Edital seleciona consultoria em ‘Políticas de saúde para comunidades quilombolas’

As inscrições podem ser feitas até 28/07, pelo endereço eletrônico [email protected]. É necessário enviar currículo atualizado, carta de apresentação e documentos que comprovem experiência

Por CombateRacismoAmbiental

Interessados(as) em participar da seleção de consultoria devem enviar documentação completa, até 28 de julho, para o e-mail [email protected], com o título “Estudo políticas de incentivo na saúde para comunidades quilombolas”. Acesse o Termo de Referência para mais informações.

A seleção é uma parceria da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial – SEPPIR, com o Fundo de População das Nações Unidas – UNFPA, realizada no âmbito do “Projeto BRA5R104 – Fortalecendo as ações da SEPPIR nas áreas de saúde, políticas para juventude e políticas para comunidades quilombolas”.

Os requisitos para se candidatar incluem mestrado ou doutorado em saúde coletiva ou correlato, economia ou gestão de políticas públicas, epidemiologia, demografia ou similares; 5 a 10 anos de experiência comprovada em pesquisa aplicada e/ou análise de dados qualitativos, incluindo realização, sistematização, categorização, e análise de dados oriundos de fontes primárias (entrevistas), e fontes secundárias (documentos, sites, entre outros); experiência comprovada em pesquisa em saúde; capacidade de organização e cumprimento de prazos; capacidade redacional e de síntese; disponibilidade para viajar; e nacionalidade brasileira.

Solicita-se, ainda, que o(a) candidato(a) tenha conhecimento de conceitos e principais debates relacionados a atenção básica, estratégia saúde da família, financiamento em saúde, comunidades quilombolas; profissional com capacidade de análise e síntese de comunicação oral e escrita, de abertura para responder positivamente a diferentes pontos de vista e críticas em relação a sua atuação individual e coletiva, bem como realizar ajustes necessários; e ter informações e sensibilidade para acolher e trabalhar com diversidade cultural, étnica e religiosa, de orientação sexual e identidade de gênero, das diversas regiões brasileiras.

Fonte:Racismo Ambiental

+ sobre o tema

Nota de apoio ao Quilombo de Palmas

  Nós Quilombolas da Rede Quilombos do Sul,...

Povo Tupinambá sofre com ações de despejo e violência da PF na Bahia

CARTA ABERTA CONTRA A VIOLÊNCIA INSTITUCIONAL DO ESTADO BRASILEIRO...

Casaldáliga recusa homenagem em protesto contra Janete Riva

Com trajetória que o colocou contra os poderosos...

para lembrar

Ministério da Saúde revoga portaria que regulamentava aborto

O Ministério da Saúde revogou nesta quinta-feira portaria que incluía...

HIV: médicos anunciam 4º caso de cura

Um homem que vive com HIV desde a década...

PNDH3: Fratura exposta

SÃO PAULO - Caso decida não respaldar...

CEOs brasileiros debatem papel do setor privado na promoção dos direitos humanos

Pensar em direitos humanos na hora de traçar as...
spot_imgspot_img

Curso introdutório de roteiro para documentário abre inscrição

Geledés Instituto da Mulher Negra está promovendo formações totalmente online para jovens negres em todo o Brasil. Com um total de 6 formações independentes...

Desenrola para MEI e micro e pequenas empresas começa nesta segunda

Os bancos começam a oferecer, a partir desta segunda-feira (13), uma alternativa para renegociação de dívidas bancárias de Microempreendedores Individuais (MEI) e micro e...

“Geledés é uma entidade comprometida com a transformação social”, diz embaixador do Brasil no Quênia

Em parceria com a Embaixada do Brasil no Quênia, Geledés - Instituto da Mulher Negra promoveu nesta sexta-feira 10, o evento “Emancipação Econômica da...
-+=