Enade: 80% dos formandos de medicina são bancados pela família, e 70% se declaram brancos

Enviado por / FontePor Luiza Tenente, G1

De todos os alunos que estavam prestes a se formar em medicina em 2019, 80% afirmaram não ter renda própria – eram bancados pelos pais ou por pessoas próximas. Na maior parte dos casos, os salários do núcleo familiar somavam mais de R$ 5.700,00 mensais.

Os dados foram obtidos a partir dos questionários socioeconômicos do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2019, divulgados nesta terça (20). A prova avalia o perfil e os conhecimentos de alunos concluintes da graduação.

Abaixo, veja os principais destaques:

Renda familiar superior a R$ 5.700
Apenas 6,8% dos estudantes de medicina afirmaram que a renda familiar era de até R$ 1.431,50.

Na maior parte dos casos, a soma dos salários ultrapassava R$ 5.724,00. Veja o gráfico abaixo:

Poucos alunos eram responsáveis pelo sustento da família (0,6%). A maior parte, como já dito no início da reportagem, não tinha renda própria e era financiada por algum parente ou conhecido (81,9%). Há também 7,9% de estudantes que declararam depender de programas de renda do governo, como o Bolsa Família.

67,1% declararam ser brancos
Entre os formandos de medicina, 67,1% dos estudantes declararam-se brancos.

Há parcelas bem menores de: pardos (24,3%), pretos (3,4%), amarelos (2,5%) e indígenas (0,3%). Cerca de 2% não quiseram responder.

Continue lendo aqui 

+ sobre o tema

Estudante da UFRJ comove a internet com declaração do pai semianalfabeto

Por Daniel Silveira Do G1 Ela criticou quem debocha das pessoas...

II Edital Gestão Escolar para a Equidade – Juventude Negra

Vários estudos mostram que há resultados educacionais significativamente piores...

Cerimônia de formatura em MT reúne 43 índios de 32 etnias diferentes

Formandos do curso de Pedagogia Intercultural que reúne 32...

Aluno da primeira turma de cotistas raciais da UFPR defende tese de doutorado

A UFPR agendou para a próxima terça feira (7)...

para lembrar

Projeto sobre ‘brancura’ inflama debate sobre racismo nos EUA

Em meio a protestos contra morte de negros por...

Branquitude para além do incômodo

(Texto apresentado no evento Feminismo, Racismo, Branquitude: opressão e...

Diálogo entre uma sociόloga brasileira negra e um jornalista italiano branco

Michele Carlino, jornalista italiano da Euronews, concedeu-me uma entrevista...

O que você considera excepcional e lindo, pode ser só branco

Tenho uma amiga negra, Roziane Ferreira, economista, que gosta...
spot_imgspot_img

Desigualdade aumentou em 2023, diz relatório do Banco Mundial

Em torno de 700 milhões de pessoas sobrevivem com menos de US$ 2,15 (R$ 10,50) por dia. São os mais pobres entre os pobres...

Longevidade para poucos

A expectativa de vida de brasileiras e brasileiros voltou a aumentar, depois do par de anos de retrocesso em razão da pandemia, que matou...

Invisibilidade social: a cor da desigualdade

Hoje, 20 de novembro, dia em que escrevo este breve artigo, é dia de Zumbi dos Palmares e da Consciência Negra. Não tenho a...
-+=