segunda-feira, setembro 27, 2021
InícioÁfrica e sua diásporaAfro-brasileiros e suas lutasFeira Preta leva Afrolab para Elas para quatro capitais em 2019

Feira Preta leva Afrolab para Elas para quatro capitais em 2019

Projeto de capacitação contemplado no edital Negras Potências abrirá inscrições em março

Por  Fabíola Ribeiro, da Feira Preta

blank
Reprodução/YouTube

São Paulo, março 2019 – Em 2019, o AFROLAB,  programa de capacitação para empreendedores negros lançado em 2018, ganha uma edição exclusiva para mulheres: o AFROLAB para Elas. Idealizado pela Feira Preta, o AFROLAB tem como objetivo apoiar, promover e impulsionar o afroempreendedorismo no Brasil, por meio da oferta de conhecimento e capacitação técnica, com foco em inovação e inventividade.

O projeto, selecionado em 2018 no edital Negras Potências, levará sua metodologia inédita e exclusiva, inicialmente, para as cidades de Vitória (ES), Brasília (DF), Belém (PA) e Porto Alegre (RS), a partir de março.

A iniciativa irá percorrer o país com a proposta de fortalecer, econômica, política e socialmente as mulheres negras, grupo que experimenta a desigualdade de maneira mais profunda no país. Para viabilizar o projeto, a Feira Preta criou, em setembro de 2018, uma campanha de matchfunding na plataforma de financiamento coletivo Benfeitoria, em parceria com o Movimento Coletivo, plataforma de investimento social da Coca-Cola, para arrecadar R$ 127 mil.

“Com o projeto, vamos impactar diretamente mais de 100 famílias, de diferentes lugares do país. Mesmo movimentando mais de R$ 200 bilhões por ano, o empreendedor negro no Brasil recebe 40% menos que o empreendedor branco pelo seu trabalho e estamos trabalhando para mudar essa realidade fomentando o afroempreendedorismo”, explica Adriana Barbosa, presidente da Feira Preta.

A metodologia do projeto foi elaborada, visando especificamente os diferenciais dos negócios geridos por mulheres e contará com atividades de autoconhecimento, ciclos de imersão criativa, aprendizagem, cursos e workshops. Vale destacar que, ao longo de 2018, o Afrolab capacitou mais de 252 empreendedores.

As inscrições poderão ser feitas a partir do dia 11 de março, no site www.feirapreta.com.br.

 

Ocupação

Antes de rodar o país capacitando mulheres empreendedoras, o Afrolab participará, até de 20 de março, da OCUPAÇÃO #4, programa do Red Bull Station, no Centro de São Paulo, que leva artistas e coletivos para ocuparem os ateliês do prédio a fim de inspirar, conectar e transformar a energia criativa da cidade de São Paulo.

O espaço de compartilhamento, vivências e intercâmbios de experiências e saberes chega à sua quarta edição, com mais de 200 projetos inscritos, e tem a iniciativa da Feira Preta entre os cinco projetos selecionados este ano.

“Nos dias 7, 8 e 9 de março, vamos trazer para a OCUPAÇÃO#4 nove mulheres, de estados diferentes, para colaborarem com a atualização da metodologia para 2019 do Afrolab, focada para mulheres”, comenta Adriana.

Conheça mais sobre o AFROLAB para Elas no vídeo de divulgação da campanha: https://www.youtube.com/watch?time_continue=7&v=wnq2tt0uyq8

Sobre a Feira Preta

Criada pela empreendedora Adriana Barbosa, a Feira Preta é o maior espelho vivo das tendências afro-contemporâneas do mercado e das artes da América Latina, além de ser o espaço ideal para valorizar iniciativas afro-empreendedoras de diversos segmentos.

RELATED ARTICLES