Tag: Entretenimento

Foto: Divulgação

Agência Iyabá reposiciona o imaginário da mulher não-branca através da cultura com a campanha “E Eu Não Sou Mulher?”

São Paulo, março de 2021 – A Agência Iyabá promove nos dias 17, 18, 23 e 25 de março a campanha “E eu não sou uma mulher?”. O projeto propõe conversas honestas sobre os caminhos para o desenvolvimento e gestão das vidas profissionais e pessoais de mulheres não-brancas, apesar do conjunto de opressões de raça, classe e gênero que lhe são atribuídas pela sociedade. Mulheres essas que protagonizam suas carreiras nas mais diversas áreas da comunicação, empreendedorismo e economia criativa que se encontram para uma conversa sincera sobre seus processos de construção de trajetórias, desenvolvimentos de carreiras e rumos para um futuro próximo. Eliane Dias, Dani Rodrigues, Assucena Assucena, Cris Guterres, Dani Mattos, Ciça Pereira, Priscila Gama, Sueide Kintê, e Renata Machado Tupinambá são as convidadas. E os temas abordados são: Empresariamento Artístico, Comunicação e Inovação, Comunidades e Territórios, Autocuidado e Espiritualidade. Os encontros acontecem em plataforma online fechada e ...

Leia mais
Gleide Firmino (Foto: Enviado ao Portal Geledés)

II Festival Frente Feminina Celebra as Mulheres Negras com o tema Afrofuturismo

Com patrocínio do Programa Pontes e prêmio Aldir Blanc, a segunda edição virtual e gratuita contempla quatro mostras que celebram artistas negras do Brasil e do mundo. Até o dia 28 de março o II FFF – Festival Frente Feminina celebra as mulheres negras e apresenta uma programação gratuita e totalmente virtual, através de seu canal no YouTube (https://www.youtube.com/festivalfrentefeminina), sempre aos sábados e domingos do mês de celebração da luta pelos direitos das mulheres. A segunda edição assume o Afrofuturismo como conceito temático e celebra a produção artística de mulheres negras do Brasil e do mundo. O II FFF recebeu patrocínio do Programa Pontes, uma iniciativa do Oi Futuro e o British Council, e foi selecionado pelo Prêmio Gran Circular Aldir Blanc 2020 do GDF. Mostras A programação se divide em quatro mostras concebidas para valorizar a potência criativa e a pluralidade da mulher negra nas artes, suas linguagens, visões ...

Leia mais
A atriz Golda Rosheuvel interpreta a rainha Charlotte da Inglaterra na série ‘Bridgerton’. Em vídeo, trailer da atração. (Foto: Reprodução/ Netflix)

A ‘avó’ negra da rainha Elizabeth

A Netflix conseguiu outra vez. Uma série de sua lavra fez novamente disparar o fascínio por uma rainha britânica e reabriu o debate sobre a raça na Casa Windsor. Não se trata de Elizabeth II e a polêmica gerada pela dramatização de sua vida em The Crown, nem tampouco Meghan Markle, uma atriz birracial recebida, tempos atrás, como um sopro de ar fresco numa das monarquias mais antigas da Europa. Quando Bridgerton estreou no dia de Natal, como uma de suas apostas mais potentes da plataforma, muitos espectadores se perguntaram se a escolha de uma intérprete negra para encarnar a rainha Charlotte era uma licença narrativa dos produtores. Desta vez, entretanto, o gigante da ficção teria optado por ser fiel à História, ou ao menos à interpretação de uma ampla corrente de acadêmicos, que afirmam que a esposa de George III seria descendente de africanos. Embora a soberana não seja ...

Leia mais
(Foto: Divulgação/ AzMina)

AzMina produz conteúdo especial para a campanha Ela Decide

A Revista AzMina produziu, em parceria com o Fundo de População da ONU, conteúdo sobre saúde sexual, reprodutiva e direitos voltados a jovens mulheres. Ao longo das próximas semanas, serão divulgados no site e redes sociais da revista e da campanha Ela Decide cards, vídeos e reportagens sobre temas como sexo, escolha, métodos contraceptivos, primeira relação sexual e assédio. A campanha Ela Decide Seu Presente e Seu Futuro , por meio da qual a parceria está sendo realizada, desde 2018 busca sensibilizar jovens mulheres para a tomada de decisões autônomas sobre sexualidade e vida reprodutiva, trabalhando questões como o momento de engravidar (ou não), quando, com quem e quantos filhos ter ou não ter, como conhecer o próprio corpo e as diferentes vivências da maternidade. A Revista AzMina é uma organização da sociedade civil jornalística que trabalha conteúdos voltados a direitos humanos, igualdade de gênero e saúde reprodutiva de mulheres. ...

