Competição Latino Americana do É Tudo Verdade, cinema online, debate e exibições especiais na programação audiovisual do Itaú Cultural

Durante cinco dias, além de exibir as produções que integram a competição dos filmes da América Latina no festival, o instituto realiza mostra online com longas-metragens dirigidos por mulheres que se destacaram em outras edições do evento, promove um debate sobre distribuição e documentário, recebe a cerimônia de premiação da categoria de Longas ou Média-Metragens e ainda exibe um documentário francês sobre 1968

por Itaú Cultural enviado para o Portal Geledés

Dando continuidade à programação de cinema no Itaú Cultural e à sua parceria com o Festival É Tudo Verdade, entre os dias 17 e 22 (terça-feira a domingo), o instituto se torna reduto de cinéfilos. Exibe os filmes que integram a Competição Latino Americana doevento, em três sessões diárias, sempre às 15h, 17h e 19h. Em paralelo, realiza em seu site uma mostra online com filmes de diretoras consagradas em outras edições do festival. Ainda, no dia 19 (quinta-feira), às 11h, promove o debate ABD-APN: Distribuição e Documentário, da Associação Brasileira de Documentários e Associação dxs Profissionais do Audiovisual Negro. Às 19h, do dia 21 (sábado), faz a cerimônia de premiação da categoria de Longas ou Média-Metragens. Encerra a programação da semana às 19h do domingo, 22, com a exibição do vencedor da competição latino-americana.

Sete filmes inéditos no Brasil competem na seleção latino-americana. Cinco deles foram selecionados exclusivamente para a disputa: o colombiano Cartucho, de Andrés Chaves Sánchez: o chileno Roubar Rodin, de Cristóbal Valenzuela; a produção argentino-urugaia Não viajarei escondida, de Pablo Zubizarreta; o mexicano Regresso à origem, de María José Glender de Mucha e A flor da vida, de Claudia Abend e Adriana Loeff.

As outras duas produções que integram esta seleção também competem em outras categorias do festival. Che, Memórias de um Ano Secreto, de Margarita Hernandez, representa o Brasil e concorre à premiação da Competição Brasileira de Longas ou Médias-Metragens. Amarra seu arado a uma estrela, da argentina Carmen Guarini, busca o prêmio na Competição Internacional de Longas ou Médias-Metragens.

Cada filme traz um universo muito particular. Em Cartucho, Chaves Sánchez se debruça sobre o drama do crack, cujo tráfico se apoderou de um magnífico bairro colonial, na Colômbia, onde antes viviam famílias tradicionais e de negócios. Valenzuela trata, em Roubar Rodin,do furto de uma obra do escultor, retirada do Museu Nacional Chileno de Belas Artes e devolvida no dia seguinte. Não viajarei escondida, de Zubizarreta, resgata a história daescritora e poetisa uruguaia Blanca Luz Brum (1905-1985), seguidora do pensador marxista peruano José Carlos Mariátegui, casada com o muralista mexicano David Alfaro Siqueiros, amiga de Péron e apoiadora de Pinochet.

Em Regresso à origem, María José fala de um homem de 60 anos que, buscando por respostas que não encontra em sua vida, abandona a sociedade e vai viver nas montanhas. Claudia Abend e Adriana Loeff transportam para A flor da vidaa tentativa de um casal com quase 50 anos de casados, três filhos, vários netos, para viver sua velhice em tranquilidade. Os outros dois filmes, têm Che Guevara como figura central. Em Amarra seu arado a uma estrela, Carmen apresenta um documentário sobre o 30º aniversário da morte do revolucionário e a importância das utopias naquele tempo. Em Che, memórias de um ano secreto, Margarita trata especificamente de um episódio ocorrido em dezembro de 1965, auge da Guerra Fria.

Mostra online

Paralelamente à Competição Latino Americana, o instituto realiza uma mostra online, no mesmo período, com diretoras consagradas em outras edições: Aboio, de Marília Rocha; Carmem Miranda, banana is my business, de Helena Solberg; Dona Helena, de Dainara Toffoli; Domingos,

de Maria Ribeiro e Os melhores anos de nossas vidas, de Andrea Pasquini.

Trata-se de produções realizadas entre os anos 2003 e 2014, revelando diferentes fases da produção de documentários no Brasil, sob o olhar de mulheres que abordam temas diversos em suas obras. Dos dias 17 a 22, os cinco longas-metragens serão disponibilizados no site do Itaú Cultural (http://www.itaucultural.org.br/).

