‘Marte Um’, filme escolhido pelo Brasil para o Oscar 2023, chega à televisão paga

Confira outros destaques da televisão e dos serviços de streaming deste domingo (5)

Pela primeira vez, um longa escrito e dirigido por um cineasta negro foi selecionado para representar o Brasil na disputa pelo Oscar de melhor filme internacional. “Marte Um” não ficou entre os 15 semifinalistas ao prêmio, mas isso em nada diminui sua qualidade.

Gabriel Martins retrata com sensibilidade o cotidiano de uma família da periferia de Belo Horizonte no final de 2018, às vésperas da eleição de Jair Bolsonaro para presidente.

Canal Brasil, 19h, 16 anos


CARTAS NA MANGA

Neste filme da Arábia Saudita, quatro episódios independentes contam histórias que envolvem mentiras e trapaças. O roteiro tem falhas e os atores são amadorísticos, reflexo da incipiente produção cinematográfica local. Mas é uma janela para um dos países mais fechados do mundo.

Netflix, 12 anos


TUESDAY

Depois de incluir em seu catálogo o badalado “Aftersun”, um dos filmes mais elogiados do ano passado, a plataforma disponibiliza o primeiro curta-metragem da diretora britânica Charlotte Wells, de 2015 —também sobre um relacionamento entre pai e filha.

Mubi, 12 anos


KRENAK, UMA HISTÓRIA DE RESISTÊNCIA

A luta da etnia indígena krenak por terras no leste de Minas Gerais é vista em documentário inédito, produzido pelo jornalismo da emissora.

Cultura, 16h30, livre


VIRADÃO FRANÇOIS TRUFFAUT

François Truffaut, que completaria 91 anos nesta segunda, é homenageado com uma maratona —”Antoine e Colette” (21h20), “Beijos Proibidos” (22h), “Jules e Jim” (23h40), “Um Só Pecado” (1h35), “As Duas Inglesas e o Amor” (3h40), “O Amor em Fuga”(6h) “Domicílio Conjugal” (7h45), “De Repente num Domingo” (9h35), “O Último Metrô” (11h35) e “A Mulher do Lado” (13h55).

Telecine Cult, a partir de 21h20


CANAL LIVRE

Gilberto Kassab, presidente do PSD e secretário de Relações Institucionais do estado de São Paulo, fala sobre a relação entre o governo Lula com as casas legislativas.

Band, 0h, livre

Leia também:

“Marte Um” traz avanço prático e simbólico para diversidade racial, diz diretor

Marte Um: Nossa Negritude Reluzindo Cinema

Diretor de “Marte Um” comemora pré-seleção para o Oscar: “Nunca tinha ido pra um diretor negro”

+ sobre o tema

Caminhada relembra a Insurreição de São José do Queimado

Percurso de 18 Km, na Serra, refaz o caminho...

Milton Cunha: Semiologia de pele negra

A importância de ver o povo negro manipulando os...

Irmandade da Boa Morte

A Irmandade da Boa Morte é uma confraria religiosa...

para lembrar

Sobre preconceito e intolerância religiosa

Comunidades de terreiro se mobilizam em todo o país...

Samba da Mangueira agora é o Hino da Consciência Negra

O samba-enredo da escola de samba do Rio de...

D´SALETE PINTA O 7

Veja mais sobre: Marcelo d´Salete ...

Cantora e compositora Dêza lança single ˝Mulher Reverenciada˝

Dêza nasceu em Arapiraca e foi criada em Feira...
spot_imgspot_img

Flávia Souza, titular do Fórum de Mulheres do Hip Hop, estreia na direção de espetáculo infantil antirracista 

Após mais de vinte anos de carreira, com diversos prêmios e monções no teatro, dança e música, a multiartista e ativista cultural, Flávia Souza estreia na...

Estou aposentada, diz Rihanna em frase estampada na camiseta

"Estou aposentada", é a frase estampada na camiseta azul que Rihanna, 36, vestia na última quinta-feira (6), em Nova York. Pode ter sido uma brincadeira, mas...

Tony Tornado relembra a genialidade (e o gênio difícil) do amigo Tim Maia, homenageado pelo Prêmio da Música Brasileira

Na ausência do homenageado Tim Maia (1942-1998), ninguém melhor para representá-lo na festa do Prêmio da Música Brasileira — cuja edição 2024 acontece nesta quarta-feira (12),...
-+=