Deputada corta cachê de Luiz Caldas por considerar canção racista

O maior sucesso de Luiz Caldas incomodou a deputada estadual da Bahia, Luiza Maia (PT). Para ela, a canção “Fricote”, é considerada de “cunho racista e depreciativa às mulheres negras”. A canção tem a seguinte letra “Nêga do cabelo duro / Que não gosta de pentear / Quando passa na praça do tubo / O negão começa a gritar”. As informações são do jornal A Tarde.

A solução para a deputada foi determinar o corte do cachê de Luiz Caldas em 30%, quando o cantor se apresentou em Camaçari, interior da Bahia. Luiza Maia é mulher de Luiz Caetano, prefeito do município.

De acordo com a deputada, a canção abala a “auto-estima da mulher negra” mostrando uma imagem de que ela seria “feia e desleixada”. Para ela, isso constituiria também como “violência simbólica”.

Luiza Maia já chegou a fazer um projeto de lei proibindo patrocínio públicos para artista que cantem músicas que, na visão da parlamentar, promovem a humilhação de mulheres.

“Fricote” é o maior sucesso de Luís Caldas, canção bastante popular na década de 1980. O nome da música batizou o movimento que geraria a atual axé music.

Confira a letra completa de “Fricote” :

Nêga do cabelo duro

Que não gosta de pentear

Quando passa na praça do tubo

O negão começa a gritar

Olha a nêga do cabelo duro

Que não gosta de pentear

Quando passa na praça do tubo

O negão começa a gritar

Pega ela aí pega ela aí

Pra quê?

Pra passar batom

De que cor?

De violeta

Na boca e na bochecha

Pega ela aí pega ela aí

Pra que?

Pra passar batom

De que cor?

De cor azul

Na boca e na porta do céu

Veja também o vídeo da canção:

Fonte: O Reporter

+ sobre o tema

Inesc: Racismo e Igualdade – vídeo

Apresentamos o programa "Racismo e Igualdade”, no qual...

Tragam-me a cabeça de Lima Barreto

Ancorado no tripé loucura, racismo e eugenia, monólogo com...

FLIPELÔ: Em bate papo sobre poesia e protesto, Emicida e João Jorge discutem racismo

“Capitães de Areia talvez tenha sido o primeiro livro...

para lembrar

Multiplicar ações afirmativas

Como parte das reflexões que puderam aflorar no pais...

Justiça aceita denúncia e três viram réus pela morte de Moïse

A Justiça aceitou nesta terça-feira (22) a denúncia do...

O Itamaraty está baixando o nível. Mandaram além de mulher uma negrinha….

Benedita Gouveia Damasceno Simonetti que  é professora, mestra em...

Ivanir dos Santos: Caminhada em Defesa da Liberdade Religiosa: 14 anos de resistência

Precisamos fazer da história um suporte para as nossas...
spot_imgspot_img

Presos por racismo

A dúvida emergiu da condenação, pela Justiça espanhola, de três torcedores do Valencia por insultos racistas contra Vini Jr., craque do Real Madrid e da seleção brasileira. O trio...

Formação territorial do Brasil continua sendo configurada por desigualdades, diz geógrafo

Ao olhar uma cidade brasileira é possível ver a divisão provocada pela segregação espacial no território, seja urbano, seja rural. A avaliação é fruto...

Família de João Pedro protesta contra decisão que absolveu policiais

Os parentes do adolescente João Pedro, morto por policiais civis durante uma operação na comunidade do Salgueiro, em São Gonçalo, no Grande Rio, em...
-+=