sexta-feira, abril 23, 2021

Tag: Oscar

Daniel Kaluuya e LaKeith Stanfield (de braços erguidos) protagonizam 'Judas e o Messias Negro' — Foto: Divulgação

Oscar 2021: 5 curiosidades de Judas e o Messias Negro, indicado a Melhor Filme

Judas e o Messias Negro é um dos filmes favoritos no Oscar 2021. A produção dirigida por Shaka King concorre a seis prêmios na cerimônia, inclusive o de Melhor Filme, e acompanha uma história emocionante (e real) sobre traição, ativismo, preconceito e violência. Com Lakeith Stanfield no papel de Bill O'Neal e Daniel Kaluuya como Fred Hampton, ativista que chegou a ser líder dos Panteras Negras, Judas e o Messias Negro tem uma narrativa envolvente. A produção acompanha a traição de O’Neal e o assassinato de Hampton, assim como apresenta o legado do ativista em uma narrativa de tributo. Da ideia inicial do filme ao lançamento nos cinemas, há diversos fatos inusitados sobre os bastidores de Judas e o Messias Negro. A Rolling Stone Brasil listou 5 curiosidades sobre a produção indicada ao Oscar 2021; confira: Foi ideia de quem? O drama angustiante foi pensado por duas personalidades da comédia: ...

Leia mais
Riz Ahmed em 'O Som do Silêncio': indicações ao Oscar trazem visibilidade para surdos (Foto: Divulgação)

Indicado ao Oscar, ‘O Som do Silêncio’ dá destaque raro à cultura dos surdos 

Paul Raci, indicado ao Oscar por interpretar um mentor de usuários de droga que perdeu a audição em "O Som do Silêncio", disse que a reação mais comum de surdos ao filme é: "Que bom que você retrata um bando de drogados surdos como pessoas legais!". "Isso é um pouco estranho", disse Raci em uma entrevista, "mas eles estão contentes de você mostrá-los sob uma luz que os torna normais, como eu e você. Eles têm as mesmas dificuldades." Ativistas esperam que os elogios a "O Som do Silêncio", um dos concorrentes a melhor filme na premiação cinematográfica do próximo domingo, e a outros títulos levem à produção de mais filmes com pessoas com deficiência. A sub-representação de mulheres, negros e outros em Hollywood tem sido questionada nos últimos anos. Estúdios de cinema e a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, que concede o Oscar, adotaram medidas para aumentar a ...

Leia mais
H.E.R. (Foto: Emma McIntyre/Getty Images for The Recording Academy)

6 músicas para conhecer H.E.R, indicada ao Oscar 2021 por ‘Fight For You’ [LISTA]

Gabriella Wilson, mais conhecida como H.E.R., tem apenas 23 anos, mas já é uma referência no R&B contemporâneo. No Oscar 2021, a cantora concorre à Melhor Canção Original por “Fight For You”, do aclamado Judas e o Messias Negro. A música inspirada no soul e no funk tem uma forte conexão com a trama do filme. Judas e o Messias Negro acompanha o presidente dos Panteras Negras Fred Hampton(Daniel Kaluuya) e o traidor Bill O’Neal,(Lakeith Stanfield) e tem uma grande mensagem sobre luta racial,  união e revolução. Na música, esses ideais se transformam em um canto potente. “Instituição mental causando tanta confusão/ Parece que a única solução é uma nova evolução/ Não aguentamos mais/ Não, não pode ser ignorado/ Quando eles baterem à sua porta, você estará pronto para a guerra?,” canta H.E.R.. Composta por H.E.R. com o produtor D’Mile e a com cantora Tiara Thoma, “Fight For You” é uma forte concorrente na categoria Melhor Canção Original no Oscar 2021. Contudo, a música não é ...

Leia mais
Joey Bada$$ e Andrew Howard em cena de 'Dois Estranhos', da Netflix - Divulgação/Netflix

‘Dois Estranhos’ mostra que pretos são alvos não importa o que façam

“Presentemente eu posso me considerar um sujeito de sorte/ Porque apesar de muito moço, me sinto são e salvo e forte.” Já se sentiu assim como Belchior em “Sujeito de Sorte”? Eu não. Sou preto de quebrada, e sorte é um produto que, quando compramos no AliExpress, sempre fica preso em algum país racista. Baleado com uma furadeira na mão. Baleado voltando da escola. Baleado por brincar no quintal de casa. E 80 balas por estacionar o carro em frente a um grupo de soldados. A gente é público-alvo, alvo de bala. Em "Dois Estranhos", curta indicado ao Oscar e disponível na Netflix, Carter James acorda depois de uma noite aparentemente romântica com a linda Perri. Ele está na casa dela e precisa voltar para dar comida a seu cachorro. Ao descer as escadas do prédio, é abordado pelo oficial Merk. A partir dali, é bala, bala e bala. São ...

Leia mais
Celeste (Foto: Sergione Infuso/Corbis/Getty)

7 canções para conhecer Celeste, indicada ao Oscar 2021 por “Hear My Voice,” [LISTA]

Celeste Epiphany Waite é o novo nome do R&B e soul music. A cantora e compositora britânica iniciou a carreira em 2017 com o EP The Milk & The Honey e, naquela época, atingiu grande reconhecimento na mídia e público. Em janeiro de 2021, lançou o disco de estreia Not Your Muse, alcançando o primeiro lugar no topo da parada do Reino Unido. Com o disco, Celeste recebeu três indicações para o Brit Awards 2021, como Álbum do Ano, Artista Solo Feminina e Artista Revelação. Além, de claro, a indicação ao Oscar 2021na categoria Melhor Canção Original com a faixa “Hear My Voice”, na produção de Aaron Sorkin, Os 7 de Chicago. Para conhecer mais do estilo da cantora, separamos sete músicas de Celeste, desde o primeiro EP até o novo disco; confira: "Love is Back" "Love is Back" é a oitava faixa do disco de estreia, Not Your Muse, e mistura ...

Leia mais
Por seu trabalho em "A Voz Suprema do Blues", Chadwick Boseman foi indicado postumamente ao prêmio de melhor ator nesta edição do Oscar. Foto: Reprodução

Chadwick Boseman recebe indicação póstuma ao Oscar por ‘A Voz Suprema do Blues’

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas divulgou na manhã desta segunda-feira a lista de indicados a 93ª edição do Oscar. Entre os indicados na categoria de melhor ator está Chadwick Boseman, por sua performance como o trompetista Leeve em "A Voz Suprema do Blues", da Netflix. O ator morreu em agosto do ano passado, aos 43 anos, após 4 anos, vítima de um câncer de cólon que tratava há quatro anos. Boseman se consagrou mundialmente por ter protagonizado "Pantera Negra" em 2018, mas atuava em seriados desde 2003. A produção da Netflix foi o último filme gravado por ele, e o fez se tornar presença constante nas premiações, disparando como um favorito. Há algumas semanas foi premiado pelo Globo de Ouro. Boseman se tornou um símbolo de representatividade durante sua carreira, além de ter dado vida ao príncipe de Wakanda, o primeiro super-herói de ascedencia africana das histórias em ...

Leia mais
Spike Lee recebe seu primeiro Oscar por ‘Infiltrado na Klan’, na 91ª edição do prêmio, em 24 de fevereiro de 2019, em Los Angeles. Lee boicotou a cerimônia de 2016 devido à falta de diversidade da premiação.MIKE BLAKE / REUTERS

Oscar adota critérios mínimos de inclusão em busca de premiação mais diversificada

