter sido impedida de comprar sorvete para os filhos de sete e três anos na loja do McDonald’s da Rua Domingos de Moraes. O Ministério Público abriu um inquérito civil para investigar o caso. A rede informou, por meio de nota, que o funcionário terceirizado foi afastado até que tudo seja esclarecido.

Comunidades remanescentes de quilombos

A Fundação Itesp, ligada à Secretaria de Justiça, trabalha no reconhecimento da comunidade quilombola Abobral Margem Direita, em Eldorado, no Vale do Ribeira, sul do estado de São Paulo. A previsão é a de que a comunidade, com 44 famílias, seja reconhecida até o final deste ano
Com o reconhecimento, os agrônomos, veterinários e técnicos agrícolas da Fundação passam a prestar os serviços gratuitos de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater). A atividade envolve produção com técnicas de plantio, cuidados com o solo e educação ambiental.
Desde 1998, a Fundação reconheceu 36 comunidades quilombolas em São Paulo, 29 no Vale do Ribeira, sendo 6 tituladas em terras públicas estaduais. Ao todo, 1.445 famílias vivem nessas áreas.

+ sobre o tema

Banco americano pagará US$ 2 milhões por discriminar hispânicos e negros

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos informou nesta...

Racismo no futebol italiano leva autoridades a fechar estádio do Milan

Jogador do Milan Riccardo Montolivo reage durante partida contra...

Deputados pedem que Alckmin se abra a debate democrático sobre cotas

Audiência na Assembleia Legislativa tem críticas por projeto...

para lembrar

Abuso policial mancha direitos humanos no Brasil

As prisões superlotadas e os abusos cometidos pelas...

Considerado ‘racista’, grafite de Banksy é destruído na Inglaterra

Um novo grafite do artista plástico Banksy na Inglaterra,...

A pena vermelha – Um conto de cor

Era uma manhã como muitas outras. Daquelas que começam...
spot_imgspot_img

Nem a tragédia está imune ao racismo

Uma das marcas do Brasil já foi cantada de diferentes formas, mas ficou muito conhecida pelo verso de Jorge Ben: "um país tropical, abençoado...

Futuro está em construção no Rio Grande do Sul

Não é demais repetir nem insistir. A tragédia socioclimática que colapsou o Rio Grande do Sul é inédita em intensidade, tamanho, duração. Nunca, de...

Kelly Rowland abre motivo de discussão com segurança em Cannes: ‘Tenho limites’

Kelly Rowland falou à imprensa sobre a discussão que teve com uma segurança no tapete vermelho do Festival de Cannes durante essa semana. A cantora compartilhou seu...
-+=