sexta-feira, fevereiro 3, 2023
InícioÁfrica e sua diásporaEntretenimentoExposição Virtual “Ensaio Negradê” está no ar

Exposição Virtual “Ensaio Negradê” está no ar

O projeto “NEGRADÊ” abre sua exposição virtual com ensaios fotográficos de 11 mulheres que resgata suas memórias e sonhos

O site www.negrade.com.br já está no ar com o “Ensaio Negradê”, projeto que resgata as memórias de 11 mulheres negras por meio da fotografia em ensaios que transmitem as suas personalidades e toda a força que essas mulheres representam. 

Noelia Miranda, Vasty Nunes, Marilene Pereira, Cláudia Amália, Amanda Luzia, Ada Koffi, Pollyana Pazolini, Izabela Azevedo, Léia Rodrigues, Lygia Machado, Jucenilda Vicente foram as mulheres convidadas para participarem do ensaio e compartilharem um pouco da suas histórias de vida. São mulheres de realidades bem diferentes umas das outras e cada uma fotografou em local diferente e que refletisse seu modo de ver e estar no mundo.

Idealizado pela fotógrafa Daiana Rocha, a ideia do ensaio fotográfico “Negradê” começou a se desenvolver quando ela era ainda estudante do curso de Cinema, na Ufes. A ideia de fotografar mulheres negras surgiu em um trabalho final da disciplina “Fotoescrevivências Negras”, ministrada pela professora Vilma Neres, na qual, discutiu-se a partir do conceito de “escrevivência” da escritora Conceição Evaristo, onde esta autora afirma que sua escrita é contaminada pela condição da mulher negra.

 Neste projeto, as fotografias se complementam com entrevistas feitas com cada uma das mulheres convidadas, que revelam seus sonhos, seus amores, lutas e crenças. “O ensaio Negradê pretende se tornar um importante instrumento de auto-estima e representatividade, além de um registro da memória de mulheres negras do Espírito Santo”, explica Daiana Rocha.

Negradê foi um dos poucos trabalhos brasileiros selecionado pelo Inside Out Project, de Nova York, um projeto global de arte participativa, criado pelo fotógrafo francês Jean Réné. O projeto custeou a impressão de 15 imagens com o tamanho 1,5m x 1,0m, P/B, que foram expostas nas paredes do Cine Metrópolis, em 2021. 

Agora, o projeto inicia uma nova fase com uma exposição virtual, que pode ser conferida em www.negrade.com.br

Conheça a idealizadora do projeto

Daiana Rocha é diretora e produtora. Dirigiu os filmes Braços Vazios (2018), ganhador de 3 prêmios e exibido em mais de 20 festivais, Arquitetura dos que habitam (2018) e Verdade Peregrina (2021).

Produtora Executiva do curta-metragem Guri (2019) de Adriano Monteiro, exibido em mais de 40 festivais e ganhador de 6 prêmios. Faz parte dos coletivos Palavra Negra e Damballa.

Acompanhe nossas redes sociais:

https://www.instagram.com/ensaionegrade/

https://www.facebook.com/ensaionegrade

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench