Companhia aérea se desculpa após acusar jogadores de basquete de furto

Aeromoça expulsou jovens, presenteados com cobertores da 1ª classe

Do O Globo 

Jogadores foram acusados de furto injustamente – Reprodução/Instagram

— A companhia aérea American Airlines se desculpou com dois jogadores do time de basquete Memphis Grizzlies, da G League, afiliada à NBA, que foram expulsos de um voo em Dallas, nos Estados Unidos, acusados injustamente de terem furtado cobertores. Uma comissário de bordo negra culpou Marquis Teague e Trahson Burrell, também negros, de pegarem mantas da primeira classe que haviam sido dadas de presente a eles por passageiros.

Os dois jogadores embarcaram no avião, operado pela Envoy Air, na noite de Natal, a caminho de um jogo no estado de South Dakota. Dois passageiros na primeira classe deram seus cobertores a Teague e a Burrell enquanto eles caminhavam para seus assentos. A aeromoça, porém, os acusou de furto. A dupla foi expulsa do voo após a discussão. Com a repercussão do caso, o gerente da companhia se desculpou com os jogadores, que foram levados de primeira classe em outro voo para Sioux Falls.

Nenhum dos atletas comentou o incidente. Mas o técnico assistente da equipe, Darnell Lazare, destacou no Twitter que a aeromoça viu “dois jovens negros” com cobertores da primeira classe e já perguntou se eles os haviam roubado.

“Que tal ensinar as pessoas a procurar os fatos antes de pular para as conclusões?”, sugeriu o treinador após o incidente, que, para ele, foi motivado pela cor da pele dos jovens.

O episódio chega um mês depois de o CEO da American Airlines informar a funcionários que a companhia vai implementar um novo treinamento e criar uma equipe especial para analisar queixas de discriminação. Em outubro, a Associação Nacional para o Progresso de Pessoas de Cor alertou passageiros negros de racismo em voos de aéreas americanas, sobretudo da American Airlines.

Os jovens jogam na liga de desenvolvimento da NBA, um degrau abaixo da principal liga de basquete americana. Seu time venceu o jogo de Natal contra o Sioux Falls Skyforce por 131 a 115. Teague marcou 15 pontos e Burrell, 11.

+ sobre o tema

para lembrar

Justiça aceita denúncia e três viram réus pela morte de Moïse

A Justiça aceitou nesta terça-feira (22) a denúncia do...

A proteção ao mercado e o crime expresso pela cor

O Brasil, a cada dia que passa, evidencia ainda...

Indignado, Juan exige providência contra racismo

Zagueiro brasileiro da Roma foi alvo de cânticos preconceituosos...

O racismo no Brasil já tem cara e endereço eletrônico

Por mais que algumas pessoas insistam em dizer que...
spot_imgspot_img

Prisão de torcedores deveria servir de exemplo para o futebol brasileiro

A condenação de três torcedores racistas na Espanha demonstra que, apesar da demora, estamos avançando em termos de uma sociedade que quer viver livre...

Futuro da gestão escolar

A educação pública precisa de muitos parceiros para funcionar. É dever do Estado e da família, com colaboração da sociedade, promover a educação de todas as...

Educação para além dos muros da escola

Você pode fornecer escolas de qualidade para os mais pobres e, mesmo assim, talvez não veja a mudança na realidade do país que se...
-+=