Entidades denunciam governo Temer na ONU

A ABGLT (Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais) e a Conectas denunciaram, em uma assembleia do Conselho de Direitos Humanos da ONU, as ameaças de retrocesso dos direitos humanos agravadas com a crise política e com o Governo Temer.

Do Brasil247

A ABGLT (Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais) e a Conectas denunciaram nesta quinta-feira (23), em uma assembleia do Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU), as ameaças de retrocesso dos direitos humanos, agravadas com a crise política.

Em um pronunciamento de aproximadamente 20 minutos, as entidades disseram que iniciativas do governo interino, como a redução do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos a secretarias subordinadas ao Ministério da Justiça e Cidadania indicam que o Brasil pode desmontar garantias previstas na Constituição Federal e levar o país a descumprir tratados internacionais.

“Momentos de crise exigem atuação responsável das autoridades. Os direitos humanos devem ser a bússola na busca por soluções. Porém, declarações e atos do governo interino sinalizam que tais direitos recebem tratamento marginalizado”, disseram.

Essas iniciativas somadas aos projetos que estão em curso no Legislativo como a tentativa de reduzir a maioridade penal de 18 para 16 anos, em debate na Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ), e o PL 5069/2013, que quer criminalizar as profissionais da saúde que pratiquem aborto depois de estupro, procedimento que é permitido atualmente pela Constituição, são exemplos de ameaças aos direitos humanos que estão em discussão no Congresso Nacional.

Um representante do governo rebateu as entidades e disse que o governo “está totalmente comprometido com a proteção dos direitos humanos e com a defesa do Estado de Direito”.

+ sobre o tema

Votação da PEC do Trabalho Escravo é adiada mais uma vez

  A votação da Proposta de Emenda à...

ONU defende direitos humanos na internet como no mundo físico

  O principal órgão de direitos humanos da...

Brasil acata 159 das 170 recomendações da ONU sobre direitos humanos

Brasília – O governo do Brasil responde nesta...

Hoje na História, 10 de Dezembro, dia dos Direitos Humanos

por Navi Pillay "Milhões de pessoas têm ido às...

para lembrar

Convite: Diálogo sobre DH, Participação e Internet em São Paulo

CMDH - COMISSÃO MUNICIPAL DE DIREITOS HUMANOS

Grupo faz ato contra intolerância e discriminação no Centro do Rio

do G1 O auditório da Associação Brasileira de...

Zezé Motta a Feliciano: “A gente vai se livrar desse traste”

Atriz global Zezé Motta acredita que o clamor...

Após passagem por RR, rei da Noruega segue para reserva indígena

Rei Harald V viajou neste dia 22 para...
spot_imgspot_img

Debate na ONU sobre a nova declaração de direitos da população afrodescendente conta com a presença de Geledés

Geledés - Instituto da Mulher Negra esteve presente na sede das Nações Unidas em Genebra, na Suíça, durante os dias 8 e 9 de...

Militares no alvo

Nada na operação da Polícia Federal ontem chamou mais a atenção que o envolvimento da alta cúpula militar do governo Jair Bolsonaro na trama golpista. As...

Google celebra James Baldwin, escritor e ativista dos direitos civis

O Google está prestando uma homenagem a James Baldwin, renomado escritor e ativista dos direitos civis americanos, conhecido por suas obras literárias que abordam temas...
-+=