Empresa alfabetiza auxiliares de limpeza ao invés de demiti-los por não saberem ler

Nátaly Bonato é community manager da WeWork Paulista, um espaço de trabalho compartilhado, na Avenida Paulista, em São Paulo. Para resolver problemas de limpeza da unidade, Nátaly imaginou que um relatórioseria o suficiente.

Do A Grande Arte De Ser Feliz

O relatório deveria ser preenchido pelos funcionários da limpeza todos os dias dizendo se a sala do cronograma tinha sido limpa e, caso não, colocar um comentário explicando o porquê.

“O relatório demorou 1 semana pra chegar e quando veio, o banheiro virou um caos. Não entendi nada e ai nos reunimos e a descoberta foi que 50% do time (terceirizado) era iletrado”, escreveu Nátaly no Facebook.

Ao invés de trocar a equipe, Nátaly teve uma ideia muito melhor: procurar nas escolas que fazem parte da WeWork alguém que pudesse alfabetizar os auxiliares de limpeza. Foi assim que ela conheceu a pedagoga Dani Araujo, da MasterTech, que topou o desafio.

“As pessoas não são descartáveis. Eu não queria que alguém passasse pela minha vida sem ter o meu melhor, sem que eu pudesse tentar. Então, eu não queria que eles saíssem daqui um dia e continuassem tendo aquelas profissões por que eles não tinham escolha”, disse Nátaly em entrevista ao Razões para Acreditar.

As aulas aconteciam às terças e quintas-feiras, no horário de almoço, e duravam 1 hora e meia.  “Foi ousado participar desse projeto. Não tinha experiência com letramento para adultos. Vibrei e chorei com cada conquista que fazíamos juntos, me sinto privilegiada pelo aprendizado que eles me proporcionaram”, afirmou a pedagoga, que continuou dando as aulas mesmo depois de se desligar da MasterTech.

Cinco meses depois, Irene, Neuraci e ‘Madruga’ já conseguiam escrever uma carta. Para celebrar essa conquista, Nátaly e seu time organizaram uma formatura surpresa. “Na hora que eu vi eles vindo de beca, eu comecei a desfalecer de chorar e não só eu! Todo mundo. A gente fez na área comum da WeWork”, lembra Nátaly. “Foi muito incrível mesmo. Acho que é a melhor experiência da minha vida”.

E eles tiveram inclusive “formatura”com direito à beca e tudo! Veja algumas fotos:

Foto: Reprodução/Facebook

 

Foto: Reprodução/Facebook

 

Foto: Reprodução/Facebook

 

+ sobre o tema

Jornada visa acelerar negócios de moda da zona leste de São Paulo

A pandemia de Covid-19 causou impactos significativos para micro...

Oxfam Brasil contrata Coordenador(a) de Engajamento Público

IPO Instituto apoia a Oxfam nesta contratação  Sobre a Oxfam...

Senado institui cotas de 20% para negros nos próximos concursos

No dia em que o Brasil comemora 126 anos...

Empresa torna-se mais competitiva quando dá espaço para a diversidade

A diversidade traz competitividade, mas nem todas as empresas...

para lembrar

“Black Money”, o movimento que enfrenta o racismo empresarial no Brasil

Os negros movimentam cerca de R$ 1,7 trilhão por...

Brasil é o terceiro país mais ignorante do mundo

O estudo, feito por instituto britânico, mediu o que...

Anistia Internacional contrata diretor(a) de programas e campanhas

A Anistia Internacional é um movimento global com mais...

Em defesa do PIBID

O PIBID (Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à...
spot_imgspot_img

Lula cria fundo privado de R$ 20 bi para tentar manter alunos pobres no ensino médio

O governo Lula (PT) editou uma MP (medida provisória) que cria um fundo privado de financiamento de bolsas para incentivar estudantes pobres a permanecerem no ensino...

Lei do ensino de História da África nas escolas completa 20 anos e escancara lacunas na formação de professores antirracistas

Após ler em sala o poema O Pequeno Príncipe Preto, de Marcelo Serralva, para seus alunos da educação infantil, Luciana Deus, professora da rede pública,...

Festival gratuito em SP terá simpósio sobre direitos econômicos para mulheres negras e shows de Ellen Oléria e Ilú Obá De Min

O Fundo Agbara, primeiro Fundo Filantrópico para Mulheres Negras do Brasil, realiza, no dia 24 de novembro, a partir das 13h, a 3ª edição...
-+=