Eleição 2010: Netinho dá um tempo do SBT e vai por os “mano” em seu lugar

Netinho de Paula disse ao blog ontem, na festa de lançamento da programação 2010 do SBT, que não desistiu da política nem de continuar como apresentador do SBT.

– Vou conversar com o SBT e propor minha volta. No período em que estiver fora, estou pensando em um rodízio de apresentadores como Belo, Alexandre Pires, Salgadinho, André Marinho. Só os “mano” mesmo. 

Para se candidatar a senador, Netinho precisa se afastar por três meses de seu programa Show da Gente, que vai ao ar aos sábados à tarde. 

O contrato dele com a emissora de Silvio Santos vence agora em março. 

A atração é dirigida por Marlene

Fonte: R7

+ sobre o tema

Lancellotti, Varella, Suplicy e outros

Minha filha me pergunta qual é o nome do...

Daniel Munduruku: “Índio é invenção total, folclore puro”

Tatiana Mendonça Volta e meia, o paraense Daniel Monteiro Costa,...

para lembrar

O que a polêmica sobre o filme “Vazante” nos ensina sobre fragilidade branca

PRIMEIRO TRABALHO SOLO de Daniela Thomas, “Vazante”, que entrou em...

Mãe Estela: O Outono chegou!

Maria Stella de Azevedo Santos   O Outono chegou! Engraçado...Vi e...

A esquerda que fica em silêncio não representa ninguém

Vamos lembrar que a esquerda brasileira é bem plural...

Olívio Dutra: “O PT tem que fazer sua autocrítica, se explicar”

COM SUA FIGURA mais emblemática no banco dos réus, o...

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe fim à saída temporária de presos em datas comemorativas. O líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT-BA),...

Morre o político Luiz Alberto, sem ver o PT priorizar o combate ao racismo

Morreu na manhã desta quarta (13) o ex-deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), 70. Ele teve um infarto. Passou mal na madrugada e chegou a ser...

Equidade só na rampa

Quando o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, perguntou "quem indica o procurador-geral da República? (...) O povo, através do seu...
-+=