Sete meses se passaram desde que um thriller sul-coreano ganhou o Oscar de melhor filme, mas o caminho para transformar a Academia de Cinema de Hollywood em uma instituição global ainda parece estar pela metade. O próximo passo é exigir certas condições mínimas de diversidade dos filmes que disputem essa categoria. As exigências afetam tanto o que se vê em tela como as equipes de produção, para “refletir melhor a diversidade do público do cinema”, conforme anunciou a Academia na terça-feira. Nos prêmios de 2025, ou seja, para os longas produzidos em 2024 que quiserem disputar o Oscar de melhor filme, alguma destas condições terá de ser atendida: pelo menos um protagonista que não seja branco; pelo menos 30% de personagens secundários mulheres, minorias, LGBTQ ou deficientes; ou que o tema principal aborde um destes grupos sub-representados na tela. A trajetória da Academia para se transformar em uma instituição global e ...

Leia mais
Viviane Ferreira (Foto: Imagem retirada do site Glamurama)

Saiba quem é Viviane Ferreira, a nova presidente do Comitê de Seleção do Oscar 2021

A cineasta Viviane Ferreira foi eleita Presidente do Comitê Brasileiro de Seleção do Oscar 2021 em votação realizada nessa quinta-feira. Mas, afinal, quem é ela? Nascida e criada no Coqueiro Grande, na região periférica da cidade de Salvador, é mestre em políticas do audiovisual pela UNB, e advogada com atuação focada em direito do entretenimento. Em sua atuação na sétima arte, Viviane é a segunda mulher negra brasileira a dirigir um filme de longa metragem, “Um Dia com Jerusa”. A primeira foi Adélia Sampaio, em 1983, com “Amor Maldito”. Entre as grandes obras de Viviane estão também “Pessoas – Contar Para Viver”, “Mumbi7Cenas pós Burkina”, além de dirigir e roteirizar diversos videoclipes e curtas documentais. Viviane Ferreira falou sobre sua formação e experiências: “Tenho uma formação política fincada na vivência religiosa do candomblé, em uma casa em que o “feminino” ainda é centro do poder. Tal formação foi alinhada com ...

Leia mais
Sony Pictures/Divulgação

O Melhor Curta da Minha Vida

Um dia desses eu e minha equipe de trabalho estávamos a analisar os indicados ao Oscar, e francamente a academia do cinema é tão racista que me enoja, eles se recusam a dar o reconhecimento público para profissionais negros. E se isso não te incomoda “apenas repense”. E não é apenas sobre o Oscar, em sua maioria os grandes prêmios mundiais ainda negam a oportunidade de condecoração para pessoas negras, seja na ciência ou no concurso de “sinhazinha”da escola primária, lá está o racismo (que ao meu ver) nada velado. Por Rute Sant ' Anna de Souza, enviado para o Portal Geledés Sony Pictures/Divulgação Mesmo diante toda essa situação, por gostar muito de animação conferi um a um que foi indicado e descobri o curta da minha vida. O curta “Hair Love” foi escrito dirigido e produzido por Matthew A. Cherry. Ele é tão precioso e necessário. ...

Leia mais
(AFP)

Joaquin Phoenix se emociona no Oscar: ‘não me sinto acima de nenhum dos outros’

O americano recebeu o prêmio de 'Melhor Ator' nesse domingo (9) Do Correio 24 Horas (AFP) Joaquin Phoenix confirmou o favoritismo e levou para casa a estatueta de Melhor Ator do Oscar 2020 por 'Coringa' na cerimônia desse domingo (9). Ao receber o prêmio, o americano fez um discurso emocionado, em que levantou questões políticas e exaltou a possibilidade que ele e os colegas têm de "usar a voz em favor daqueles que não têm voz". "Não me sinto acima de nenhum dos outros indicados ou de qualquer outra pessoa nesta sala. Todos nós compartilhamos o mesmo amor pelo cinema. Esse meio me deu tantas coisas extraordinárias que nem sei o que eu seria sem ele”, falou. “Mas acho que o maior presente que me deu, e a muitos nessa sala, é a oportunidade de usar nossa voz pelos que não têm", iniciou. Phoenix continuou: “seja ...

