Ensino sobre a História e a Cultura Afro-Brasileira é tema de Seminário em Vitória

Ensino sobre a História e a Cultura Afro-Brasileira é tema de Seminário em Vitória

A efetividade da Lei 10.693/2003 que obriga as instituições de ensino médio e fundamental a incluírem no plano de ensino a disciplina de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana, é o tema do seminário que será realizado nos dias 18 e 19 de novembro, na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes).

O evento, organizado pelo Fórum Estadual de Entidades Negras (Fenegra-ES) e pelos Núcleos de Estudos Afro-Brasileiro da Ufes e do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (Ifes), tem o apoio da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Espírito Santo (OAB-ES).

A meta seminário é traçar um panorama sobre a aplicação dessa lei no Espírito Santo e no país, apontando avanços e desafios, além de criar, estruturar e fortalecer comissões e núcleos de estudos afro-brasileiros capixabas.

As vagas são limitadas. As inscrições são gratuitas e devem ser feiras até o dia 5 de novembro, na sede da Fenegra-ES. O certificado das 20 horas de seminário será entregue ao final do evento.

Programação :

SEMINÁRIO: “EFETIVIDADE DA LEI 10.639/2003 NO ESPÍRITO SANTO E BRASIL – AVANÇOS E DESAFIOS”.

Auditório Manoel Vereza – CCJE – Ufes

Dia 18/11:

08h – Credenciamento

09h – Abertura Oficial – Execução do Hino Nacional e do ES.

09h30 às 11h 10 – Palestra – Efetividade da Lei 10.639/2003 no Espírito Santo e Brasil – Avanços e Desafios
1- Marco Legal. Palestrante – Humberto Adami Santos Junior – Ouvidor da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial – SEPPIR.
2- Diagnóstico da Implementação no Espírito Santo. Palestrante – Luiz Carlos Oliveira do Centro de Estudos da Cultura Negra (Cecun-ES) e Fórum Estadual das Entidades Negras )Fenegra-ES).
Coordenação: Profª. Maria Aparecida Santos Corrêa Barreto (PPGE/NEAB/Ufes)
Relatora: Comissão de Direitos Humanos da OAB-ES

11h10 às 12h – Debate

13h30 às 14h30 – Palestra – Efetividade da Lei 10.639/2003 – Avanços e Desafios
3 – Relações Raciais e Políticas Educacionais. Palestrante – Profª Nilma Lino Gomes – Membro do Conselho Nacional de Educação(a confirmar).
14h30 às 15h – Debate.
Coordenação: Patrícia Gomes Rufino Andrade – Doutoranda em Educação e membro da CEAFRO-Vitória e NEAB-Ufes.
Relatoria: Geovana Ernesto Pereira Azevedo – Coordenadora CEAFRO – Mimoso do Sul-ES.

15h às 15h20 – Lanche

15h20 às 17h30 – Relato de Experiências de Comissões de Estudos Afro-Brasileiros – CEAFROs de Vitória, Ponto Belo, Aracruz, Conceição da Barra, Boa Esperança, Jerônimo Monteiro, NEABs Ufes e Ifes.
Coordenação: Valeska Oliveira dos Santos – Membro CEAFRO – Cachoeiro do Itapemirim – ES.
Relatora: Eni Souza Araúo Rodrigues – Membro CEAFRO – Cachoeiro do Itapemirim – ES.

17h30 – Encerramento

Dia 19/11 (sexta-feira)

08h às 8h40 – Apresentação Cultural

9h às 10 horas – Grupos de Trabalho.

Sala 1 – Políticas de Formação para Gestores e Profissionais da Educação (eixo 2 do Plano da Diretrizes Curriculares – Lei 10.639). Facilitadora: Yasmim Poltronieri Neves – Mestra em Educação e membro da CEAFRO-Vitória-ES.

Sala 2 – Políticas de Material Didático e Paradidático (eixo 3 do Plano da Diretrizes Curriculares – Lei 10.639). Facilitador/a: Gustavo Henrique Araújo Forde – Mestre em Educação e coordenador do NEAB-IFES e Patrícia Gomes Rufino Andrade – Doutoranda em Educação e membro da CEAFRO-Vitória e NEAB-UFES.

