terça-feira, setembro 21, 2021
InícioÁreas de AtuaçãoEducaçãoEnade: 80% dos formandos de medicina são bancados pela família, e 70%...

Enade: 80% dos formandos de medicina são bancados pela família, e 70% se declaram brancos

De todos os alunos que estavam prestes a se formar em medicina em 2019, 80% afirmaram não ter renda própria – eram bancados pelos pais ou por pessoas próximas. Na maior parte dos casos, os salários do núcleo familiar somavam mais de R$ 5.700,00 mensais.

Os dados foram obtidos a partir dos questionários socioeconômicos do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2019, divulgados nesta terça (20). A prova avalia o perfil e os conhecimentos de alunos concluintes da graduação.

Abaixo, veja os principais destaques:

Renda familiar superior a R$ 5.700
Apenas 6,8% dos estudantes de medicina afirmaram que a renda familiar era de até R$ 1.431,50.

Na maior parte dos casos, a soma dos salários ultrapassava R$ 5.724,00. Veja o gráfico abaixo:

Poucos alunos eram responsáveis pelo sustento da família (0,6%). A maior parte, como já dito no início da reportagem, não tinha renda própria e era financiada por algum parente ou conhecido (81,9%). Há também 7,9% de estudantes que declararam depender de programas de renda do governo, como o Bolsa Família.

67,1% declararam ser brancos
Entre os formandos de medicina, 67,1% dos estudantes declararam-se brancos.

Há parcelas bem menores de: pardos (24,3%), pretos (3,4%), amarelos (2,5%) e indígenas (0,3%). Cerca de 2% não quiseram responder.

Continue lendo aqui 

RELATED ARTICLES