Congresso do CNAB presta homenagem ao autor do Hino à Negritude

Evento acontece no Palácio das Convenções do Anhembi, nos próximos dias 25 e 26 de julho (sexta-feira e sábado)

O Congresso Nacional Afro-Brasileiro (CNAB) realizará nesta sexta e sábado (25 e 26 de julho) o seu IV Congresso. Nesta edição, o evento acontece no auditório Elis Regina do Palácio das Convenções do Anhembi, e presta homenagem ao professor Eduardo Oliveira, autor do Hino à Negritude, música que exalta a população negra brasileira. O lema do encontro é “Legado do Professor Eduardo de Oliveira, Igualdade Racial e Independência Nacional”.

A Lei 12.981 oficializa o Hino à Negritude em todo o país e prevê sua execução em cerimônias públicas organizadas para homenagear a comunidade negra. Sancionada em maio deste ano, a lei foi publicada no Diário Oficial da União do dia 29 daquele mês.

Fundador e presidente do CNAB por várias gestões, o professor Eduardo de Oliveira morreu no dia 12 de julho de 2012, deixando um rico e amplo legado. Em suas falas, ele sempre reforçava a crença na construção de um país independente e desenvolvido relacionada à eliminação do racismo e de todas as forma de discriminação.

“Em todas as lutas do nosso povo, ele estava presente empunhando a bandeira contra o racismo, da igualdade racial e da independência nacional. Inspirado no seu exemplo, no seu IV Congresso o CNAB vai conclamar a todas as pessoas e entidades a se somarem à luta para unir todos os brasileiros para a vitória contra a chaga do racismo, a luta pela independência e pelo desenvolvimento nacional”, diz o atual presidente do CNAB, Ubiraci Dantas de Oliveira.

Serviço
O Que
: IV Congresso Nacional do CNAB
Quando: 25 e 26 de julho
Onde: Palácio das Convenções do Anhembi – Auditório Elis Regina/Av. Olavo Fontoura, 1.209, São Paulo (SP)

Programação
Dia 25 de julho
13h às 19h – Credenciamento
19h – Abertura com execução do Hino Nacional e do Hino à Negritude – 
19h30 – Saudação das autoridades
20h30 – Apresentação do Ballet Paraisópolis e Orquestra Filarmônica de Paraisópolis

Dia 26 de julho
9h às 14h – Paineis / Plenárias
Teses – Carlos Lopes, diretor de redação do jornal Hora do Povo
Cotas – Gilson Rodrigues, vice-presidente do CNAB e presidente da União dos Moradores e do Comércio de Paraisópolis
Luiz Gama – Profa. Dra. Lígia Fonseca Ferreira, docente da Unifesp e autora do livro “Com a palavra Luiz Gama”

14h às 15h – Almoço

15h30
 – Paineis / Plenárias
Cultura Nacional – Irapuan Santos, vice-presidente do CNAB
17h – Plano de Lutas, eleição e posse da diretoria
18h – Atividade cultural “Democráticos de Guadalupe”

 

Fonte: Seppir

+ sobre o tema

Filme de Wagner Moura sobre Marighella abre seleção de atores

Filme de Wagner Moura sobre Marighella abre seleção de...

Adiamento da ação que questiona terras quilombolas visa desmobilizar luta, diz líder

O STF suspendeu, nesta quarta, o julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade...

Novembro Negro tem programação unificada na UFMG

Espetáculos culturais, rodas de conversa sobre percurso de alunos...

para lembrar

Imagens e textos reforçam direito à liberdade religiosa no Brasil

Por: Alana Gandra     Rio de Janeiro - A Comissão de...

Governo Federal assegura preservação de direitos do quilombo Rio dos Macacos

Representantes da União reuniram dia 27 com moradores do...

América Latina e Caribe terão observatório sobre afrodescendentes

A decisão de implementar o Observatório foi tirada da...

Núcleo de Consciência Negra ainda não é reconhecido pela USP

por Giuliano Tonasso Galli O mês de maio...
spot_imgspot_img

ONGs pedem paridade de gênero e raça para a COP30 no Brasil

Dezenas de organizações ligadas a temáticas ambientais e sociais lançaram um manifesto nesta sexta-feira (8), Dia da Mulher, pedindo que a COP30, a conferência do clima...

Um passo à frente, dois atrás

Será que alguém que não sabe o que é ser preterido pela aparência, que jamais perdeu uma oportunidade de trabalho em razão da cor...

Geledés participa de fórum global da Unesco contra Racismo e Discriminação

Na abertura do 3º. Fórum Global contra o Racismo e a Discriminação, que começou ontem e vai até sexta-feira 1, no SESC 14 Bis, em São Paulo, Gabriela...
-+=