Sala 3 – Criações de setores específicos sobre a temática étnicorracial em Secretarias de Educação e Instituições afins com rubrica orçamentária, para implementação da Lei 10.639 (eixo 6 do Plano da Diretrizes Curriculares – Lei 10.639). Facilitador: Luiz Carlos Oliveira – Coordenador do Centro de Estudos da Cultura Negra – CECUN-ES e Fórum Estadual de Entidades Negras – FENEGRA – ES.

Sala 4 – Avaliação, monitoramento e instrumentos avaliativos para aferimentos das ações de implementação da Lei 10.639/2003 nos Estados e Municípios (eixo 5 do Plano da Diretrizes Curriculares – Lei 10.639). Facilitador: Prof. Dr. Ahyas Siss (LEAFRO/UFRRJ).

10h às 10h20 – Lanche

10h20 ás 12 horas – Continuação Grupos de Trabalho

12 horas – Almoço

13h30 às 14h30 – Palestra
Diversidade Étnicorracial e Educação Superior Brasileira, com Prof. Dr. Ahyas Siss (LEAFRO/UFRRJ).

14h30 às 15 horas – Debate
Coordenação- Prof. Dra. Maria Aparecida Santos Corrêa Barreto (PPGE/NEAB/UFES).
Relator- Antônio Carlos Martins – Membro da CEAFRO – Cachoeiro do Itapemirim-ES

15h às 15h20 – Lanche

15h20 às 17h30 – Plenária Resultados Grupos Trabalhos, Encaminhamentos, Considerações Finais, Entrega de Certificado e Encerramento.
Coordenação – Luiz Carlos Oliveira
Relatora – Hiléia Castro – Coordenadora CEAFRO – Serra-ES.

Serviço:

Taxa Inscrição: Gratuita

Período Inscrição – 14 de outubro a 05 de novembro de 2010.

Local de Inscrição – Fórum Estadual das Entidades Negras – Fenegra-ES – Rua Alberto Oliveira Santos, 59 – Edifício Ricamar – Sala 506 – Centro- Vitória-ES. Cepo 29010-980 / E-mail- [email protected] Informações: 27 – 3073-1623 e 9995-1907.

+ sobre o tema

Coletivo Luiza Bairros: conheça grupo que atua no combate ao racismo institucional na UFBA

A principal estratégia utilizada é na exigência do cumprimento...

Após reivindicação do movimento negro, sítio arqueológico no centro do Rio será preservado

Diferente das ossadas humanas descobertas durante escavações próximas à...

Agenda única de eventos em novembro celebra a consciência negra na UFMG

Iniciativa, que une comunidade e gestão, integra formação, informação...

A roupa que habito: Vestimentas e adereços reforçam identidade de pessoas negras a partir da estética africana

Indumentárias são usadas como símbolos políticos de resistência. Por Itana Alencar,...

para lembrar

‘Vozes pela Igualdade’ começa nesta segunda

Questões de raça e etnia são temas da programação...

Em 6 meses, governo identificou 407 mil famílias na extrema pobreza

Após seis meses da criação do programa Brasil Sem...

Imagens e textos reforçam direito à liberdade religiosa no Brasil

Por: Alana Gandra     Rio de Janeiro - A Comissão de...
spot_imgspot_img

Câmara aprova projeto que torna Dia da Consciência Negra feriado nacional; texto vai à sanção

Por 286 votos a favor e 121 contrários, a Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (29) um projeto de lei que declara o dia 20 de...

Profissionais negros reinventam suas carreiras na TV e avaliam a importância da discussão racial

No Dia da Consciência Negra, o gshow conversou com artistas que compartilham a jornada que é ser um profissional preto na teledramaturgia. Entre eles, atores, atrizes e...

“Quanto mais diversos formos, melhores seremos”

Uma das mais destacadas intelectuais em atividade no país, a historiadora e antropóloga Lilia Schwarcz, docente da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas...
-+=