Leia mais
(Foto: Isabella Pinheiro/Gshow)

Falas Negras recebe milhares de elogios e Lázaro Ramos agradece

A Globo exibiu na noite de ontem (20), no Dia da Consciência Negra, o especial Falas Negras, dirigido por Lázaro Ramos. A atração reuniu 22 depoimentos de atores interpretando nomes conhecidos pelo grande público na luta contra o racismo, como Nelson Mandela (Bukassa Kabengele) e Martin Luther King (Guilherme Silva). No programa, Taís Araújo interpretou Marielle Franco, vereadora assassinada no Rio de Janeiro, Tatiana Tibúrcio viveu a mãe do menino Miguel Otávio, que caiu de um dos andares de um prédio de luxo no Recife, enquanto estava sob os cuidados da patroa da mãe, e Silvio Guindane interpreto o pai de João Pedro, menino morto a tiros durante uma operação da polícia. O especial Fala Negras também contou com Muhammad Ali (Babu Santana), Milton Santos (Aílton Graça), Luiz Gama (Flavio Bauraqui), Lélia Gonzalez (Mariana Nunes), Angela Davis (Naruna Costa), Luiza Bairros (Valdineia Soriano), Malcolm X (Samuel Melo), entre outros. Para ...

Leia mais
(Foto: Divulgação/ Disney+)

Como Beyoncé permeou gêneros e revolucionou o mercado musical

Com 12 álbuns, entre estúdio, apresentações ao vivo e versões de luxo, Beyoncé tem uma carreira muito vasta e diversa na música. A artista começou no pop e, com o poder do rádio, amadureceu o som, entrou para o movimento hip-hop e chegou a referências africanas. A cantora não só atingiu multidões, como se consolidou como um dos principais nomes da história da música sendo hegemônica nas listas de maiores sucessos dos anos 2000 e 2010. A carreira de Beyoncé, no entanto, não se atém ao sucesso que músicas e álbuns fizeram nesses quase 20 anos em que ela domina o mercado. A figura da artista é importante para a movimentação da indústria fonográfica de forma muito mais complexa. Ela possui a própria produtora, Parkwood Entertainment, tem direções nas distribuidoras HBO, Netflix e Disney + e tem a voz ouvida para muito além das mensagens que ela passa pela arte. ...

Leia mais
(Foto: Divulgação/ Trace Brazuca)

Novo canal de TV, Trace Brazuca chega às operadoras Claro e Vivo como principal espaço de cultura afrourbana no Brasil

Transmitir um conteúdo inovador, com linguagem universal, para que todas as pessoas se sintam incluídas e possam enxergar as suas origens e o Brasil como de fato ele é. Para além disso, potencializar as vozes da população negra estão entre as grandes propostas do novo canal Trace Brazuca, que será lançado em 25 de julho, Dia da Mulher Negra Latino-Americana. Não à toa, a data de estreia foi escolhida por representar o enfrentamento ao racismo e a força da mulher brasileira, que vem ao encontro justamente dos objetivos da Trace, de empoderar a cultura afrourbana e trazer positividade à identificação com a história do Brasil. Serão 24 horas de programação dedicada à música de todos os gêneros, documentários e shows da cultura urbana brasileira. A curadoria levará em conta artistas e movimentos culturais de diferentes regiões do Brasil. “Neste momento, a sincronicidade global de acontecimentos que trouxe a discussão antirracista ...

Leia mais
(Foto: Reprodução/ Vaga Carne)

A potência de mulheres negras à frente das câmeras e na direção de filmes

Em 25 de julho é celebrado o Dia Internacional da Mulher Negra Afro Latina-Americana e Caribenha. A data foi instituída em 1992, quando foi reconhecida pela Organização das Nações Unidas. No Brasil, a data marca também o Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra, que foi sancionada em 2014 e nomeada em homenagem à líder quilombola homônima. Ambas as nomenclaturas têm como objetivo chamar a atenção para as opressões de gênero e raça às quais mulheres negras são submetidas. Ambos os aspectos são visíveis nos indicadores de violência urbana e na precarização das condições de trabalho. Como consequência, a subrepresentação de mulheres negras é visível em diversos segmentos sociais, inclusive quando o assunto é o cinema brasileiro. De acordo com um levantamento divulgado em 2018 pela Agência Nacional do Cinema (Ancine) feito com 142 filmes lançados comercialmente em 2016, nenhuma dessas obras foi dirigida por elas. Ainda, ...

