Guest Post »

‘Feito na raça’, diz Lázaro Ramos sobre filme do Bando de Teatro Olodum

Ator e diretor baiano convidou todo mundo a assistir ao documentário que estreia dia 4 de setembro

Do Correio24horas

(Fotos: Bob Wolfenson e Isabel Gouvea/Divulgação)

 

O ator e diretor baiano Lázaro Ramos postou uma mensagem emocionada sobre o documentário ‘Bando, um Filme De’, que estreia dia 4 de setembro no Rio de Janeiro, durante o festival Encontro de Cinema Negro Zózimo Bulbul – Brasil, África e Caribe. “Tô aqui pra falar de um assunto muito especial – botei até uma roupinha mais ajeitadinha pra falar disso”, brincou no vídeo postado no Facebook, antes de falar com seriedade sobre o filme dirigido por ele e Thiago Gomes, com produção de Susan Kalik.

“Estou aqui falando com vocês particularmente porque esse documentário é muito importante. É uma história que muita gente não conhece, que está escondida pra muitas pessoas, mas a gente que viveu sabe da importância dela”, justificou, sobre a história do Bando de Teatro Olodum que ficou eternizada no cinema com o filme Ó Pai Ó. “Os atores ali formam um grupo de teatro que existe há mais de 25 anos na Bahia, é o grupo de onde eu venho”, explicou, orgulhoso, para quem ainda não sabia.

Então Lázaro explicou que o filme, primeiro longa-metragem dirigido por ele, está sendo feito há três anos. Uma homenagem aos que passaram pelo Bando, o documentário reúne depoimentos de atores que ainda fazem parte do grupo, de atores que já saíram e dos diretores Marcio Meirelles, Chica Carelli, Zebrinha e Jarbas Bittencourt. Além das 42 entrevistas, material de arquivo e 112 fotos cedidas contam essa história marcante para o teatro baiano, de forma independente.

“Foi feito na raça, na raça por reconhecer a importância dessa história, pra que as pessoas saibam que grupo é esse, saibam da sua existência e valorizem. E conheçam também os percalços pra se manter um grupo com essa formação, com tanta gente, durante tanto tempo”, destaca Lázaro. “É minha primeira direção de longa-metragem, eu tô muito feliz e fico muito emocionado quando falo isso. Vocês devem saber que sempre foi um sonho meu poder dirigir também outras coisas além do Espelho”, completou, sobre o programa que dirige há 13 anos.

Parceiros de longa data
Coproduzido pelo Canal Brasil, o documentário ‘Bando, um Filme De’ também é dirigido por Thiago Gomes, parceiro de Lázaro de longas datas que atualmente faz a assistência de direção da novela Segundo Sol, dirigida por Dennis Carvalho e Maria De Medicis. Baiano de Feira de Santana, Thiago começou a parceria com Lázaro em 2012, na peça Namíbia, não!, passando pelo Programa Espelho, do Canal Brasil, que foi dirigido por ele na temporada 2017.

A amizade segue dando frutos e, em 2019, os dois vão estrear um documentário sobre o espetáculo O Topo da Montanha, no qual Lázaro contracena com a atriz e esposa, Taís Araújo. Sobre o documentário do Bando, Thiago destaca a emoção compartilhada por todos os envolvidos. “O Bando tem uma trajetória ímpar de arte e luta…Foi emocionante conversar com cada integrante, foi como nos espetáculo que eles fazem, você não se distancia, eles te puxam pra perto, e você vira um pouco parte do Bando, você ri e você chora junto com eles. E filme traz isso, é inevitável”, elogiou Thiago Gomes.

O evento de lançamento do documentário vai acontecer no Cine Odeon, no Centro do Rio, dia 4 de setembro, às 21h, com a presença dos diretores e de parte do Bando de Teatro Olodum. Além do documentário sobre o Bando, Thiago também vai lançar o filme de ficção As Balas que não Dei ao Meu Filho, curta-metragem que tem roteiro adaptado de Daniel Arcades no espetáculo teatral homônimo, estreado pelo NATA – Núcleo Afro-brasileiro de Teatro de Alagoinhas, em 2017.

Related posts