Em SP, escola é acusada de racismo após comunicado em que pede ‘cabelo liso’ em alunas para apresentação

Uma escola localizada no bairro de Jardim Vergueiro, em São Paulo (SP), vem sendo acusada de racismo após a repercussão de um comunicado enviado aos pais, pedindo para que alunas comparecessem a uma apresentação de fim de ano, nesta quinta-feira (3), com o “cabelo liso e solto”. Assim sendo, segundo o comunicado, a apresentação ficaria “mais bonita”.

Do Extra

Como imagem ilustrativa, o colégio ainda optou por uma escolha infeliz: a foto de Maria Joaquina, a personagem de cunho racista interpretada pela atriz Larrissa Manoela no remake da novelinha “Carrossel”, do SBT. Para quem não lembra, na trama Maria Joaquina xingava constantemente o colega de classe Cirilo (Jean Paulo Campos), negro, pobre e apaixonado pela menina.

A reação nas redes sociais foi imediata, com posts de pessoas próximas a alguns responsáveis que receberam o aviso demonstrando sua indignação.

printracismo

O EXTRA tentou entrar em contato com a diretoria da Associação Cedro do Líbano de Proteção à Infância, sem obter retorno até o momento de publicação desta matéria.

A associação, no entanto, emitiu uma nota oficial em que se desculpa pelo ocorrido, atribuindo o comunicado a um funcionário que teria agido sem autorização de seus superiores. Ainda segundo o informe, medidas administrativas estão sendo tomadas.

Confira o texto da nota na íntegra:

“São Paulo, 01 de dezembro de 2015

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Associação Cedro do Líbano de Proteção à Infância vem por meio desta nota esclarecer que todas as questões de diversidade, racial e religiosa estão contempladas no Plano de Trabalho da Associação, Plano este acompanhado e autorizado pela Supervisão de Ensino da Diretoria Regional de Educação.

O procedimento equivocado e individual de um funcionário sem a autorização da Direção (o qual as medidas administrativas já estão sendo tomadas), não pode representar a imagem de todo um trabalho voluntário de 68 anos a favor da igualdade e contra qualquer tipo e forma de preconceito.

Citamos ainda que recentemente foi implantado pela Prefeitura Municipal de São Paulo os Indicadores de Qualidade de Educação, onde esta instituição foi muito bem avaliada pela comunidade e pais de alunos, e o mesmo é objeto de formação na Educação das nossas crianças.”

+ sobre o tema

O racismo que nos tira a autoestima já na infância

Lembro que, ano passado, ao conversar com a professora...

CPI de assassinato de jovens quer freio na violência policial

Relator da CPI do Assassinato de Jovens, com foco...

Clapton CFC: O clube inglês que vestiu as cores da luta antifascista espanhol

Só existe desde fevereiro, mas rapidamente o Clapton CFC...

para lembrar

Michele Alexander: a guerra às drogas é a nova escravidão

A neutralidade permite que se adotem práticas tão racistas...

Dia das Crianças: Taís Araújo relembra bullying na infância

Taís Araújo já sofreu com o preconceito em ataques...

Mais uma marca considerada racista é aposentada nos EUA

A Pepsi disse nesta terça-feira que suas massas e...
spot_imgspot_img

Futuro da gestão escolar

A educação pública precisa de muitos parceiros para funcionar. É dever do Estado e da família, com colaboração da sociedade, promover a educação de todas as...

Educação para além dos muros da escola

Você pode fornecer escolas de qualidade para os mais pobres e, mesmo assim, talvez não veja a mudança na realidade do país que se...

Criança não é mãe

Não há como escrever isto de forma branda: nesta quarta-feira (12), a Câmara dos Deputados considerou urgente discutir se a lei deve obrigar crianças vítimas de estupro à...
-+=