Leia mais
Não é tempo de festa para Karol Conká, que retorna com single mais sóbrio e que traz alerta às futuras gerações (Reprodução /Instagram)

Karol Conka reflete os “Tempos Insanos” em novo clipe

Desde os protestos em apoio ao movimento Black Lives Matter, passando pela pandemia que assola o mundo, até as injustiças que infelizmente sempre fizeram parte do nosso país, a nova música de Karol Conká traz bastante reflexão com o jeito único da artista. “Tempos Insanos” já chega com videoclipe que transmite a observação da cantora sobre o momento atual no mundo. “Sempre abordei temas atuais nas minhas canções, e agora não seria diferente. Faço da minha arte instrumento de incentivo, acreditando que novos e melhores tempos virão. Escrevi ‘Tempos Insanos’ nesse momento de isolamento em que estamos vivendo, como uma forma de retratar o que estava sentindo”, conta Karol Conka. A música conta com a produção de WC no Beat, que falou sobre a forma de trabalhar com a cantora. “Foi muito maneiro trabalhar com a Karol, transparecer o nosso lado musical brasileiro junto com dois produtores dos Estados Unidos ...

Leia mais
O desafio que ganhou projeção à escala global não está isolado da atualidade noticiosa e está antes intimamente associado ao movimento "Black Lives Matter" que alcançou outra magnitude após a morte de George Floyd © Instagram

#VogueChallenge. Este desafio é de todos e pede mais diversidade na indústria da moda

Basta procurar pela hashtag #VogueChallenge no Instagram que em menos de nada surgem mais de 150 mil publicações. Por todo o mundo pessoas estão a recriar capas da Vogue com um objetivo claro: promover a diversidade na indústria da moda. O desafio foi originalmente criado no início de junho por uma estudante em Oslo, quando Salma Moor publicou nas redes sociais uma capa daquela que é considerada a bíblia da moda feita com uma fotografia sua. Na legenda estava a seguinte mensagem: “Ser negra não é um crime”. Click for a suprise, edit by me🖤 #BLM #BlackLivesMatter pic.twitter.com/aYxfis9uoo — S Λ L M Λ 🪐 (@capricornbbyy1) June 2, 2020 O desafio que ganhou projeção à escala global não está isolado da atualidade noticiosa e está antes intimamente associado ao movimento “Black Lives Matter” que alcançou outra magnitude após a morte de George Floyd às mãos da polícia no passado dia 25 de maio — os protestos ...

Leia mais
Foto: Nilma Roza

Ator que fez o Buscapé, de ‘O cravo e a rosa’, tem sua própria escola de teatro, comprou casa e sítio

Luiz Antônio do Nascimento foi um dos principais atores mirins da TV na pele do personagem Buscapé, na novela "O cravo e rosa", exibido no ano 2000. O ator hoje aos 31 anos e casado com a cineasta Lívia Santhiago, contou um pouco de sua trajetória nas novelas "A padroeira", " Malhação" e "Chocolate Com Pimenta" e como criou oportunidades nas dificuldades. "Fiz muitas novelas, durante muito tempo, e aí teve um determinado momento do déficit, da falta de trabalhos para o meu perfil. Foi quando o Pedrinho me pegou no colo e disse: 'Luizinho, o seu perfil é muito específico. Não adianta você achar que daqui a pouco as pessoas vão te achar lindão, que você vai ter altura, que você não vai ter. Então, vai estudar técnica, que isso vai ser a base que vai te manter dentro da sua arte'. Eu tinha uns 17 anos na época ...

Leia mais
Rachel Murray/Getty Images

Viola Davis fala sobre despedida de ‘How to Get Away with Murder’

Com a segunda parte da última temporada já lançada nos Estados Unidos (e com previsão de sair este semestre na Netflix do Brasil), “How to Get Away with Murder” se despede de seus seguidores após seis anos de televisão. Em Pasadena, na Califórnia, o Metro Jornal teve a oportunidade de conversar com Viola Davis, atriz que demonstrou nesses últimos anos seu imenso talento de atuação na série produzida por Shonda Rhimes. No  Metro Internacional Viola DavRachel Murray/Getty Images Na série, ela interpreta Annalize Keating, uma sofisticada e inteligente professora de direito. Quando seus alunos a envolvem em um assassinato, ela tem que usar seu talento para desmascará-los. Confessando que Keating foi uma alegria e um desafio – devido à profundidade da personagem –, Davis admite que esse foi o tipo de papel que uma mulher da idade dela (54 anos) geralmente não tem chance de interpretar. ...

