Criola realiza sarau virtual ‘Celebração e Luta’ em homenagem ao mês da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha

Evento será transmitido pelo Instagram de Criola no próximo dia 16, às 19h, e contará com a participação de artistas e ativistas negras

Para celebrar o mês da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha, Criola reúne virtualmente ativistas e artistas negras no ‘Sarau Celebração e Luta’. A live no Instagram (@ongcriola) acontece no próximo dia 16 de julho, sexta-feira, e pretende homenagear o legado e a contribuição da mulher negra para uma sociedade com mais arte e justiça.

Com apresentação e mediação de Lúcia Xavier, coordenadora geral da organização, a live vai intercalar a participação de convidadas com arte, memória e posicionamento político sobre os atuais desafios e conquistas das mulheres negras.

Entre as confirmadas, estão Conceição Evaristo, romancista, poeta e contista, Jurema Werneck, diretora-executiva na Anistia Internacional Brasil e uma das fundadoras de Criola, Dandara Rudsan, coordenadora do Coletivo Amazônico LesBiTrans, Gênesis, do Slam das Minas, e Anazir Maria de Oliveira (Dona Zica), pioneira na luta por direitos das trabalhadoras domésticas.

“A luta das mulheres negras vem de longa data e espelha o esforço de  transformação da vida da população negra em  contextos de violência e sofrimento.

O evento será um presente para mulheres negras nesses tempos de crises e perda de direitos. Pois, ‘eles combinaram de nos matar e nós combinamos de não morrer'”, afirma Lúcia Xavier.

O Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha, 25 de julho,  surgiu em 1992 em encontro de mulheres negras em Santo Domingos, na República Dominicana. Na ocasião, elas criaram uma rede para pressionar a Organização das Nações Unidas (ONU) a assumir a luta contra as opressões de raça e gênero. No Brasil, é dia também de relembrar a história de Tereza de Benguela, líder quilombola símbolo da resistência contra a escravização.

SOBRE CRIOLA

Criola é uma organização da sociedade civil com 29 anos de trajetória na defesa e promoção dos diretos das mulheres negras e na construção de uma sociedade onde os valores de justiça, equidade e solidariedade são fundamentais. Nesse percurso, Criola reafirma que a ação transformadora das mulheres negras cis e trans é essencial para o Bem Viver de toda a sociedade brasileira.

SERVIÇO

Live: Sarau de Criola: ‘Celebração e Luta’
Data: 16/07/2021, 19h
Instagram: @ongCriola
Mais informações: www.criola.org.br

** ESTE ARTIGO É DE AUTORIA DE COLABORADORES OU ARTICULISTAS DO PORTAL GELEDÉS E NÃO REPRESENTA IDEIAS OU OPINIÕES DO VEÍCULO. PORTAL GELEDÉS OFERECE ESPAÇO PARA VOZES DIVERSAS DA ESFERA PÚBLICA, GARANTINDO ASSIM A PLURALIDADE DO DEBATE NA SOCIEDADE. 

+ sobre o tema

para lembrar

BATEKOO lança curso on-line gratuito “Músicas Negras do Brasil”, parte do projeto Escola B

A plataforma BATEKOO está lançando, neste mês de maio,...

Meus Cabelos de Baobá estreia Teatro Wedo!

Inspirado no caráter cíclico das mitologias africanas e costurado...
spot_imgspot_img

Por que Bob Marley é um ícone dos direitos humanos

Ao se apresentar em junho de 1980 na cidade alemã de Colônia, Bob Marley já estava abatido pela doença. Ainda assim, seu carisma fascinou...

‘Ah, se não Fosse o Ilê Aiyê’: bloco afro mais antigo do país celebra 50 anos de resistência e pioneirismo

Se o bloco afro mais antigo do país enfrentou resistência ao desfilar pelo circuito de Carnaval de Salvador (BA) pela primeira vez, em 1975,...

Camisa Verde e Branco abre hoje desfile do grupo especial em SP

A escola de Samba Camisa Verde e Branco abre hoje (9), às 23h15, a primeira noite de desfiles das escolas de samba do Grupo Especial...
-+=