Leia mais
MARIO ANZUONI / REUTERS Os cineastas Karen Rupert Toliver e Matthew A. Cherry recebem o Oscar de Melhor Cuta Animação.

‘A representação importa’, diz diretora de ‘Hair Love’, Oscar de Curta de Animação

“Queremos ter mais representatividade na animação”, disse a cineasta Karen Rupert Toliver. No Huffpost Os cineastas Karen Rupert Toliver e Matthew A. Cherry recebem o Oscar de Melhor Cuta Animação. (Foto: MARIO ANZUONI / REUTERS) “A representação importa profundamente. Queremos ter mais representatividade na animação. Precisamos normalizar o cabelo negro”, disse a diretora Karen Rupert Toliver ao conquistar o Oscar de Melhor Curta de animação na noite deste domingo (9), com Hair Love. A animação, que dirigiu junto com Matthew A. Cherry, conta a história de um pai que teve de pentear sua filha pela primeira vez, pois sua esposa está tratando de um câncer em um hospital. Veja o curta aqui: Além de dedicar o prêmio a estrela da NBA, Kobe Bryant, que morreu em um acidente de helicóptero em janeiro, Cherry celebrou o jovem DeAndre Arnold, que estava presente na cerimônia. DeAndre é um ...

Leia mais
Sony Pictures/Divulgação

Indicada ao Oscar 2020, animação “Hair Love” fala sobre cabelo afro

O curta-metragem é um dos únicos indicados que possui negros no elenco e produção. Por Maria Clara Serpa, da Cláudia Sony Pictures/Divulgação Depois da divulgação dos indicados ao Oscar 2020 nesta segunda-feira (13), o público e os críticos começaram mais uma vez o debate sobre representatividade na premiação. Como em quase todos os anos, os candidatos são predominantemente homens brancos e a falta de nomes como Lupita Nyong’o, de “Nós”, e Awkwafina e Zhao Shuzhen, de “A Despedida”, que eram promessas, gerou muitos comentários insatisfeitos na internet. Uma das únicas exceções nesse aspecto foi a indicação de “Hair Love” ao Melhor curta-metragem de animação. O filme, lançado online pela Sony Pictures Animation em dezembro, é estrelado por uma família negra e conta a história de um pai que tenta arrumar os cabelos crespos da filha. Mesmo desajeitado, ele não desiste da missão e assiste a tutoriais ...

Leia mais
Steve McQueen levou o Oscar de "Doze anos de escravidão" e também ganhou dois BAFTA - AFP/Arquivos

Cineasta Steve McQueen critica falta de diversidade nos BAFTA

Nenhuma cineasta, nenhum ator negro. O diretor de cinema inglês Steve McQueen criticou os principais prêmios britânicos de cinema, após a controvérsia sobre a falta de diversidade nas indicações deste ano. Do IstoÉ Steve McQueen levou o Oscar de "Doze anos de escravidão" e também ganhou dois BAFTA - AFP/Arquivos McQueen, o primeiro cineasta negro a ganhar um Oscar de Hollywood, por “Doze anos de escravidão” em 2014, disse que o BAFTA corre o risco de não “interessar a ninguém”, se não se tornar mais inclusivo. Seu comentário vem depois que a lista de indicados nas principais categorias do Oscar da Academia Britânica de Cinema e Televisão não incluiu mulheres, ou membros de minorias. Todos os atores nas quatro principais categorias de atuação são brancos, e não há cineastas como candidatas à melhor direção. A polêmica sobre a lista de indicados levou a academia a anunciar ...

