Debate da Band – Plínio faturou

Marina Silva (PV) perdeu. Com apenas 1 minuto e 15 segundos de propaganda eleitoral no rádio e na televisão a partir do próximo dia 17, ela está obrigada a dar um show durante os debates.

Saiu-se mal no primeiro. Estava nervosa – ou parecia. Deu respostas banais às perguntas. Não apertou nenhum dos seus adversários. Sequer foi engraçada.

Outro dia, Marina fez uma platéia sisuza e desconfiada de empresários chorar.

Plínio de Arruda Sampaio (PSOL) ganhou. Primeiro porque o país, afinal, tomou conhecimento da existência de mais um candidato a presidente. Segundo porque estava à vontade. Alfinetou os demais. Foi engraçado quando deveria. Falou o tempo todo olhando nos olhos dos espectadores.

Serra foi essencialmente técnico. Foi o que sempre foi. O campeão dos detalhes. Não sorriu – a não ser no último dos cinco blocos do debate, mesmo assim por cobrança de sua filha.

Um bom expositor, como sempre. Nada mais do que isso.

Dilma, como Plínio, também ganhou – embora menos do que ele.

Havia no PT e no governo o receio de que ela se saísse mal.

Como não derrapou em nenhum momento, embora tenha sido tão chata quanto Serra foi, não perdeu o debate. Tirando-se o áudio, foi a que apresentou a melhor “imagem presidencial”, digamos assim.

A dureza das regras produziu um debate sonolento. A audiência foi um pouco maior do que se esperava – quase 6%. No mesmo horário, a Globo bateu em 36% transmitindo o jogo São Paulo x Internacional.

 

fonte: Blog do Noblat –http://oglobo.globo.com/pais/noblat/

+ sobre o tema

Menos de 1% dos municípios do Brasil tem só mulheres na disputa pela prefeitura

Em 39 cidades brasileiras, os eleitores já sabem que...

Brasileiros são os mais barrados na Europa

Segundo agência europeia, 6 mil tiveram entrada recusada em...

Prostituição e direito à saúde

Alexandre Padilha errou. Realizar campanhas de saúde pública é...

Derrota escancara dissonância na esquerda

Martin Schulz (Source: AP) Após falharem para capitalizar eleitoralmente a...

para lembrar

Maluf impõe condições a apoio a Serra

Hoje na Folha O ex-prefeito e deputado federal Paulo...

Palavras sapienciais

jamais permita que a escola estrague a educação dos...

Movimentos sociais terão agenda intensa em maio

A Jornada de Lutas da Juventude Brasileira pretende pautar...

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe fim à saída temporária de presos em datas comemorativas. O líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT-BA),...

Morre o político Luiz Alberto, sem ver o PT priorizar o combate ao racismo

Morreu na manhã desta quarta (13) o ex-deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), 70. Ele teve um infarto. Passou mal na madrugada e chegou a ser...

Equidade só na rampa

Quando o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, perguntou "quem indica o procurador-geral da República? (...) O povo, através do seu...
-+=