Djamila Ribeiro será homenageada como “personalidade do amanhã” pelo governo da França

A filósofa Djamila Ribeiro, Mestre em Filosofia Política pela Universidade Federal de São Paulo, autora de livros e colunas, será uma das homenageadas pelo governo francês pelo programa “Personalidade do Amanhã”.

Do Yahoo

Autora de livros e colunas, Djamila será uma das homenageadas pelo governo francês pelo programa “personalidade do amanhã”. (Foto: Felipe Larozza/VICE)

O programa seleciona uma pessoa por país da América Latina e Caribe por sua projeção atual e impacto no futuro.

Além da homenagem, Djamila passará dez dias em agendas oficiais pelo país, como a visita nos órgãos oficiais francesas, ao parlamento europeu, encontro com o presidente da França Emmanuel Macron, bem como outros encontros com ativistas locais.

A pensadora brasileira ganhou projeção nacional pelos conteúdos de suas manifestações nas redes sociais, com destaque na luta contra o racismo. Além disso, seus livros “O que é Lugar de Fala?” e “Quem tem medo do Feminismo Negro?” tem sido recordistas em vendas, chegando em conjunto nas primeiras colocações de vendas nas maiores feiras de livros no país.

Por ser a selecionada no Brasil, Djamila é a única em idioma português e será acompanhada por intérpretes o tempo todo da viagem. Nas redes sociais, a filósofa afirmou que está animada para a viagem: “penso ser uma oportunidade interessante para trocas, provocações e reflexões”.

É o segundo país a convidar oficialmente para agendas públicas, uma vez que em 2017 Djamila esteve por uma semana na Noruega a convite do país.

Em maio, Djamila fará uma turnê de lançamento de seus dois livros pelo interior da França, junto à editora do país que foi a primeira a traduzir as obras para outro idioma. Nessa segunda ida, a presença de Djamila já está confirmada na Faculdade de Filosofia de Tolouse e em Bruxelas, na Bélgica.

+ sobre o tema

Racismo científico, definindo humanidade de negras e negros

Esse artigo foi pensado para iniciar um diálogo sobre...

“Pérola Negra: Ruth de Souza” traça panorama da carreira da atriz

Mostra que entra em cartaz no CCBB traz 25...

Mylene Pereira Ramos: a juíza que defende maior diversidade na magistratura

“Em nossa sociedade, fatores como raça e condição social,...

para lembrar

Jovem preta é afastada de bebê após nascimento em maternidade de Florianópolis

Manifestantes fizeram um ato na tarde desta sexta-feira (30),...

Discriminação é comum, porém velada, dizem negras desempregadas

Para atendente, oportunidades de emprego são maiores para os...

Eu, mulher, psicóloga e negra

Quando nossa comissão editorial resolveu ouvir psicólogos negros, para...
spot_imgspot_img

Ela me largou

Dia de feira. Feita a pesquisa simbólica de preços, compraria nas bancas costumeiras. Escolhi as raríssimas que tinham mulheres negras trabalhando, depois as de...

“Dispositivo de Racialidade”: O trabalho imensurável de Sueli Carneiro

Sueli Carneiro é um nome que deveria dispensar apresentações. Filósofa e ativista do movimento negro — tendo cofundado o Geledés – Instituto da Mulher Negra,...

Andréia Regina Oliveira Assunção Santos e os desafios da maternidade são destaque do mês no Museu da Pessoa

Quando estava no último ano do curso de administração de empresas, Andréia engravidou pela primeira vez e enfrentou uma série de desafios, como as...
-+=