Em SP, escola é acusada de racismo após comunicado em que pede ‘cabelo liso’ em alunas para apresentação

Uma escola localizada no bairro de Jardim Vergueiro, em São Paulo (SP), vem sendo acusada de racismo após a repercussão de um comunicado enviado aos pais, pedindo para que alunas comparecessem a uma apresentação de fim de ano, nesta quinta-feira (3), com o “cabelo liso e solto”. Assim sendo, segundo o comunicado, a apresentação ficaria “mais bonita”.

Do Extra

Como imagem ilustrativa, o colégio ainda optou por uma escolha infeliz: a foto de Maria Joaquina, a personagem de cunho racista interpretada pela atriz Larrissa Manoela no remake da novelinha “Carrossel”, do SBT. Para quem não lembra, na trama Maria Joaquina xingava constantemente o colega de classe Cirilo (Jean Paulo Campos), negro, pobre e apaixonado pela menina.

A reação nas redes sociais foi imediata, com posts de pessoas próximas a alguns responsáveis que receberam o aviso demonstrando sua indignação.

printracismo

O EXTRA tentou entrar em contato com a diretoria da Associação Cedro do Líbano de Proteção à Infância, sem obter retorno até o momento de publicação desta matéria.

A associação, no entanto, emitiu uma nota oficial em que se desculpa pelo ocorrido, atribuindo o comunicado a um funcionário que teria agido sem autorização de seus superiores. Ainda segundo o informe, medidas administrativas estão sendo tomadas.

Confira o texto da nota na íntegra:

“São Paulo, 01 de dezembro de 2015

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Associação Cedro do Líbano de Proteção à Infância vem por meio desta nota esclarecer que todas as questões de diversidade, racial e religiosa estão contempladas no Plano de Trabalho da Associação, Plano este acompanhado e autorizado pela Supervisão de Ensino da Diretoria Regional de Educação.

O procedimento equivocado e individual de um funcionário sem a autorização da Direção (o qual as medidas administrativas já estão sendo tomadas), não pode representar a imagem de todo um trabalho voluntário de 68 anos a favor da igualdade e contra qualquer tipo e forma de preconceito.

Citamos ainda que recentemente foi implantado pela Prefeitura Municipal de São Paulo os Indicadores de Qualidade de Educação, onde esta instituição foi muito bem avaliada pela comunidade e pais de alunos, e o mesmo é objeto de formação na Educação das nossas crianças.”

+ sobre o tema

STF volta a proibir a apreensão de menores sem o devido flagrante nas praias do Rio

Após audiência realizada na manhã desta quarta-feira, em Brasília, o STF determinou...

Adolescente denuncia mulher por agressão e injúria racial em Rio Preto

Um adolescente de 13 anos denunciou ter sofrido injúria...

para lembrar

Olivier Rousteing: ‘A moda é racista’

Único negro à frente de uma grife de luxo,...

Revista Jackie – Após criar polêmica racista com Rihanna, editora de revista pede demissão

por Heloisa Toplian Comentamos por aqui o bafo envolvendo...

Procon-SP notifica shopping após mãe denunciar racismo

O Procon-SP notificou ontem o Bourbon Shopping São Paulo...
spot_imgspot_img

Quanto custa a dignidade humana de vítimas em casos de racismo?

Quanto custa a dignidade de uma pessoa? E se essa pessoa for uma mulher jovem? E se for uma mulher idosa com 85 anos...

Anvisa cancela registro de mais de 1,2 mil pomadas de modelar cabelos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) cancelou nesta sexta-feira (29) os registros de 1.266 pomadas sem enxágue, ceras e sprays para modelar, trançar ou...

Canta, Luciane

Luciane Dom é uma mulher negra de 34 anos, nascida em Paraíba do Sul (RJ). Formou-se em História na Uerj. É cantora e compositora....
-+=