Espancar filha com fio elétrico e cortar seus cabelos é “medida corretiva”, diz juiz de Guarulhos

Espancar filha com fio elétrico e cortar seus cabelos é “medida corretiva”, diz juiz de Guarulhos. Pai acusado de espancar a filha de 13 anos por ela ter perdido a virgindade com o namorado foi absolvido.

Da Revista Fórum 

Espancar filha com fio elétrico e cortar seus cabelos

Espancar filha com fio elétrico e cortar seus cabelos é “medida corretiva”, diz juiz de Guarulhos

O pai de uma menina de 13 anos de Guarulhos foi absolvido juiz Leandro Jorge Bittencourt Cano, do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Guarulhos (SP), de uma acusação de ter espancado a menina com fios elétricos e cortado o seu cabelo pelo fato de ela ter perdido a virgindade com o seu namorado.

Para o juiz, o réu não pode ser condenado por lesão corporal porque não ficou comprovado o dolo na conduta. “Na verdade, a real intenção do pai era apenas corrigir a filha.”

“O agente aplicou moderadamente uma correção física contra a sua filha, gerando uma lesão de natureza leve. O fato foi isolado e, segundo a vítima e a testemunha, a intenção do réu era de corrigi-la”, escreveu o magistrado em sua decisão.

O Ministério Público vai recorrer da decisão, que considerou absurda.

A surra de fio dada pelo pai deixou oito lesões nas costas da menina com até 22 centímetros de comprimento.

Confira a íntegra da denúncia e da sentença aqui.

*Com informações do ConJur

+ sobre o tema

Violência sexual e violência doméstica agora têm notificação compulsória

Portaria publicada pelo Ministério da Saúde estabelece nova lista...

Mulheres negras presidem pela primeira vez Comissões de Direitos Humanos em três Estados no Brasil

A deputada estadual Leninha (PT-MG), Renata Souza (PSOL-RJ) e...

Taxa de feminicídios no Brasil é quinta maior do mundo

Lançadas nesta semana, diretrizes nacionais sobre feminicídio querem acabar...

para lembrar

Um conto de 10 barrigas

Presumimos muitas coisas sobre as pessoas, e especialmente sobre...

Ministra encerra congresso sobre pensamento de mulheres negras

Seminário tem objetivo de explorar produção de conhecimento promovida...

Joyce Ribeiro expõe falta de negros no jornalismo: ”Poucas parecidas comigo”

Para a jornalista e escritora Joyce Ribeiro, é um deleite...
spot_imgspot_img

Aborto legal: ‘80% dos estupros são contra meninas que muitas vezes nem sabem o que é gravidez’, diz obstetra

Em 2020, o ginecologista Olímpio Moraes, diretor médico da Universidade de Pernambuco, chegou ao hospital sob gritos de “assassino” porque ia interromper a gestação...

Lançamento do livro “A importância de uma lei integral de proteção às mulheres em situação de violência de gênero”

O caminho para a criação de uma lei geral que reconheça e responda a todas as formas de violência de gênero contra as mulheres...

O que está em jogo com projeto que torna homicídio aborto após 22 semanas de gestação

Um projeto de lei assinado por 32 deputados pretende equiparar qualquer aborto realizado no Brasil após 22 semanas de gestação ao crime de homicídio. A regra valeria inclusive para os...
-+=