Evasão sobe 40% nas universidades pagas

Levantamento aponta que 134 mil alunos desistiram de seus cursos em 2007 na Grande SP, período anterior à crise mundial

Sindicato das instituições do Estado relaciona o aumento da taxa de evasão à ampliação de matrículas de estudantes das classes C e D

Fonte: Folha de São Paulo

Foto: Getty Images

Após período de queda, o número de estudantes que abandona o ensino superior privado subiu 40% na região metropolitana paulista. Segundo levantamento do setor, 134 mil alunos desistiram de seus cursos em 2007 (último dado disponível).

O número representa 20,2% do total de matriculados. No ano anterior, a taxa foi 14,4%, menor que a de 2005 (16,6%).
O Brasil está entre os países da América Latina que possuem os menores índices de atendimento no ensino superior (30% da população jovem matriculada, ante 52% no Chile, segundo a Unesco).

Responsável pelo levantamento sobre a evasão paulista, o Semesp (sindicato das universidades particulares do Estado) afirma que o aumento da taxa reflete a ampliação das matrículas dos alunos das classes C e D -que têm mais dificuldades com a mensalidade.

“Em geral, é um aluno que trabalha, sustenta ou ajuda a família. Também tem pouca base para acompanhar o curso, pois geralmente veio da escola pública. É mais fácil ele evadir”, diz o diretor-executivo do sindicato, Rodrigo Capelato. Os dados abrangem período anterior à crise econômica mundial.

Para Capelato, as instituições só começaram a entender como lidar com um público de baixa renda recentemente, por meio de mensalidades baixas.

Pesquisador do Instituto Lobo, Oscar Hipólito afirma que não há uma única explicação para o aumento da evasão. “Os estudos apontam que, em geral, o aluno que desiste não gosta do curso, da instituição ou teve problemas financeiros.”
O levantamento do Semesp, feito com dados do MEC, mostrou ainda que subiu 9,6% o número de matriculados na rede privada na Grande de São Paulo e que houve diminuição na concentração de alunos nos cursos de administração e direito.

Matéria original: Evasão sobe 40% nas universidades pagas

 

+ sobre o tema

O sentido da reforma apressada do 2º grau

A MP do ensino médio, que Temer assinou nesta...

Explicando o uso do termo ‘bastante’ e do verbo ‘haver’ no sentido de ‘existir’

Professora de português do Colégio GGE, Ana Queiroz, exemplifica...

Estudo analisa mulheres e negras na educação brasileira

Um projeto desenvolvido entre 2014 e 2016 trouxe para...

MEC anuncia resultado do Prouni, mas candidatos não conseguem consultá-lo

Resultado da primeira chamada é publicado na manhã desta...

para lembrar

Mais de 400 travestis e transexuais usarão o nome social no Enem

Número representa um aumento de 46% em relação ao...

Ato de lesa-pátria

O governo Temer anunciou a suspensão do Programa Nacional...

A professora que ensina o que é inspiração

Gina Vieira Ponte nasceu em uma família de seis...

Chamada para o Edital Juventude Negra – Macaé Evaristo

Macaé Evaristo, secretária de educação de Minas Gerais, faz...
spot_imgspot_img

Ser menina na escola: estamos atentos às violências de gênero?

Apesar de toda a luta feminista, leis de proteção às mulheres, divulgação de livros, sites, materiais sobre a valorização do feminino, ainda há muito...

Como a educação antirracista contribui para o entendimento do que é Racismo Ambiental

Nas duas cidades mais populosas do Brasil, Rio de Janeiro e São Paulo, o primeiro mês do ano ficou marcado pelas tragédias causadas pelas...

SISU: selecionados têm até quarta-feira para fazer matrícula

Estudantes selecionados na primeira chamada do processo seletivo de 2024 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) têm até quarta-feira (7) para fazer a matrícula...
-+=