Leia mais
Foto: Joe Klamar/AFP

Oscar: Academia aumenta participação de mulheres e negros

Comprometida em aumentar a representatividade e diversidade de seus membros, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood anunciou que está integrando mais 842 associados de 59 países. A maioria é de mulheres, 50%, seguidas pelos afrodescendentes, 29%. Do Diário de Pernambuco  Foto: Joe Klamar/AFP   Orgulhosamente, a Academia anuncia que as mulheres, que em 2015 somavam 25% de seus integrantes, agora chegam a 32%. A representação dos negros duplicou - 8% em 2015, são 16% em 2019, com a nova leva de associados. O Brasil conta com mais seis representantes, entre artistas e técnicos, na Academia. Os produtores Luiz Carlos e Lucy Barreto, cujos filhos Fábio e Bruno já foram indicados para o Oscar por filmes que eles produziram, O Quatrilho eO Que É Isso, Companheiro?; a diretora Laís Bodanzky, de obras consagradas como Bicho de Sete Cabeças e Como Nossos Pais A lista ainda segue com ...

Leia mais
Cena do Filme Green Book

Green Book: O Guia – O filme “negro” de brancos para brancos

Uma tentativa de “drama de prestigio” sobre racismo e as relações raciais nos Estados Unidos. no Premier Line imagem - IGN - Cena do Filme Green Book Contando a história de como o ítalo–americano Tony Lip (Viggo Mortensen) ao se tornar motorista do pianista Don Shirley (Mahershala Ali) formam uma improvável “amizade” na década de 60, Green Book: O Guia se divide em duas narrativas: Uma tentativa de “drama de prestigio” sobre racismo e as relações raciais nos Estados Unidos. E uma dramédia inspiradora com elementos de buddy movie e road trip sobre a “amizade” de dois homens. E o filme falha miseravelmente de ambos os jeitos. Primeiro, porque acaba sendo mais um filme dentro de uma fórmula cansada e ultrapassada sobre o tema que não faz sentido hoje em dia, mas principalmente porque é uma fantasia branca nojenta sobre racismo feita por brancos para brancos ...

Leia mais
Foto- VALERIE MACON : AFP

Oscar 2019 bate recorde com maior número de prêmios para profissionais negros e para mulheres

Cerimônia do Oscar consagrou 'Green Book: O Guia', 'Roma' e 'Bohemian Rhapsody' neste domingo (24), em Los Angeles. A cerimônia do Oscar consagrou "Green Book: O Guia", "Roma" e "Bohemian Rhapsody" neste domingo (24), em Los Angeles. Mas a noite foi importante pelo recorde de maior número de prêmios para profissionais negros (7 estatuetas) e para mulheres (15) em toda história da premiação. Em 2016, cinco negros levaram o Oscar. As melhores marcas anteriores das mulheres eram de 2007 e 2015, com 12 estatuetas em cada ano. Veja responsáveis pelo recorde dos negros: Regina King (Atriz Coadjuvante, "Se a rua Beale falasse") (Photo by VALERIE MACON / AFP) (Photo credit should read VALERIE MACON/AFP/Getty Images) Mahershala Ali (Ator Coadjuvante, "Green Book: O Guia") Mahershala Ali em Green Book Imagem- Reprodução Spike Lee (Roteiro adaptado, "Infiltrado na Klan") Spike Lee pula no pescoço ...

Leia mais
Mahershala Ali em Green Book Imagem- Reprodução

Mahershala Ali vence o Oscar de melhor ator coadjuvante por “Green Book”

Mahershala Ali levou o Oscar 2019 de melhor ator coadjuvante por "Green Book: O Guia". por Caio Coletti no UOL O ator subiu ao palco do Dobly Theatre, em Los Angeles, para receber a segunda estatueta de sua carreira. Ali, que venceu anteriormente na mesma categoria por "Moonlight: Sob a Luz do Luar", se tornou apenas o segundo ator negro a ter dois Oscar na prateleira. O único outro é Denzel Washington, que levou por "Tempo de Glória" (1989) e "Dia de Treinamento" (2001). Para vencer seu Oscar, Ali bateu Richard E. Grant ("Poderia Me Perdoar?"), Sam Rockwell ("Vice"), Adam Driver ("Infiltrado na Klan") e Sam Elliott ("Nasce Uma Estrela"). No discurso, o ator agradeceu ao pianista Don Shirley, personagem real que ele interpreta em "Green Book". Além disso, citou o parceiro de cena Viggo Mortensen, que interpreta Tony Lip, o motorista contratado por Shirley para uma turnê nos anos 1960. O filme, dirigido por ...