Leia mais
Imagem retirada do site Rap Mais

Snoop Dogg posta vídeo ouvindo Alcione e cantora manda mensagem para o rapper

Ele escolheu a música 'Você me vira a cabeça'. Outros famosos também comentaram na publicação; veja VÍDEO Do G1 Depois de Cardi B ouvindo Zezé di Camargo e Luciano, mais um rapper americano surpreendeu os fãs ao colocar para tocar um clássico da música brasileira. Snoop Dogg apareceu nesta terça-feira (21) em um vídeo ouvindo Alcione. Ele escolheu a música "Você me vira a cabeça".   Ver essa foto no Instagram   Uma publicação compartilhada por snoopdogg (@snoopdogg) em 20 de Abr, 2020 às 8:26 PDT A própria cantora comentou no post do Instagram do cantor. Ela mandou vários emojis de beijo. Outros famosos também deixaram recados na publicação. Entre eles, Maria Gadu, Duda Beat, Alice Caymmi e Mano Brown, que escreveu: "Viva! Grande Alcione". Anitta, que trabalhou em parceria com Snoop na música "Onda diferente", também comentou: "Eu não acredito que você está ouvindo a rainha Alcione".

Leia mais
Teresa Cristina

Lives da cantora Teresa Cristina proporcionam samba, alegria e flertes virtuais

A expressão “o samba cura’’ nunca fez tanto sentido quanto neste momento de isolamento social. Teresa Cristina é um exemplo disso. Durante a quarentena, a cantora tem realizado lives todas as noites no seu Instagram e proporcionado ao público momentos intimistas e calorosos. Calorosos mesmo! Além de um repertório diversificado, a sambista também tem possibilitado aos seus seguidores a chance de ganhar um dengo virtual. A brincadeira surgiu a partir de um trocadilho feito por um internauta, que enviou por mensagem: “Eu vou dormir com você hoje, com todo respeito”. Na mesma hora, Teresa respondeu: “Pode ser sem respeito também”. Foi o suficiente para atiçar os ânimos de quem assistia e transformar o momento em meme, que rendeu mais de 700 mil visualizações. Por Amanda Pinheiro, do Extra  Teresa Cristina Imagem retirada do site Extra — Foi muito engraçado e inesperado. Eu me emocionei, porque tinha terminado de ...

Leia mais
Divulgação/Sipad

De quarentena em casa? Videoteca da UFPR permite conhecer intelectuais negros e temáticas raciais

Conhecer as temáticas étnico-racionais do Brasil está no alcance das mãos com a videoteca virtual indicada pelo Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (Neab) e da Superintendência de Inclusão, Políticas Afirmativas e Diversidade (Sipad) da Universidade Federal do Paraná (UFPR). A programação com dez vídeos foi elaborada para ajudar em uma campanha da superintendência em defesa da quarentena durante a pandemia do novo coronavírus. Na Universidade Federal do Paraná (UFPR) Imagem: Divulgação/Sipad A lista pode ser acessada neste link. A programação conta com entrevistas de personalidades negras ao programa Persona, da UFPR TV, entre as quais estão intelectuais da área de educação, como Petronilha Beatriz Gonçalves e Silva, e Nilma Lino Gomes; e escritores, como Oswaldo de Camargo. Pesquisa Também foram selecionados edições do programa Em Tese, no qual são entrevistados pesquisadores. São abordados temas como educação infantil, literatura infanto-juvenil e interseccionalidade com questões de gênero. Há ainda vídeos ...

Leia mais

Sambista da Vez – Websérie para tempos de isolamento

SEGUNDA TEMPORADA DA WEBSÉRIE SAMBISTA DA VEZ - RICARDO BARRÃO Em tempos de isolamento social para conter a pandemia do coronavírus, muita gente anda carente das rodas de samba e dos sambistas de Belo Horizonte e região metropolitana. Para aliviar um pouco a barra e matar a saudade, o Almanaque do Samba - A Casa do Samba de Minas Gerais lança nesta segunda-feira (6), em seu canal no Youtube, a segunda temporada da websérie SAMBISTA DA VEZ. O convidado é o cantor e compositor Ricardo Barrão, um dos grandes nomes do samba de Minas Gerais. por Zuzileison Moreira para o Portal Geledés Como compositor, Barrão tem músicas gravadas por Agepê, Neguinho da Beija Flor, Salgadinho, Almir Guineto, Almirzinho, Eliana de Lima, entre outros artistas . Irmão de outro bamba, Fabinho do Terreiro, compôs com Toninho Geraes o Samba na Veia. A gravação da websérie contou com vários convidados em 2019, ...

