Guest Post »

Desafio Google investe R$ 7 milhões em projetos de ONGs; todos saem vencedores

Google anunciou os quatro projetos de ONGs brasileiras vencedores do Desafio de Impacto Social Google Brasil, em evento nesta quinta-feira (8). A iniciativa foi promovida para contemplar projetos de organizações sem fins lucrativos com foco na solução de problemas sociais no país por meio de recursos tecnológicos. As instituições escolhidas superaram os 750 concorrentes inscritos.

As organizações não-governamentais vencedoras são a Zero a Seis, com o projeto SMSBebê; Meu Rio, com a iniciativa Rede Minha Cidade; Conservation International do Brasil, apresentando sua ideia de Pesca Mais Sustentável; e, para completar o Geledés Instituto da Mulher Negra, com o projeto PLP 2.0, que foi vencedor por votação online. Cada uma delas vai receber R$ 1 milhão para executar os projetos.

Em um anúncio surpreendente, o diretor executivo do Google Brasil, Fabio Coelho, disse que também ser contempladas as outras seis ONGs com R$ 500 mil para que também possam dar continuidade aos seus projetos. Com a novidade, a gigante de buscas acrescenta o montante de R$ 3 milhões em investimentos para projetos sociais, totalizando R$ 7 milhões aplicados nos dez projetos finalistas.

O evento contou com a participação do vice-presidente Michel Temer, que falou sobre a importância da participação da sociedade no Estado. “Vejo que todos esses projetos são voltados para o desenvolvimento social, são criativos, e visam melhorar a relação da sociedade entre si e com o governo”, disse.

Seleção

Antes da votação do júri, cada representante de todas as dez ONGs teve um minuto para apresentar seu projeto. Depois, esses responsáveis tiveram mais três minutos para responderem às perguntas dos jurados – a diretora do Google.org, Jacquelline Fuller, o apresentador de TV Luciano Huck, a empreendedora social Viviane Senna, e o rapper e ativista MV Bill.

Depois de presenciar as propostas das ONGs, os jurados escolheram três representantes: a Conservation International do Brasil, o Instituto Zero a Seis e a Meu Rio. O projeto do Geledés Instituto da Mulher Negra venceu na votação online, que terminou na meia-noite de quarta-feira (7) e registrou mais de 470 mil votos.

Falando sobre o processo de seleção, MV Bill disse ao TechTudo que ver as pessoas defendendo seus projetos fez toda a diferença na hora da escolha. Ele disse, ainda, que a grande dificuldade enfrentada pelo júri foi saber que teriam de deixar seis ONGs de lado para premiar apenas três.

“Para a gente, na sala dos jurados, foi muito difícil escolher, especialmente porque eram projetos com grande qualidade. A gente imaginava que talvez não teriam, fora do concurso, acessibilidade aos recursos necessários”, revelou MV Bill.

Voto popular elege combate à violência doméstica

O projeto PLP 2.0, do Geledés Instituto da Mulher Negra, foi ganhador do Desafio de Impacto Social Google Brasil por meio de votação online. Com a premiação, essa ONG desenvolverá um aplicativo de apoio às mulheres vítimas de violência doméstica. A proposta é criar um programa que acione diretamente redes de atendimento e desenvolva um tipo de botão do pânico.

“A cada uma hora e meia, uma mulher é morta no Brasil. É preciso reconhecer os problemas e enfrentá-los”, justificou Sueli Carneiro, que representou o Geledes Instituto da Mulher Negra, diante dos jurados.

Sueli disse estar muito emocionada por ter sido premiada com o voto popular que, para ela, é a maior honra que um projeto pode alcançar. “As mulheres, os homens, que repudiam práticas de violência votaram conosco. As pessoas estão respondendo ao nosso chamado”, afirmou Sueli.

O PLP 2.0 agora passa para a etapa de desenvolvimento do aplicativo. O protótipo está pronto, previsto para ser lançado em dois meses no Google Play Store.

Qual é a configuração para Google Earth? Comente no Fórum do TechTudo.

Conheça as outras vencedoras

– Conservation International do Brasil

Contemplada com R$ 1 milhão, a Conservation International do Brasil desenvolverá novas tecnologias que rastreiem e certifiquem o pescado no Brasil. Trata-se do projeto Pesca Mais Sustentável. “Ao ver o peixe no mercado, o consumidor encontrará uma ‘tag’ e poderá acessar, via smartphone, as informações disponíveis sobre o produto, como o tipo do pescado e também sobre a cultura da comunidade que a pescou”, explicou o representante do Conservation International do Brasil, Guilherme Dutra.

– Instituto Zero a Seis

Vencedor com o projeto SMSBebê, o Instituto Zero a Seis criará um sistema de ajuda às mães, via SMS, para que cuidem do desenvolvimento de suas crianças na primeira infância. “A população brasileira possui 20 milhões de pequenos na primeira infância. O Brasil registra 70 mil mortes no primeiro ano de vida que podem ser evitadas com boa formação”, disse o presidente do Instituto Zero a Seis, João Figueiró.

– Meu Rio

Com o projeto Rede Minha Cidade, a ONG Meu Rio desenvolverá uma série de aplicativos para engajar a população brasileira no que diz respeito às questões políticas e de cidadania. Trata-se de um incentivo para a participação popular. “O cidadão pode ser protagonista das mudanças. Já conseguimos articular comunidades, fizemos mais de 300 mobilizações entre elas está a canalização da voz de milhares de cidadãos, mães de desaparecidos, que resultou na primeira delegacia especializada de pessoas desaparecidas do Rio de Janeiro”, explica Alessandra.

 

Conheça os dez projetos de ONGs que concorreram ao prêmio de R$ 1 milhão pelo Google Brasil

 

 

Fonte: Tech Tudo 

 

 

Related posts