Guest Post »

Cultura afro-brasileira encanta mais de 50 crianças durante evento em Serra Talhada

DSC_0185

Uma princesa africana contou histórias e encantou cerca de 50 crianças e adolescentes do bairro Mutirão, em Serra Talhada. Na manhã desta sexta-feira (13) as crianças e adolescentes do Mutirão tiveram um momento de encantamento e representação racial. O Coletivo FUÁH, em parceria com o Cras Mutirão, esteve no Serviço de Convivência e a atração principal foi a militante Daniele Cardoso, que representou a ‘Princesa Dani’.

Por Manu Silva, do Farol de Noticias

Em conversa com o FAROL, uma das psicopedagogas do Cras Mutirão, Sirleide Pereira, relatou que a atividade foi positiva. “A personagem da princesa negra foi muito bom, as crianças ficaram encantadas, prendeu muito a atenção delas. Também participaram da atividade Mayara Silva, a coordenadora do Centro de Convivência; Edvânia Nunes, da Academia da Saúde; José Neto, psicólogo social do Cras, professores, educadores sociais.

Para a militante, Kecya Freire o encontro com as crianças foi motivador e de esperança na luta. Daniele Cardoso também relatou que experiência foi de descoberta. “Foi uma sensação de representatividade negra que eu nunca tive na infância. Descobri hoje que eu também posso ser uma princesa. Não uma princesa da Disney, eu posso ser uma princesa negra, uma princesa africana. Podemo transmitir essa fantasia para mais e mais crianças”, finalizou.

DSC_0121 DSC_0122-1 DSC_0124 DSC_0128 DSC_0135 DSC_0136 DSC_0174

“Que elas vejam em nós a representatividade que nunca tivemos”, afirmou Daniele Cardoso

DSC_1 DSC_2 DSC_3

Leituras de poemas, contação de histórias e um pequeno debate integrou as atividades do dia 13 de maio no Mutirão

DSC_0176 DSC_0160

 

Todas as fotos são de  Farol de Notícias / Manu Silva e Kecya Freire

Leia Também:

Realeza Africana: 8 belas princesas negras

Princesa Disney negras

Projeto lista 100 livros com protagonistas negras

Related posts