Embaixadores africanos visitam Fortaleza em outubro

Representantes africanos visitarão Instituto Brasil África para fomentar parcerias nas áreas de saúde, educação, esporte, economia, entre outras

De 15 a 20 de outubro, um Comitê de Embaixadores Africanos da Southern African Development Community (SADC), visitará Fortaleza. Essa será a primeira visita ao Instituto Brasil África (IBA), instalado recentemente na capital cearense.

O órgão foi criado com o objetivo de estreitar as relações entre Brasil e o continente africano e fomentar parcerias e cooperações em campos como saúde, educação, esporte, economia, turismo, ciência e tecnologia.

O presidente do IBA e professor de relações internacionais da Unifor, João Bosco Monte, explica que o instituto vai funcionar como um organismo de diálogo intermediário entre o país e o continente.

“Foi a partir de 2003, durante o governo Lula que a África passou a ser uma das novas prioridades da política externa brasileira. O IBA pretende aproximar os interesses entre os países da África e Brasil em diversos setores, promover encontros de figuras públicas governamentais, articular discussões, evidenciar incentivos que podem ser feitos entre os países e, identificar a africanização no Brasil, ou seja, a comunidade africana que atua no país.

A escolha pelo Ceará, deve-se, entre outras razões, à proximidade do Estado com o continente africano, inclusive com a existência do voo direto entre as cidades de Fortaleza e a capital do Cabo Verde, Praia”. Conforme Monte, o setor industrial em pleno crescimento e o turismo em expansão no Ceará são os grandes atrativos da visita.

Os representantes do continente africano farão visitas à industrias de manufatura, serviços, logística, universidades, empresas que operam na África e interessadas pelo mercado africano.

Entre as ações para articular medidas que beneficiem o desenvolvimento o bloco do continente e o Brasil acontece em agosto de 2014, na capital, o II Fórum Brasil África, com o tema “Infraestrutura, parceria e desenvolvimento”. “São dois dias de discussões, com 40 delegações de países africanos, empresas brasileiras e da África que vão discutir, trocar experiências e formar parcerias”, diz.

 

 

Fonte: O Povo

+ sobre o tema

Argélia anula dívida de 12 países africanos

A medida do governo argelino beneficia o Benin,...

Noruega elogia trabalho de Cuba no Haiti: ‘maravilhoso’

Noruega classifica como maravilhoso o trabalho de Cuba no...

África ganha 11 bilionários em 1 ano. Veja os mais ricos

  Segundo ranking divulgado pela revista Forbes, 10...

para lembrar

Vencedora de Prêmio Casa a favor de políticas contra o racismo

A cubana Zuleica Romay, Prêmio Extraordinário de Estudos sobre...

Hollande leva a Merkel plano de novo pacto para tirar UE da crise

  O novo presidente francês, François Hollande, tomou...

O país onde os negros tem cabelos naturalmente loiros

Ilhas de Salomão, país localizado no Oceano Pacífico, cerca...

Pesquisadores visitam país da Oceania onde negros têm cabelos naturalmente loiros

Pesquisadores das universidades de Stanford, de Bristol, da...
spot_imgspot_img

Um Silva do Brasil e das Áfricas: Alberto da Costa e Silva

Durante muito tempo o continente africano foi visto como um vasto território sem história, aquela com H maiúsculo. Ninguém menos do que Hegel afirmou, ainda no...

Artista afro-cubana recria arte Renascentista com negros como figuras principais

Consideremos as famosas pinturas “A Criação de Adão” de Michelangelo, “O Nascimento de Vênus” de Sandro Botticelli ou “A Última Ceia” de Leonardo da Vinci. Quando...

Com verba cortada, universidades federais não pagarão neste mês bolsas e auxílio que sustenta alunos pobres

Diferentes universidades federais têm anunciado nos últimos dias que, após os cortes realizados pelo governo federal na última sexta-feira, não terão dinheiro para pagar...
-+=