É de Lei acolhe: organizações participam de ação global da campanha “Acolha. Não Puna” 2019

No dia 26 de junho, organizações do mundo todo realizam ações pela campanha “Support. Don’t Punish”, traduzida para o português como “Acolha. Não Puna”. Com o objetivo de discutir a reforma da política de drogas e apoiar a redução de danos, o Centro de Convivência É de Lei fará parte da campanha global ao lado da Iniciativa Negra por uma Nova Política sobre Drogas – INNPD, da Plataforma Brasileira de Política de Drogas – PBPD, da qual o É de Lei faz parte, e da Rede Nacional de Feministas Antiproibicionistas – RENFA.

Do Facebook 

Reprodução/Facebook

O seminário “É de Lei acolhe” será realizado no próprio dia 26, quarta-feira, a partir das 14h e contará com uma ação de redução de danos na praça da Sé seguida de discussão aberta, na sede da associação – rua do Carmo, 56 – sobre as consequências da chamada guerra às drogas e as iniciativas realizadas por organizações de direitos humanos, pessoas trabalhadoras da rede e engajadas na causa.

Estarão presentes no evento Nathália Oliveira (INNPD), Cristiano Maronna (PBPD), Talita (Diverso), Lucas Marcelo Cardoso (É de Lei), Maria Angélica Comis (É de Lei) e Jéssica Rocha (RENFA)

Sobre a campanha

O Dia Global de Ação da campanha “Acolha. Não Puna.” ocorre sempre no dia 26 de junho, que também é conhecido como o Dia Internacional contra o Abuso de Drogas e o Tráfico Ilícito. Historicamente, essa data tem sido usada pelos governos para mostrar suas conquistas de controle de drogas em termos coercivos. O Dia de Ação Global da campanha busca recuperar e mudar a narrativa desse dia. Assim, a cada ano, um número crescente de ativistas em dezenas de cidades em todo o mundo participa dessa demonstração de força única e multifacetada para a reforma da política de drogas e pela redução de danos. Saiba mais: supportdontpunish.org

Serviço
Data: 26/06/2019
Ação na praça da Sé: 14h às 15h
Café: 15h30 às 16h
Seminário “É de Lei acolhe”: 16h às 18h
Mais informações: bit.ly/edeleiacolhe

+ sobre o tema

Hepatite C: Nova terapia chega ao SUS até outubro. “Sucesso é superior a 90%”, comemora Evaldo Stanislau

Como repórter especializada em saúde, acompanho a epidemia de...

Hipertensão: um alerta

Manter a pressão abaixo de 14 – isso basta?...

Com provável contágio sexual nos EUA, zika exige ‘prevenção máxima’, diz infectologista

“Não podemos aguardar um corpo robusto de dados para...

Ainda o Aborto, por Sueli Carneiro

No artigo "Redução de danos" (AOL Notícias), Renato Janine...

para lembrar

Por que não nascem bebês em Fernando de Noronha?

"É um pesadelo, você acha que nunca vai acabar....

Mulher denuncia hospital do DF por lesões que a filha sofreu no parto

Caso ocorreu em outubro de 2015, no Hospital Regional...

Mulheres são mal representadas em pesquisas de câncer

Na era em que o estudo do câncer se...

Um governador apologista do SUS é a glória para sempre, amém!

Por: FÁTIMA OLIVEIRA   Compreender é muito; pelo menos no discurso...
spot_imgspot_img

Seminário promove debate sobre questões estruturais da população de rua em São Paulo, como moradia, trabalho e saúde

A Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), a Comissão de Defesa dos Direitos Humanos D. Paulo Evaristo Arns – Comissão Arns...

Mais que no pé: um tiro na cara

O recurso extraordinário 635.659, em análise desde 2015 pelo Supremo Tribunal Federal, versa sobre a inconstitucionalidade da criminalização do porte de drogas. A maioria do STF caminha para...

A indiferença e a picada do mosquito

Não é preciso ser especialista em saúde para saber que condições sanitárias inadequadas aumentam riscos de proliferação de doenças. A lista de enfermidades que se propagam...
-+=