Empate em pesquisa emperra aliança entre PSDB e PP

 

A queda nas pesquisas de opinião emperrou a costura de aliança do PP com o PSDB em apoio à candidatura de José Serra à Presidência.

Com o empate com a petista Dilma Rousseff registrado no último Datafolha, o PP prefere esperar a evolução das pesquisas para tomar uma decisão. Segundo integrantes do partido, hoje prevalece a tese de neutralidade.

A proposta tem eco mesmo entre os aliados ao PSDB em âmbito estadual. Candidato ao Senado na chapa de Beto Richa no Paraná, o deputado Ricardo Barros afirma que o PP vai esperar pelas próximas pesquisas. “O ideal é que o PP fique liberado, como nas outras três eleições”, defende Barros.

“Deixa livre e, nos Estados, casa com quem quiser”, afirma o deputado Luiz Heinze, aliado ao PSDB do RS.

Gonzalez

Apostando no horário político para reversão dos números, o comando de campanha de Serra assumiu a produção do programa que o PTB –futuro aliado da sigla– exibirá em 24 de junho.

Segundo o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson (RJ), a produção dos dez minutos veiculados em bloco nacional ficará a cargo do coordenador de comunicação da campanha de Serra, o jornalista Luiz Gonzalez.

“A produção é do Serra. O programa é para o Serra, quem produz é ele”, disse Jefferson, após almoçar com o candidato tucano na sede do PSDB em Brasília.

Na terça, o presidente do PSDB, Sérgio Guerra, se reúne com Jefferson, Gonzalez e o tesoureiro do PTB, Benito Gama, para discutir o programa, que exibirá cenas da convenção que deverá anunciar o apoio ao tucano.

“Mostraremos o discurso do Serra. Depois da convenção, tudo estará dentro da lei”, disse Jefferson.

Com a investida, o PSDB espera recobrar força para as negociações. Debilitado, não poderá atrair o PP, de Francisco Dornelles, e iniciará nova caça ao vice, caso o tucano Aécio Neves (MG) resista aos apelos de fiéis aliados.

Fonte: 24horasNews

 

+ sobre o tema

Salário menor na advocacia é mais frequente entre mulheres e negros

A proporção de advogados na menor faixa salarial da...

Lei que implantou escola cívico-militar em SP fere modelo educacional previsto na Constituição, diz PFDC

A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), órgão...

Ação enviada ao STF pede inconstitucionalidade de escolas cívico-militares em SP

Promotores e defensores públicos encaminharam ao Supremo Tribunal Federal...

para lembrar

Mercadante critica ‘abuso dos pedágios’ e trânsito de SP

Pré-candidato do PT ao governo de São Paulo,...

Mobilização dá renda e faz inclusão de agentes que vivem da reciclagem

Com as carroças paradas com o protocolo de distanciamento...

Maria Alice Setubal e Sueli Carneiro: Debate racial no Brasil: uma causa de todos

A construção de uma sociedade mais justa passa, necessariamente,...

Jornalista recebe desculpas de Bolsonaro, mas diz que manterá ação judicial

A jornalista Bianca Santana, colunista de Ecoa, recebeu hoje...

Nova identidade tem CPF como número principal, QR code e abriga dados de outros documentos

O governo federal quer acelerar a corrida para digitalizar a identidade dos brasileiros. A nova CIN (Carteira de Identidade Nacional) representa o fim do RG e da impressão...

ONU pede que Brasil legalize aborto e denuncia ‘fundamentalismo religioso’

Alertando sobre o avanço do que chamou de "fundamentalismo religioso" no Brasil, um dos principais órgãos da ONU que lida com a situação da...

Trump se torna 1º ex-presidente condenado em ação criminal na história dos EUA

Donald Trump se tornou o primeiro ex-presidente considerado culpado pela Justiça em uma ação criminal na história dos Estados Unidos. O veredicto, divulgado nesta quinta-feira (30),...
-+=