Educação feminina ajuda a evitar casamentos na infância, afirma UNESCO

Educação feminina

De acordo com estimativas do “Relatório de Monitoramento Global Educação para Todos 2013/2014”, da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), cerca de 2,9 milhões de meninas até 15 anos são casadas na África Subsaariana, no sul e no oeste da Ásia – o equivalente a uma em cada oito meninas dessas regiões.

Essas estatísticas alarmantes representam milhões de meninas privadas de sua infância e sem acesso à educação. Para mudar essa realidade, a permanência de meninas na escola é fundamental para capacitar as mulheres a superar a discriminação, instruindo-as a ter maior consciência de seus direitos e maior confiança e liberdade para tomar decisões que afetam suas vidas.

Se todas as meninas completassem o ensino primário na África Subsaariana, no sul e no oeste da Ásia, o número de meninas que se casariam aos 15 anos cairia em 14%; e aquelas que alcançassem o ensino secundário, representariam menos 64%.

Além disso, ficar mais tempo na escola também proporciona às meninas mais confiança para fazer escolhas que evitem os riscos de saúde dos nascimentos precoces e dos nascimentos em rápida sucessão.

Atualmente, uma em cada sete meninas da África Subsaariana, do sul e do oeste da Ásia tem filhos antes dos 17 anos. Nessas regiões, 10% o número de meninas que engravidariam se todas tivessem o ensino primário cairia 10% e significaria uma diminuição de 59% se todas tivessem o ensino secundário. O resultado desse incentivo educacional também acarretaria em cerca de 2 milhões de nascimentos precoces a menos.

 

Fonte: ONU

+ sobre o tema

Forte pra quê?

Quem nasceu e cresceu cercada por mulheres negras muito...

Os bastidores, a charlatanice e o escárnio da importação de médicos – Por: Fátima Oliveira

No Brasil, a medicina como profissão liberal foi extinta...

Líder feminina no Malawi anula 850 casamentos infantis e envia meninas de volta para a escola

Theresa Kachindamoto, supervisora de um distrito em Malawi, país...

para lembrar

Quatro mulheres são mortas em SP pelos companheiros em dois dias

Só este ano foram 29 assassinatos. Do G1 Desde domingo (20),...

Mulheres e feminismo no Brasil: um panorama da ditadura à atualidade – Por Adriano Senkevics

Os movimentos de mulheres vêm desempenhando um papel importante...

O legado de Michelle Obama

Chegou à Casa Branca entre críticas, mas Michelle Obama...
spot_imgspot_img

Mãe de Simone Biles ofereceu apoio crucial quando ela decidiu não competir em Tóquio: “Eu te amo e saiba que estamos rezando por você”

A Netflix lançou recentemente "Simone Biles Rising", uma série documental que oferece uma visão íntima da vida pessoal e profissional da ginasta Simone Biles...

Zezé Motta recebe Preta Gil, Sheron Menezzes e Aline Wirley no ‘Especial mulher negra’

Artista que acabou de completar 80 anos, Zezé Motta recebe Aline Wirley, Preta Gil e Sheron Menezzes no “Especial mulher negra”, que será exibido...

Julho das Pretas: ‘Temos ainda como horizonte sermos livres das amarras históricas’, diz ativista

No dia 25 de julho será celebrado o Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha. E em alusão a data, o Julho das Pretas é realizado...
-+=