Leia mais
Rihanna (foto: François Mori/ AP)

Rihanna explica atraso para do novo disco: “Vou lançar quando estiver afim”

A diva pop também disse que quer ter de 3 a quatro filhos na próxima década Na Rolling Stone Rihanna (Foto: François Mori/ AP) Rihanna falou recentemente em uma entrevista ao site British Vogue sobre a antecipação para o nono disco que ela não irá lançá-lo até que esteja satisfeita. A cantora de "Work", cujo último álbum foi Anti, de 2016, disse que "não há regras" e "não há formato" no que diz respeito a fazer seu novo disco. "Não quero que meus álbuns pareçam temas", disse Rihanna. "Não há regras. Não há formato. Há apenas boa música e vou lançar quando estiver afim. ” Ela confirmou com o entrevistador que haverá músicas influenciadas pelo reggae no disco, mas sugeriu que não seria totalmente dedicado a esse gênero, como relatado anteriormente. “Sinto que não tenho limites. Fiz tudo - fiz todos os hits, tentei todos os ...

Leia mais
 Advogada, ativista do movimento de mulheres negras e de direitos humanos e ensaísta nas horas vagas.

Madam C.J Walker e os cabelos crespos : de tetos oprimidos a reinveções de si.

“ Fazer as pazes conosco parece-se, penso para comigo, com fazer as pazes com a nossa ascendência, como se estarmos bem na nossa pele adviesse do apaziguamento de termos uma família. Separam-se então as forças — à estética o que é da estética, à moral o que é da moral — para no instante seguinte nos depararmos com a maneira como tal separação de forças não pode ter lugar.” (Djamila Almeida , Esse Cabelo , 2017) Por Allyne Andrade e Silva, enviado para o Portal Geledés   Elenco Yabá: Mulheres Negras (Foto: Nathália dos Anjos) Ontem, assisti de uma tacada só a minissérie do Netflix da Madame CJ Walker. O seriado conta a brilhante história de CJ Walker e entremeia temas como colorismo, machismo, lesbofobia, solidão da mulher negra, racismo, ética no empreendedorismo, alcoolismo, liberdade. A série me trouxe algumas reflexões e desejos de provocações. A ...

Leia mais
Foto de Donald Glover via Shutterstock

Donald Glover lança disco surpresa com nomes como Ariana Grande

"Donald Glover Presents" é o nome do álbum secreto liberado por Childish Gambino Por Tony Aiex, do Tenho Mais Discos Que Amigos Foto de Donald Glover via Shutterstock Eita que Donald Glover resolveu agraciar o mundo em quarentena com canções inéditas. O ator que na música atende pelo nome de Childish Gambino disponibilizou um site chamado “Donald Glover Presents”, e por lá está apresentando novas canções em loop. De acordo com a Pitchfork, estão no álbum nomes como Ariana Grande, 21 Savage e, segundo informações de fãs, a talentosa SZA. “Feels Like Summer”, lançada por Gambino em 2018, também está sendo tocada. Donald Glover e Childish Gambino Vale lembrar que em um passado recente Donald disse que iria aposentar a persona de Childish Gambino, mas não o fez oficialmente. Seu último disco é o mega elogiado “Awaken, My Love!”, de 2016, e depois disso ele lançou ...

Leia mais
(foto: Juliana Barbosa Pereira/Editora Nova Fronteira/Divulgação)

‘O pequeno príncipe preto’ traz menino negro ao protagonismo da narrativa

Obra literária infantil, de Rodrigo França, coloca a criança negra no papel de protagonista do clássico Por Adriana Izel, do Correio Braziliense  (foto: Juliana Barbosa Pereira/Editora Nova Fronteira/Divulgação) Um dos livros mais lidos e conhecidos do mundo, o clássico O pequeno príncipe, de Antoine de Saint-Exupéry, foi o ponto de partida para a obra O pequeno príncipe preto, que ganhou uma versão literária em 2020 pela Editora Nova Fronteira após dois anos em cartaz nos palcos de teatro e ter sido assistido por 60 mil pessoas. Escrito pelo ator, diretor, dramaturgo, artista plástico e articulador cultural Rodrigo França, o livro nasceu da necessidade de colocar uma criança negra no papel de protagonista. “É difícil encontrar personagens na literatura infantil de meninos e meninas negros. É uma provocação, porque não há príncipes e princesas negros”, conta em entrevista ao Correio. O pequeno príncipe preto tem três pontos ...

Leia mais
Página 1 de 38 1 2 38

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist