Evasão sobe 40% nas universidades pagas

Levantamento aponta que 134 mil alunos desistiram de seus cursos em 2007 na Grande SP, período anterior à crise mundial

Sindicato das instituições do Estado relaciona o aumento da taxa de evasão à ampliação de matrículas de estudantes das classes C e D

Fonte: Folha de São Paulo

Foto: Getty Images

Após período de queda, o número de estudantes que abandona o ensino superior privado subiu 40% na região metropolitana paulista. Segundo levantamento do setor, 134 mil alunos desistiram de seus cursos em 2007 (último dado disponível).

O número representa 20,2% do total de matriculados. No ano anterior, a taxa foi 14,4%, menor que a de 2005 (16,6%).
O Brasil está entre os países da América Latina que possuem os menores índices de atendimento no ensino superior (30% da população jovem matriculada, ante 52% no Chile, segundo a Unesco).

Responsável pelo levantamento sobre a evasão paulista, o Semesp (sindicato das universidades particulares do Estado) afirma que o aumento da taxa reflete a ampliação das matrículas dos alunos das classes C e D -que têm mais dificuldades com a mensalidade.

“Em geral, é um aluno que trabalha, sustenta ou ajuda a família. Também tem pouca base para acompanhar o curso, pois geralmente veio da escola pública. É mais fácil ele evadir”, diz o diretor-executivo do sindicato, Rodrigo Capelato. Os dados abrangem período anterior à crise econômica mundial.

Para Capelato, as instituições só começaram a entender como lidar com um público de baixa renda recentemente, por meio de mensalidades baixas.

Pesquisador do Instituto Lobo, Oscar Hipólito afirma que não há uma única explicação para o aumento da evasão. “Os estudos apontam que, em geral, o aluno que desiste não gosta do curso, da instituição ou teve problemas financeiros.”
O levantamento do Semesp, feito com dados do MEC, mostrou ainda que subiu 9,6% o número de matriculados na rede privada na Grande de São Paulo e que houve diminuição na concentração de alunos nos cursos de administração e direito.

Matéria original: Evasão sobe 40% nas universidades pagas

 

+ sobre o tema

para lembrar

Semana de Letras na UFRR debate sobre Movimento Afro-brasileiro

Semana ocorrerá de 8 a 11 de outubro, no...

Professora da UnB registra boletim de ocorrência após ser ameaçada de morte

Débora Diniz foi xingada por perfis e páginas contrários...

Senado aprova projeto que altera lei do Fundeb

O plenário do Senado Federal aprovou, nesta quarta-feira (15/12), por votação...
spot_imgspot_img

Geledés publica boletins sobre a Primeira Infância nos estados brasileiros

Geledés Instituto da Mulher Negra está realizando as ações da segunda etapa do projeto “Primeira Infância no Centro: garantindo o pleno desenvolvimento infantil, uma...

PL do novo PNE apresenta avanços em equidade e dá primeiro passo em financiamento, mas precisa de melhorias estruturais e traz também retrocessos

O Projeto de Lei (PL) nº 2.614/2024, que prevê um Plano Nacional de Educação (PNE) para o período de 2024-2034, apresenta avanços relacionados à...

Jovens cientistas receberão apoio de mais de R$ 21 milhões para pesquisas   

O Instituto Serrapilheira anunciou, nesta quarta-feira (26), os 33 pesquisadores selecionados em dois editais que vão injetar mais de R$ 21 milhões em ciência no Brasil. Uma...
-+=