Edson Cardoso lança ‘gravatá da fonte’ na Casa de Angola na Bahia

Lançamento de livro de poemas será no dia 29 de julho, na Casa de Angola, centro cultural instalado no Solar do Gravatá, ambiente urbano que inspira boa parte das poesias de ‘gravatá da fonte’

Por Edson Cardos Enviado para o Portal Geledés

A hora é mesmo da poesia, né não?

O país se apequena mais ainda

e somos gentilmente convidados

a devorar os restos

e nos abstermos de toda iniciativa.

Aos sessenta e seis posso dizer que os poemas

nunca chegam tarde de mais.

Edson Lopes Cardoso

Sexta-feira, dia 29 de julho, a partir das 19h, acontece o lançamento do livro de poemas “gravatá da fonte”, de Edson Lopes Cardoso. Seis meses após o lançamento de “Negro não – a opinião do jornal Ìrohìn” (Brasília: Editora Brado Negro, 2015), o conhecido ativista de movimento negro comemora quarenta anos de publicação do folheto “Areal das Sevícias”, seu trabalho de estreia na poesia, ainda estudante de Letras.

Em “gravatá da fonte”, o poeta percorre a infância no Recôncavo baiano, revisita dores e perplexidades de uma juventude enlutada e desarvorada, que encontra abrigo no engajamento político e na afirmação da identidade.

Embora sua poesia traga registro preciso de fatos e acontecimentos, evocações de afetos e lugares, vários poemas rompem com os encadeamentos lógicos e recuperam uma atmosfera de sonho, de mistura surreal de paisagens e personagens, vivos e mortos. A obra é prefaciada e introduzida por nomes como Fernanda Felisberto e Éle Semog, que expõem chaves para sua leitura.

Radicado há 36 anos na capital federal – palco de poemas impiedosos com o cotidiano da “Corte”, como 14: detesto este ônibus –, a cidade em torno da qual a imaginação do poeta gravita é, no entanto, Salvador. Muitos poemas de “gravatá da fonte” circulam pelo centro antigo, entre “velhas, doidos e meninos”, símbolos da permanência e do retorno na poesia de Edson Cardoso.

Casa de Angola

Não por acaso, o lançamento acontece na Casa de Angola na Bahia, centro cultural sediado no antigo Solar do Gravatá, uma construção da primeira metade do século XVIII, tombada pelo IPHAN em 1974 e localizada no Centro Histórico de Salvador (Baixa dos Sapateiros). O sítio urbano onde está situado o Solar foi também palco de boa parte das vivências que inspiram ‘gravatá da fonte’.

SERVIÇO

O QUE: Lançamento do livro de poemas ‘gravatá da fonte’

ONDE: Casa de Angola na Bahia – Praça dos Veteranos, Nazaré, Salvador, Bahia, Brasil (em frente ao Corpo de Bombeiros na Baixa dos Sapateiros)

QUANDO: 29 de julho de 2016, às 19h

+ sobre o tema

Comitiva da Bahia vem a Palmares, Alagoas homenagear Abdias Nascimento

Diversos estados da federação se organizam em comitiva para...

Lauryn Hill é condenada a três meses de prisão por sonegação de imposto

A cantora norte-americana Lauryn Hill foi condenada a três...

“Você não sabe nada sobre minha história” – Dois Africanos

Racismo faz africanos que moram na Paraiba ter vontade...

Lázaro Ramos lança livro infantil e diz que quer ajudar crianças a lidarem com os sentimentos

Artista revela novos trabalhos na literatura e no cinema...

para lembrar

Abram alas para Chiquinha Gonzaga

Uma mulher à frente de seu tempo. Chiquinha Gonzaga...

Casa de Cultura Tainã completa 26 anos de atuação

Casa de Cultura Tainã completa 26 anos de atuação   Do...

Princesa Isabel teve papel tímido na abolição e gostava mesmo era de fazer sorvete, diz a historiadora Mary del Priore

Princesa Isabel foi reconfigurada na história. Tradicionalmente apresentada como...
spot_imgspot_img

Inéditos de Joel Rufino dos Santos trazem de volta a sua grandeza criativa

Quando faleceu, em 2015, Joel Rufino dos Santos deixou pelo menos dois romances inéditos, prontos para publicação. Historiador arguto e professor de grandes méritos, com...

iAMO lança seu programa de residência artística audiovisual durante Festival de Cannes

O Instituto Audiovisual Mulheres de Odun (iAMO), presidido pela cineasta Viviane Ferreira, anuncia na sexta-feira, 17 de maio, o lançamento do seu Programa de...

Cientistas revelam mistério por trás dos antiquíssimos baobás, as árvores da vida

Cientistas afirmam ter resolvido o mistério em torno da origem dos antigos baobás. De acordo com análises de DNA, as árvores teriam surgido pela primeira...
-+=