Discurso transfóbico de Nikolas Ferreira jamais será liberdade de expressão

Qual o limite para um deputado se pronunciar na Câmara dos Deputados?

O teatro covarde do péssimo deputado Nikolas Ferreira, usando uma peruca loira, com seu discurso altamente transfóbico, vai para o lado oposto da democracia, da igualdade de gênero e do respeito às diferenças.

Se um deputado pintar o seu rosto de preto, como faziam os black faces, para um discurso racista na Câmara, isso será encarado como liberdade de expressão? Se colocar um cocar e desqualificar a importância da história dos povos originários com acusações levianas, será apenas um discurso político?

Vamos colocar as coisas no seu devido lugar.

Crime é crime, em qualquer local. Aliás, esse deputado nocivo à sociedade brasileira foi o mais votado nas últimas eleições, e tenho certeza que as pessoas não votaram nesse sujeito para isso.

Ele é um preconceituoso que está tentando aproveitar da sua imunidade parlamentar para espalhar o seu discurso de ódio, mandando uma mensagem direta para aqueles que pensam como ele.

Os partidos governistas protocolaram um pedido de abertura de processo disciplinar na Câmara para apurar possível quebra de decoro.

Nikolas Ferreira deveria ser cassado, sim! Porque o Brasil está num processo de mudança e de recuperação dos princípios e valores da nossa sociedade, e a ideologia desse deputado não vai ao encontro do resgate da paz.

Não tenho dúvida de que ele não é digno de ser um representante da Câmara dos Deputados do Brasil. Se nada acontecer, significará que todos pensam como ele, e não acho que isso é verdade.

O que ele fez não tem explicação e muito menos defesa. Não se pode mais deixar pessoas desse tipo continuar espalhando discursos de ódio e preconceitos para a nossa sociedade. Não é isso que esperamos de um deputado, e ele não foi escolhido pelos eleitores de Minas Gerais para isso.

Aliás tem uma lista de deputados e senadores que precisam ser alvo de processos de cassação. Damares Alves, Carla Zambelli, Bia Kicis, Eduardo Bolsonaro, Flávio Bolsonaro: todos fizeram discursos antidemocráticos durante quatro anos, espalhando fake news contra a importância da vacinação, entre outras coisas.

E cabe ao povo brasileiro cobrar atitude do novo governo.

A cada dia, as acusações de crimes do clã Bolsonaro aumentam, chegando até ao contrabando de joias.

Não é coincidência que o deputado Nikolas Ferreira seja um bolsonarista. Ele segue os passos de seu chefe, que cansou de fazer discursos machistas (agredindo verbalmente jornalista e deputadas), racistas, homofóbicos e transfóbicos, tudo que existe de ruim dentro de uma sociedade.

E vamos lembrar que o covarde ex-presidente está foragido nos Estados Unidos desde o dia 29 de dezembro de 2022, e não vai voltar por livre e espontânea vontade, porque teme ser preso. E será mesmo, mais cedo ou mais tarde.

SEM ANISTIA!

+ sobre o tema

STF começa a julgar nesta terça (18) supostos mandantes da morte de Marielle

O Supremo Tribunal Federal (STF) inicia, na tarde desta...

PL antiaborto viola padrões internacionais e ameaça vida, diz perita da ONU

O PL antiaborto viola padrões internacionais de direitos humanos...

Prefeitura de São José dos Campos retira obra sobre mulheres cientistas das escolas

A prefeitura de São José dos Campos (SP) recolheu...

A direita parlamentar parece ter perdido sua bússola moral

Com o objetivo de adular a extrema direita e...

para lembrar

O perfeito idiota brasileiro

Por Adriano Silva Ele não faz trabalhos domésticos. Não tem...

Obama escreverá capa da Newsweek sobre Haiti

Obama escreverá capa da Newsweek sobre Haiti por Sérgio Dávila Depois...

Douglas Belchior: Prêmio Virada Sustentável destaca 10 nomes. Vote no seu preferido

A Virada Sustentável, em parceria com o Catraca Livre, indicou 70...

Quem sofreu é que sabe, me tire dessa.

O correspondente de "O Globo" em Washington, Fernando...

Janja defende direito ao aborto legal, diz que projeto é ‘absurdo’ e afirma que Congresso deve garantir acesso ao SUS

A primeira-dama Rosângela da Silva, a Janja, afirmou que do projeto de lei (PL) 1904, que quer colocar um teto de 22 semanas no acesso ao...

Saiba quem são os deputados que propuseram o PL da Gravidez Infantil  

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (12), a tramitação em regime de urgência do projeto de lei que equipara aborto acima de 22 semanas...

Com PL do aborto, instituições temem mais casos de gravidez em meninas

Entre 1º de janeiro e 13 de maio deste ano, foram feitas 7.887 denúncias de estupro de vulnerável ao serviço Disque Direitos Humanos (Disque...
-+=