Leia mais
Spike Lee pula no pescoço do ator Samuel L. Jackson ao aceitar o Oscar de melhor roteiro adaptado por 'Infiltrado na Klan'

Ao receber prêmio de roteiro adaptado, Spike Lee lembra escravidão e violência contra negros e indígenas nos EUA

O cineasta de 'Infiltrado na Klan', pulou no pescoço do apresentador, o ator Samule L. Jackson no O Globo   Spike Lee pula no pescoço do ator Samuel L. Jackson ao aceitar o Oscar de melhor roteiro adaptado por 'Infiltrado na Klan' Foto- VALERIE MACON : AFP Depois de fazer homenagem a "Faça a coisa certa" (1989) no tapete vermelho, Spike Lee repetiu a dose no palco do Dolby Theatre, em Los Angeles, durante discurso de agradecimento ao Oscar de melhor roteiro adaptado por "Infiltrado na Klan". É o primeiro Oscar da carreira de Lee por um filme; antes, o diretor só havia recebido uma estatueta honorária, em 2015, pelo conjunto de sua obra. O cineasta, que ao subir no palco pulou no pescoço do ator Samuel L. Jackson, começou pedindo para não cortarem o microfone, enquanto ele estivesse falando. Depois lembrou a escravidão nos Estados ...

Leia mais
Ruth E. Carter e Hannah Beachler comemoram as duas estatuetas inéditas por Pantera Negra

Ruth E. Carter e Hannah Beachler da produção de ‘Pantera Negra’ fazem história no Oscar 2019

Elas são as primeiras mulheres negras a vencer nas categorias Figurino e Direção de Arte do Oscar. por Rafael Argemon no HuffPost Brasil DIVULGAÇÃO:MONTAGEM - HuffPost - Ruth E. Carter e Hannah Beachler comemoram as duas estatuetas inéditas por Pantera Negra Pantera Negra já fez história no Oscar. E nem estamos falando do fato de ser o 1º filme de super-herói a disputar como Melhor Filme, mas por duas estatuetas inéditas. Ruth E. Carter é a 1ª mulher negra a ganhar o Oscars de Figurino e Hannah Beachler é a 1ª mulher negra indicada (e vencedora) na categoria Direção de Arte. Até a noite deste domingo (24), apenas uma mulher negra ganhou um Oscar em uma categoria que não estivesse ligada à atuação: Irene Cara em Melhor Música Original (Flashdance... What a Feeling). “Faz muito tempo que esperava por isso isso”, disse Carter em seu discurso para logo ...

Leia mais

‘Pantera Negra’ é indicado ao Oscar de Melhor Filme

A produção da Marvel entra para a história como o primeiro filme de um super-herói que é nomeado para a principal categoria da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas Do Revista Galileo O HERÓI PANTERA NEGRA É INTERPRETADO POR CHADWICK BOSEMAN (FOTO: DIVULGAÇÃO/Revista Galileo )  Wakanda para sempre: muitio elogiado pelo público e pela crítica especializada, Pantera Negra fez história e é o primeiro filme de um super-herói que é indicado ao Oscar de Melhor Filme. Os candidatos à premiação organizada pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas foram anunciados nesta terça-feira (22 de janeiro): a produção da Marvel que conta a história do reiT’Challa também concorrerá às estatuetas de Figurino, Trilha Sonora Original, Canção Original, Direção de Arte, Edição de Som e Mixagem de Som. Dirigido por Ryan Coogler (Creed), o longa estrelado por Chadwick Boseman e Lupita Nyong’o conta a história de T’Challa, príncipe ...

Leia mais
Página 1 de 4 1 2 4

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist