“Diversidade não é negação a nada”, diz Chiwetel Ejiofor sobre Oscar 2016

Chiwetel Ejiofor, indicado a melhor ator no Oscar 2014 por “12 Anos de Escravidão“, não estará este ano na competição pela estatueta dourada. Mas o astro britânico, filho de pais nigerianos, está atento ao debate racial que promete rondar a cerimônia no próximo domingo (28), em Los Angeles. “É claro que nosso dever é promover um senso de diversidade”, disse ele em entrevista ao UOL.

Por James Cimino, do UOL

Ejiofor repercutiu o comunicado divulgado em janeiro por Cheryl Boone Isaacs, presidente da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, lamentando a falta de diversidade na lista dos indicados ao Oscar, a qual nenhum ator negro foi indicado, e disse que está trabalhando duro para mudar esse cenário para o ano que vem e trazer mais inclusão.

“[A diversidade] Faz os filmes melhores, faz a imprensa melhor e é bom para nossa sociedade”, afirmou Ejiofor. O ocidente não vai ficar ‘menos diverso’. Então, neste momento, temos uma responsabilidade com nossos filhos e netos para que eles tenham uma sociedade da qual se orgulhem. Reflete a gente”.

O ator de 38 anos lembrou que todos os filmes dos quais ele cresceu assistindo refletem uma perspectiva diferente da que sempre teve, mas que isto era algo normatizado. “Esses filmes tinham a perspectiva de homens brancos. De ‘Intriga Internacional’ a ‘De Volta para o Futuro’ e ‘Curtindo a Vida Adoidado’ ou ‘Scarface’, você tem uma perspectiva de uma vida que não é a mesma que você viu sua vida toda. Então você vê ‘Carol’, por exemplo, e é uma perspectiva diferente deste mundo que foi preestabelecida. Diversidade não é a negação a nada. Ninguém está dizendo que o mundo seria melhor se tivesse menos diversidade”.

Para ele –que é um dos protagonistas do filme de ação “Triple 9”, previsto para estrear no Brasil em 31 de março–, as mudanças que vêm acontecendo nos dias de hoje são irreversíveis. “Nós todos amamos filmes, e é por isso que estamos neste ramo”.

+ sobre o tema

A nova versão da peça publicitária sobre os 150 da anos da Caixa com Machado de Assis negro

A Caixa Econômica Federal informou nesta terça-feira (11) que...

O deputado Leréia PSDB-GO quer processar policial que o acusou de racismo

O deputado Carlos Alberto Leréia (PSDB-GO) quer abrir um...

MANIFESTO: Assassinado! Mais um corpo negro assasinado!

Pedro Gonzaga foi brutalmente assassinado no último dia 14,...

“Eu não era branca o suficiente para 5 projetos diferentes”, diz atriz de NCIS

Jennifer Esposito, mais conhecida por seu trabalho nas séries...

para lembrar

Um país de Heloísas, Dudas, Agathas e Marcos Vinícius

"Brasil, meu negô, deixa eu te contar" sobre a...

Racismo no Supermercado Andreazza em Caxias do Sul

Entidades em defesa do negro repudiam caso de racismo...

O Negro e o Jazz nos EUA

Resumo O tema deste projeto se deu por um interesse...
spot_imgspot_img

Nem a tragédia está imune ao racismo

Uma das marcas do Brasil já foi cantada de diferentes formas, mas ficou muito conhecida pelo verso de Jorge Ben: "um país tropical, abençoado...

Futuro está em construção no Rio Grande do Sul

Não é demais repetir nem insistir. A tragédia socioclimática que colapsou o Rio Grande do Sul é inédita em intensidade, tamanho, duração. Nunca, de...

Kelly Rowland abre motivo de discussão com segurança em Cannes: ‘Tenho limites’

Kelly Rowland falou à imprensa sobre a discussão que teve com uma segurança no tapete vermelho do Festival de Cannes durante essa semana. A cantora compartilhou seu...
-+=