Debate

Às 11h do dia 19 (quinta-feira), a Associação Brasileira de Documentaristas e a Associação dxs Profissionais do Audiovisual Negro promovem, na Sala Itaú Cultural, o debate Distribuição e documentário. A discussão conta com a participação do documentarista Daniel Solá Santiago; o distribuidor de cinema independente e fundador da Descoloniza Filmes Ibirá Machado; a produtora, diretora de cinema e produtora de curtas e longas-metragens na Tabuleiro Filmes Issis Valenzuela e a cineasta Marina Pompeu, responsável pela análise de roteiros, interface com produtoras e distribuidoras no Canal Brasil.

Especiais

No dia 22 de abril, às 17h, é exibido 68, do francês Patrick Rotman. Este é um documentário de arquivo, com imagens exclusivamente em cor, sobre o mais agitado e transformador ano desde a Segunda Guerra Mundial 9º. Ele faz parte, junto a outros títulos, da programação de Projeções Especiais do festival.Às 19h, o público assiste ao longa-metragem vencedor da Competição Latino Americana.

O Itaú Cultural e o cinema

Este ciclo faz parte da nova programação de cinema do instituto, que, neste ano, todas as terças-feiras abre espaço para as várias possibilidades de criação e produção audiovisual. Com recorte curatorial mensal, passa a oferecer mostras presenciais e online de filmes, parcerias com festivais nacionais, cursos de formação, ciclos de animação, terror, etnografia, documentários, entre outros gêneros.

A programação deste mês começou com a Retrospectiva do É Tudo Verdade, com a exibição, nodia 3, de Abissale O Futebol e, no dia 10,de Capistrano no Quilo eElevado 3.5.No dia 24, última terça-feira do mês e encerrando a parceria deste ano com o festival serão exibidos no Itaú Cultural, o curta-metragem e o longa-metragem vencedores desta edição.

Em maio, o tema escolhido pela curadoria do instituto são filmes realizados em 1968, dando um panorama do que os brasileiros assistiram há 50 anos.

SERVIÇO

Competição Latino Americana do Festival É Tudo Verdade
De 17 a 22 de abril

Sessões diárias às 15h, 17h e 19h

Sala Itaú Cultural

224 lugares

Entrada gratuita

Distribuição de ingressos:

Público preferencial: duas horas antes do evento | com direito a um acompanhante

Público não preferencial: uma hora antes do evento | um ingresso por pessoa

Classificação indicativa variada

veja a programação

Mostra Online no site do Itaú Cultural

De 17 a 22 de abril

http://itaucultural.org.br

 

Itaú Cultural

Avenida Paulista, 149, Estação Brigadeiro do Metrô

Fones: 11. 2168-1776/1777

Acesso para pessoas com deficiência física

Ar condicionado

Estacionamento:Entrada pela Rua Leôncio de Carvalho, 108.

Se o visitante carimbar o tíquete na recepção do Itaú Cultural:

3 horas: R$ 7; 4 horas: R$ 9; 5 a 12 horas: R$ 12

Com manobrista e seguro, gratuito para bicicletas.

www.itaucultural.org.br

www.twitter.com/itaucultural

www.facebook.com/itaucultural

www.youtube.com/itaucultural

www.flickr.com/itaucultural

+ sobre o tema

O preconceito racial será abordado na série do Luke Cage

Jeph Loeb, chefe da divisão de TV da Marvel...

Yzalú: Alma Negra

Yzalú: Alma Negra. Confira a canção abaixo: ** ESTE ARTIGO...

Ludmilla vira empresária e lança linha de perucas em parceria com empresa dos EUA

Sucesso no mundo da música, Ludmilla vai virar empresária...

Adriana Alves mostra o rostinho de Olivia, sua filha com Olivier Anquier

Adriana Alves mostrou o rostinho de sua primeira filha...

para lembrar

Pesquisa revela que mulheres negras estão fora do cinema nacional

Apesar de ser a maior parte da população feminina...

A mulher negra no cinema brasileiro: uma análise de Filhas do Vento

RESUMO  O artigo apresenta uma reflexão sobre a mulher negra...

Ator de Deuses do Egito detona filme e o racismo de Hollywood

O ator Chadwick Boseman (“James Brown”), que vai interpretar...

Jardim das Folhas Sagradas: Um cinema com a cara do Brasil

Jorge Portugal Deve estrear em breve o filme "Jardim das...
spot_imgspot_img

Oprah Winfrey completa 70 anos com um império de R$ 17 bilhões

A apresentadora, empresária e atriz Oprah Winfrey completa 70 anos, nesta segunda-feira, e vive um momento chave na carreira como produtora da nova versão...

Enredo e Samba: Portela vai homenagear as mulheres negras

A Portela vem para o carnaval de 2024 com a missão de abordar o romance da escritora Ana Maria Gonçalves, e vai refazer os...

Filmes de Plástico: De  Mar, Amar

Contagem, abril de 1968. Palco da primeira grande greve operária no recrudescer da ditadura militar no Brasil. Contagem semeia Lula em São Bernardo do...
-+=