quinta-feira, julho 7, 2022
InícioQuestão RacialCasos de RacismoDois dos neonazistas são indiciados por racismo, e o terceiro volta para...

Dois dos neonazistas são indiciados por racismo, e o terceiro volta para as ruas em liberdade

Neonazistas são indiciados por racismo e formação de quadrilha em BH

A Polícia Civil concluiu o inquérito que investigava três jovens por vários crimes, dentre eles racismo e formação de quadrilha, em Belo Horizonte. Dois dos detidos, pelo menos, teriam envolvimento também com a ideologia neonazista. Segundo a delegada Paloma Boson Kairala, da Delegacia Especializada em Crimes Cibernéticos, todos foram indiciados.

Antônio Donato Baudson Perett, de 25 anos, que postou uma foto no Facebook agredindo um catador de materiais recicláveis, vai responder, além dos crimes já citados, por divulgação do nazismo e corrupção de menores. Marcus Vinícius Garcia Cunha, 26, foi indiciado por divulgar a ideologia nazista, formação de quadrilha e corrupção de menores.

O terceiro indiciado foi João Matheus Vetter de Moura, de 20 anos, que recebeu a liberdade nesta quarta-feira (24). O jovem teria envolvimento com os crimes de racismo e formação de quadrilha.

Como para a configuração do crime de formação de quadrilha é necessária a participação de pelo menos quatro pessoas, a delegada confirmou que existem elementos no inquérito que apontam para a participação de mais uma pessoa nos crimes. O nome do suspeito não foi divulgado. 

Também conforme a delegada, há pelo menos dez boletins de ocorrência que apontam a participação do trio em agressões a homossexuais e negros em Belo Horizonte. Essas ocorrências, no entanto, serão investigadas pelas delegacias responsáveis pelas regiões onde foram registradas.

 

 

Jovem rico erra. “Menor” pobre comete crime

Decisão da Justiça liberta suspeito de racismo preso com neonazista

Neonazista que divulgou fotos racistas na internet culpa imprensa por prisão

Neonazista suspeito de racismo apanha na prisão e nega crimes

A onda Bolsonaro e o despertar do neonazismo

No Sul, neonazistas queriam criar um novo país

Neonazista alemã indiciada por vários homicídios racistas

Fonte: R7

Artigos Relacionados
-+=